Pelo menos temporariamente, os fãs de Cazuza estão proibidos de fazer tributo ao ídolo. A Secretaria Estadual de Segurança do Rio proibiu, nesta terça-feira, a realização do show Tributo a Cazuza, marcado para quinta-feira, 1 de maio, na praia de Copacabana, no Rio.

Segundo a Polícia Militar, a estimativa de público, de 60 mil pessoas, feita pela produção do evento é subestimada, o que poderia trazer riscos de segurança, e que a produção ainda não havia apresentado documentos exigidos até esta terça-feira. A organização do evento vai recorrer da decisão. O evento contaria com apresentações de músicos como Ney Matogrosso, Caetano Veloso e Gabriel, O Pensador.

Sem mais artigos