planetary_25_1024x768

é uma daquelas séries incríveis, com um número mediano, mas fervoroso de fãs e péssima distribuição no Brasil. Criada por e desenhada por , ela foi publicada pela Devir e mais recentemente pela Pixel, quando esta editora possuía os direitos da Vertigo/Wildstorm.

Leia Mais
Especial:HQ virou clássico por escavar a história do século 20

Agora, a Panini anunciou que vai publicar a série de maneira decente no Brasil. Os volumes serão lançados nos mesmos moldes de Inescrito, Fábulas e Y – O Último Homem. Ou seja: bom acabamento sem muito luxo e preço justo (cerca de 20 reais). A editora ainda não divulgou a data exata de lançamento.

A série mostra um grupo de pessoas que se dedicam a explorar o desconhecido. Há diversas referências à ciência, literatura, conspirações e um dos melhores textos já presentes em uma HQ de aventura. Planetary demorou muito tempo para ser finalizada por causa de problemas de saúde de Ellis. A última edição custou três anos para ser publicada.

Capa-Planetary

Sem mais artigos