O roqueiro britânico Pete Doherty foi novamente condenado. Ele pegou 14 semanas de prisão por violar os termos de sua liberdade condicional, informou a gravadora dele. Doherty foi condenado em outubro por dirigir sob o efeito de crack, cocaína, heroína e maconha.

Por se declarar culpado, teve uma redução de pena para condicional, mas não vem cumprindo com a série de audiências necessárias para acompanhamento do seu caso. A sentença, dada em uma corte do oeste de Londres, obriga Doherty a remarcar uma apresentação no Royal Albert Hall, agendada para o dia 26 de abril.

Sem mais artigos