Foto: Reprodução/YouTube.

Foto: Reprodução/YouTube.

Um dia depois de serem açoitadas com chicote em público quando tentavam realizar uma performance em Sochi, cidade russa onde acontecem os jogos olímpicos de inverno, o grupo Pussy Riot divulgou o vídeo da nova música de protesto contra o presidente da Rússia, .

“Putin Will Teach You to Love the Motherland”, algo como “Putin Vai te Ensinar a Amar a Pátria” é uma crítica debochada ao atual governo russo, acusado de diversas violações aos direitos humanos e conhecido pela violenta repressão aos opositores.

O vídeo foi divulgado durante um evento em Sochi organizado pelo Cinema For Peace e pelo Voice Project. Integrantes do grupo aproveitaram para citar os recentes episódios envolvendo a passagem da banda pela cidade, o que incluiu duas detenções por acusações de roubo. O clipe traz ainda imagens dos cossacos usando chicotes contra os ativistas e também fotógrafos que faziam o registro da ação.

Veja o clipe:

Mark Adams, porta-voz do Comitê Olímpico Internacional, ouvido pela Billboard, disse que as imagens das atacadas com chicote “são perturbadoras”, mas também afirmaram que “é uma pena que as olimpíadas estejam sendo usadas como uma plataforma política”. E continuou: “Vimos que essas coisas podem provocar sentimentos fortes de ambos os lados”. Já o governador da região russa de Krasnodar pediu desculpas pelo ataque.

Além de criticar o governo Putin, a letra da nova música faz referência aos presos políticos na Rússia. A letra, traduzida para o inglês, pode ser lida aqui:

Uma das integrantes do grupo, Masha Alekhina, divulgou imagens via Twitter do pós-ataque.

Leia Mais: Pussy Riot
Integrantes das Pussy Riot foram presas ao chegar em Sochi
Por que a crise entre as Pussy Riot é péssima para o ativismo contra Putin
A viagem das Pussy Riot pelos EUA
Pussy Riot atacam indústria de petróleo e Putin em novo vídeo
Documentário sobre as Pussy Riot pela HBO
O que as Pussy Riot tem a ver conosco

Sem mais artigos