Paul e Linda em 1998

Às vesperas de uma exposição em homenagem a sua ex-mulher, o ex Beatles Paul McCartney resolve dizer que ama, ainda mais, Linda Eastman, sua ex-mulher morta por câncer em 1998.

O cantor escreveu um artigo sobre Eastman para o jornal britânico “The Sunday Times”, no dia em que se completam dez anos da morte dela. Paul disse que a americana era uma mulher muito natural, “sempre muito bela mesmo sem maquiagem”.

As fotos de Linda McCartney, fruto de uma colaboração de três anos entre Paul, Mary McCartney e James Hyman, ficarão expostas a partir do dia 25 de abril na galeria Hyman, em Londres.

Sem mais artigos