Banda que teve iniciação musical na Fundação Casa Grande (escola de gestão cultural localizada na cidade de Nova Olinda, Cariri cearense), Os Cabinha estão disponibilizando primeiro disco do grupo para ser baixado no Overmundo e Trama Digital. Os componentes ( Rodrigo Alves, Renê Nascimento, José Wilson, Arthur Diniz e Iêdo Lopes) tem entre nove e 11 anos e possuem atitude pouco ortodoxas. Empunham guitarras e contra-baixos de madeira, acompanhados de percussão feita de lata, todos instrumentos construídos por eles.

Selecionados pelo Rumos Itaú Cultural, Os Cabinha se apresentaram na sede do instituto em abril de 2008, abrindo o show da brasiliense Móveis Coloniais de Acaju. Antes disso já haviam passado por Salvador, Fortaleza e Icó, no interior cearense. Além de músicos, esses cabinhas – sinônimo de “menino” no Nordeste – são radialistas, câmeras, gerentes de laboratório de conteúdo e recepcionistas-mirins, que guiam turistas na Fundação Casa Grande.

O disco homonimo será prensado no segundo semestre de 2008. Com tecnologia SMD ele será comercializado a R$ 5 reais em máquinas da ONG Eletrocooperativa, instaladas em pontos estratégicos do país, dentro do projeto “Música livre e comércio justo”.

Sem mais artigos