Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Tag: Roberto Guedes

Revista Status Comics, de Roberto Guedes, ganha nova edição

STATUS COMICS Nº 01

O incansável Roberto Guedes mal acaba de lançar sua biografia de Jack Kirby e já vem com novidades. O editor, roteirista, escritor, pesquisador, jornalista (e grande amigo) está retomando a publicação de Status Comicsfanzine que publicou no início da carreira.

Produzida a partir de 1989, sob inspiração de revistas como Amazing Heroes e Comics Interview, a publicação ficou famosa por apresentar novidades do mercado de quadrinhos, entrevistas e reportagens sobre autores e personagens.

Após 10 edições, em 1992 a Status Comics se transformou num selo editorial e abrigou os gibis independentes produzidos por Guedes: Meteoro, Os Protetores e Força Máxima. O fanzine ganhou nova versão em 1995, com quatro números.

A edição de agora volta mais madura e profissional, com um teor jornalístico bastante opinativo, mas sem abrir mão do enfoque histórico característico dos textos de Guedes.

Reestreia aracnídea

A primeira edição da nova Status Comics acompanha os últimos 30 anos de publicação do Homem-Aranha nos quadrinhos, com revelações sobre os bastidores da produção, a guerra de egos entre editores e artistas, e as decisões editoriais equivocadas que quase liquidaram com um dos maiores ícones da cultura popular mundial.

As matérias (veja amostra abaixo) abrangem desde a antológica história A Última Caçada de Kraven (1987) até a recente Clone Conspiracy, passando pelas não menos famosas Saga do Clone, Origem Totêmica, Guerra Civil, Pecados Pretéritos, Homem-Aranha Superior e Spider-Gwen – todas enriquecidas por depoimentos de J. Michael Straczynski, Joe Quesada, Brian Michael Bendis, Stan Lee e J.M. DeMatteis.

A revista fecha com uma reportagem dedicada a John Romita Sr., artista que assumiu a revista do Aracnídeo em 1966 e um dos grandes responsáveis por transformar o personagem num dos maiores sucessos da Marvel até hoje.

O texto revela aspectos pouco conhecidos ou comentados da carreira de Romita, como o fato de ter utilizado um assistente não creditado numa HQ do Aranha, ou detalhes de sua fase final na Marvel, ao comandar o grupo Romita’s Raiders.

A arte da capa da primeira Status Comics (acima) homenageia justamente o grande John Romita e apresenta a arte planejada pelo artista para o magazine The Spectacular Spider-Man 2, de 1968, mas que acabou substituída por uma versão pintada por ele mesmo. Nesta versão, a arte foi restaurada e colorida por Robbie Prado, autor também do novo logotipo do Status Comics.

Com textos e edição de Roberto Guedes e diagramação de Sandro Marcelo, Status Comics 1 tem tiragem limitadíssima, 36 páginas, formato 15 x 21 cm e preço de R$ 25, já incluído o frete. A periodicidade será eventual, ou seja, sempre que o surgir algum assunto que mereça a atenção de Guedes.

Os pedidos podem ser feitos diretamente com o autor pelo e-mail: guedesbook@gmail.com.

Jack Kirby ganha biografia nacional por ocasião do seu centenário

kirby_capa

Se estivesse vivo, Jack Kirby completaria 100 anos no próximo dia 28 de agosto. Dono de um traço marcante e personalidade idem, Kirby deixou uma marca insuperável na história das histórias em quadrinhos.

Seu centenário não passou em branco, mesmo aqui no Brasil. De um livro de luxo com ilustrações de brasileiros (editado por Edson Diogo, do site Guia dos Quadrinhos) até uma série de matérias especiais na publicação especializada Mundo dos Super-Heróis, Kirby vem sendo lembrado – como se algum dia tivesse sido esquecido – por artistas, leitores, jornalistas, pesquisadores.

Eis que chega mais uma obra para engrossar o coro de homenagens. Nas próximas semanas, será lançado, pela novíssima Editora Noir, O Criador de Deuses – Jack Kirby, escrito pelo pesquisador, roteirista e escritor Roberto Guedes.

Autor da primeira biografia brasileira de Stan Lee, em 2012, Guedes repete o feito e garante que, assim como o outro, também este livro traz informações inéditas para os leitores.

Nesta entrevista para o Papo de Quadrinho, ele conta como este projeto nasceu e algumas curiosidades.

Seu livro está sendo lançado numa data bem próxima ao aniversário de 100 anos de Jack Kirby. Esse era um projeto que você já vinha gestando ou foi produzido especialmente para a ocasião?

No final do segundo semestre de 2016, um editor da Noir entrou em contato comigo para saber se eu tinha vontade de escrever algum livro para a editora. Comentei que gostaria de escrever sobre a carreira de Kirby, cujo centenário seria no ano seguinte. Os editores adoraram a ideia, e fechamos o negócio.

Muito se tem falado sobre Kirby nas últimas décadas e em especial neste ano. Que tipo de informação inédita o leitor poderá encontrar nessa biografia?

A vida particular de Kirby é um objeto praticamente inexistente para o grande público, mas no livro há uma radiografia abrangente do cidadão Kirby. Desde seus dias no Lower East Side (o bairro pobre e barra-pesada onde cresceu), com seus pais, seu quase desconhecido irmão mais novo, seu namoro e casamento com Rosalind. Conta bastante também sobre sua amizade e parceria com Joe Simon. Enfim, o livro apresenta as várias facetas de Kirby, que antes de ser um artista genial, era também um ser humano, com suas falhas e qualidades. Alguém que transmutava sua fúria interior em obras de arte sequencial.

Além, claro, da participação imprescindível de Kirby na gênese do Universo Marvel nos anos 1960, que outros momentos da vida do “Rei” mereceram mais atenção em seu livro?

 Acredito que os anos que antecederam a criação do Universo Marvel, bem como sua carreira posterior em Hollywood também têm um bom destaque na obra. E não tenho dúvidas que muita gente vai se admirar com a quantidade de coisas que ele fez para a DC, além do Quarto Mundo.

Como você tratou um dos temas mais polêmicos da biografia de Kirby, a desavença com o parceiro Stan Lee?

Procurei registrar o maior número possível de depoimentos de outras pessoas que testemunharam aqueles momentos, e que acompanharam de perto a carreira daqueles dois incríveis autores. São pontos de vistas distintos de colegas de profissão, amigos e familiares que, quando entrecruzados com a visão particular de Stan e Jack para certos tópicos, oferecem uma nova e surpreendente perspectiva para o que realmente foi a Era Marvel. Nem teorias sobre a real utilidade do charuto do Kirby ficaram de fora.

Na sua visão, qual é a percepção que os jovens leitores de quadrinhos têm de Jack Kirby? Eles reconhecem sua importância?

Acho que a grande maioria ainda não soube mensurar a real importância de Kirby para os quadrinhos de super-heróis. Espero que a leitura do livro ajude a esclarecer isso.

O Criador de Deuses – Jack Kirby tem 220 páginas e preço de R$ 49,90. A Comix Book Shop vai vender uma edição limitada do livro com essa capa exclusiva abaixo, que retrata Night Fighter, personagem criado por Joe Simon e Jack Kirby nos anos 1950, e que jamais foi lançado.

kirby_capa_comix

Autor e editora ainda não definiram quando será o evento de lançamento seguido de sessão de autógrafos. Fiquem ligados nas redes sociais do Papo de Quadrinho para não perder a data!

2017: Os Independentes – O que vem por aí, por Roberto Guedes

preview01-am7

O editor e roteirista Roberto Guedes revelou com exclusividade ao Papo de Quadrinho que a sétima edição do Almanaque Meteoro está em fase final de produção e deverá ser lançada em breve.

Após a chocante cena final do último número, este dá um vislumbre do que virá a seguir: a vida do Mascarado Voador está por um fio, e a intervenção de um misterioso personagem chamado Agente Lance, pertencente à organização denominada C.L.A.V.A. (Comando Latino-Americano de Vigilantes e Agentes), é uma incógnita.

preview02-am7

Guedes garante que a edição trará outras surpresas que farão os leitores vibrarem, especialmente aqueles, que acompanham o personagem desde a sua primeira versão, nos anos 1990.

Com roteiro de Roberto Guedes, mais uma vez os desenhos deste Almanaque Meteoro 7 ficarão por conta do talentoso Daniel Alves, com arte-final de John Castelhano.

Para reservar sua edição, entre em contato com o editor pelo e-mail guedesbook@gmail.com.

Almanaque Meteoro 6 está à venda

AM6-Capa

Do Press-Release

Acaba de ser lançada a nova e aguardada edição do Almanaque Meteoro, do selo editorial Guedes Manifesto. Além do herói adolescente, a revista ainda traz mais duas criações de Roberto Guedes: o já conhecido cigano Zan-Garr e a estreia de Monique, uma genuína bad girl, que protagoniza uma trama de suspense e terror.

Em Até Por Ti… Morrerei!, Meteoro encara seu maior desafio até o momento. Quando Aríete, um ser colossal forjado na aurora do universo, ameaça destruir a cidade de São Paulo, o Mascarado Voador se interpõe em seu caminho de destruição, e para isso conta com a ajuda inesperada de três bravos voluntários. Um verdadeiro épico desenhado pelo talentoso Daniel Alves, com o mais improvável desfecho dos últimos anos nas histórias em quadrinhos.

Já em Monique, o leitor acompanha a trágica história da personagem homônima, que se passa nos tempos da Revolução Francesa. Enquanto a Bastilha é tomada pelas forças revolucionárias em Paris, a não tão bucólica comuna de Chartres é assolada por uma maldição diabólica nascida do mais profundo desejo de vingança. Os belos desenhos são de Horácio Jordan e Marcelo Borba, com arte-final precisa de John Castelhano.

Completando a edição, um bônus especial: a primeira história de Zan-Garr produzida no final dos anos 1990, e que ainda permanecia inédita numa publicação impressa. É nessa HQ, desenhada por Marcelo Borba e arte-finalizada por André Valle, que o Príncipe da Valakia encontra Lilith, a Rainha Vampira pela primeira vez.

A tiragem de Almanaque Meteoro 6 é limitada. Para adquirir um exemplar autografado, os interessados devem entrar em contato com o editor pelo e-mail guedesbook@gmail.com ou acessar o site.

ALMANAQUE METEORO 6
Guedes Manifesto Produções Editoriais
Editor e roteirista: Roberto Guedes
Formato: 15 x 21 cm
36 páginas – Miolo P/B
Capa (pintura em guache): Daniel Alves
R$ 15

2016: Os Independentes – O que vem por aí, por Roberto Guedes

guedes2016_banner

Dando continuidade à divulgação dos lançamentos independentes para este novo ano, o intrépido Roberto Guedes – editor, tradutor, roteirista, autor e colaborador da revista Mundo dos Super-Heróis – anuncia com exclusividade mais uma edição da revista Almanaque Meteoro.

Serão duas histórias escritas por Guedes, criador do super-herói brasileiro. Na primeira, Meteoro enfrenta sua maior batalha até o momento, contra um ser milenar e poderosíssimo conhecido apenas como Aríete. A arte ficou a cargo do talentoso Daniel Alves, que estreou na edição anterior.

A segunda história é conto de terror passado na época da Revolução Francesa, e traz a primeira aparição de mais uma personagem de Guedes, cujo nome ainda não foi revelado. Os desenhos são de Marcelo Borba e Horácio Jordan, com arte-final de John Castelhano.

Confiram duas páginas cedidas pelo autor:

Quinta edição do “Almanaque Meteoro” já está à venda

AM5-CapaRelease

Esta edição reúne três histórias inéditas, duas delas estreladas pelo super-herói brasileiro Meteoro e escritas por seu criador, Roberto Guedes, também editor, tradutor, pesquisador de quadrinhos e colaborador da revista Mundo dos Super-Heróis.

Veja um preview aqui.

A primeira é Sob Todos os Olhares, em que o protagonista enfrenta o Rapinador, encarnação de um espírito da floresta amazônica. O vilão invade o templo da Sinarquia Universal em busca de um artefato místico de poder incalculável, mas um crime durante a ação faz com que todos sejam suspeitos. Ao mesmo tempo, o jovem Roger Mandari, alterego de Meteoro, enfrenta os problemas típicos da idade e precisa encarar a festa de aniversário de Laura Lopez, a estonteante loura do Colégio Central. A arte é do veterano A-Lima.

Meu Exemplo, Tua Escolha foi inspirada pelas recentes manifestações que sacudiram o país. Durante um conflito social, Meteoro precisa agir rapidamente e encarar as consequências perturbadoras de seus atos. Os desenhos são do jovem talento Daniel Alves.

Fecha esta edição Presságio da Morte, história inédita do caubói Chet escrita por seu criador, Wilde Portella, com arte de Décio Ramirez. Almanaque Meteoro 5 traz também pinups, sketches dos personagens e as seções Boletim Manifesto e Meteoro Responde.

A revista tem 36 páginas, tiragem limitada, capa colorida, miolo em preto e branco, formato 15 x 21 cm e preço de R$ 15. Os pedidos devem ser feitos diretamente para o autor pelo e-mail guedesbook@gmail.com ou pelo site www.guedes-manifesto.blogspot.com.

A arte da capa é de Aluísio de Souza, com colorização de José Borba.

Exclusivo: preview do novo “Almanaque Meteoro”

AM5-Promocional01

Almanaque Meteoro é uma publicação independente do selo Guedes Manifesto, do pesquisador, tradutor e colaborador da revista Mundo dos Super-Heróis, Roberto Guedes.

Papo de Quadrinho teve acesso com exclusividade a duas páginas, ainda sem letreiramento, da quinta edição, que fica pronta no próximo mês.

A primeira (acima) tem arte do veterano A-Lima,; a outra, abaixo, é do talentoso estreante Daniel Alves.

AM5-Promocional02

Almanaque Meteoro 5 vem com três histórias: duas do herói nacional Meteoro e outra de um personagem clássico dos quadrinhos brasileiros – ainda não revelada. Todas têm roteiro e edição de Guedes. A revista traz ainda pin-ups e artigos.

Mais informações por ocasião do lançamento.

Revista Mundo dos Super-Heróis: Capitão América está de volta

Capa-Mundo-53

A Mundo dos Super-Heróis53 traz um dossiê especial com os bastidores do filme Capitão América: O Soldado Invernal. A revista apresenta detalhes da trama e os comentários da equipe sobre a produção.
Além disso, explica a fundo o Soldado Invernal e o Falcão, os novos personagens do filme, além de muitas curiosidades sobre o próprio Sentinela da Liberdade.

Confira alguns destaques da edição:

Bate-papo com Ivo Milazzo
Grande autor de fumettis, o desenhista e escritor italiano fala de sua carreira e de Ken Parker, sua obra-prima, numa entrevista exclusiva.

Raros e valiosos
Descubra como funciona a venda de quadrinhos antigos e artes originais, um mercado que rende milhões de dólares todo ano.

Sucesso do diabo
A homenagens ao herói Hellboy, que completa 20 anos de existência

Grandes sagas DC
Os detalhes das sagas Quando os Mundos Colidem, Zero Hora, A Vingança do Submundo e A Noite Final, trabalhos em que a DC voltou a mostrar qualidade.

Toque de nostalgia
As estatuetas da coleção Classic Marvel Characters, com os maiores ícones da Marvel em suas primeiras versões.

Lançamento às cegas
O escritor Roberto Guedes comenta a trajetória do Demolidor, o herói do universo Marvel que completa 50 anos.

Heróis subversivos
O jornalista Maurício Muniz analisa o trabalho do britânico Warren Ellis na série Stormwatch.

Peneira POP
O relançamento de Ken Parker em cores, a cosplayer Gabriela Almeida como Gata Negra e os vídeos da internet protagonizando o Capitão América.

Serviço:
A Mundo dos Super-Heróis 53 chega às bancas em 24/3 em São Paulo capital e Rio de Janeiro capital. No restante do país, a revista será lançada nos dias seguintes.

Para assinar ligue (11) 3038-5050 ou 0800 8888 508 ou visite www.europanet.com.br/superheroi

Todo o conteúdo da Mundo dos Super-Heróis está a venda em www.europadigital.com.br. Assinantes têm acesso gratuito ao material.

 

Exclusivo: Almanaque Meteoro 4 já está à venda

AM4-capa

Quase dois anos depois da última edição, acaba de ficar pronto o quarto número de Almanaque Meteoro, publicação independente do editor, roteirista, tradutor e autor Roberto Guedes.

Papo de Quadrinho teve acesso com exclusividade à capa e páginas da revista (veja galeria abaixo), que traz três histórias inéditas.

A primeira, As Afiadas Garras da Justiça, é estrelada pelo personagem principal da publicação, o herói mascarado Meteoro. A aventura se passa na cidade do Rio de Janeiro e apresenta o inusitado encontro com o Guepardo, outra criação de Guedes do final dos anos 1990 e que tinha suas histórias ambientadas na época da ditadura militar.

As cenas de batalha entre os dois heróis se passam em várias locações da capital fluminense: Cristo Redentor, Morro da Urca, Copacabana, Rocinha. Não bastasse o retorno do clássico personagem, a aventura ainda marca a estreia do Repressor e o encontro dos chefões do submundo do crime, Nico Bazzuca, Encapuzado e o enigmático e manipulador empresário Rex Ninrode.

Meteoro encara tudo isso em meio aos dramas particulares de seu alterego Roger Mandari: a complicada relação com o pai e as tentativas de conquistar a linda Laura Lopez – todos elementos de uma boa e velha história em quadrinhos de super-heróis.

O roteiro é de Roberto Guedes e a arte, do talentoso Fábio Cerqueira.

A segunda aventura de Almanaque Meteoro 4, também escrita por Guedes, é O enigma de Semíramis, com a estreia do Capitão X e de um novo universo futurista criado pelo autor. Capitão X é o líder de um grupo que investiga os restos do satélite natural de Theia, o planeta que se chocou com a Terra na formação do universo. Mas o que eles encontram lá não é o que esperavam… A arte é de Aluísio de Sousa, finalizada por André Valle.

Valle escreve também a última HQ da edição, Chá das Cinco, desenhada por William. Como nos números anteriores, Almanaque Meteoro tem ainda páginas destinadas a pin-ups, cartas dos leitores e a nova seção Boletim Manifesto.

Almanaque Meteoro 4 tem 36 páginas, capa colorida, miolo preto e branco, formato 14 x 20 cm, e é publicada pelo selo independente Guedes Manifesto. A diagramação da revista é de Sandro Marcelo, e a arte da capa de Rom Freire, com cores de José Borba.

O preço é R$ 10 e os pedidos podem ser feitos pelo e-mail guedesbook@gmail.com, com direito a autógrafo do autor. A tiragem é limitada.

Almanaque Meteoro 3 já à venda

Finalmente ficou pronta a terceira edição da publicação do editor, tradutor e amigo Roberto Guedes. Dez meses a separam da segunda edição.

A espera valeu a pena, já que a revista vem cheia de boas surpresas e nomes de peso. A capa, bem apropriada para o Dia dos Namorados que vem chegando, foi desenhada pelo veterano Sebastião SEABRA e cores de José Borba.

A ilustração antecipa fatos da primeira história, estrelada pelo herói Meteoro e seu envolvimento com a misteriosa vilã Sweet Suzy. O roteiro é do próprio Guedes e a arte, dividida entre Cláudio Vieira e Emir Ribeiro (de Velta).

O personagem ganha uma segunda aventura, Zax, o Meteoro Humano, também escrita por Guedes e desenhos de Marcelo Borba.

Para os fãs de faroeste, mais uma boa notícia: a edição traz uma HQ inédita de Chet, o clássico personagem brasileiro, escrita por Wilde Portela (arte de A-Lima). Outro personagem convidado é Jonni Star, conhecida super-heroína norte-americana, numa história produzida por seu criador, o estudioso dos quadrinhos John G. Pierce, e Emir Ribeiro.

Por último, o cigano Zan-Garr de Valakia, mais uma criação de Guedes, ganha uma aventura desenhada por Fabio Cerqueira.

O Almanaque Meteoro 3 reserva várias páginas para entrevistas, matérias e artigos. A primeira delas é uma conversa com Primaggio Mantovi, o maior nome no Brasil quando o assunto é Disney, com Cesar Brito.

Guedes entrevistou Steve Englehart, um dos principais nomes dos quadrinhos americanos na década de 1970, roteirista do Capitão América, entre tantos outros. A conversa promete revelações surpreendentes sobre diversos temas, como política e ocultismo.

Para finalizar, uma matéria de Gérson Fasano sobre a revista Speed Racer em formatinho e suas histórias dos anos 1970 oriunda da Argentina.

Almanaque Meteoro 3 é uma publicação da Guedes Manifesto Produções Editoriais, tem 52 páginas, capa colorida e miolo preto e branco, formato 16 x 23 cm e preço de R$ 7,00.

A chegada nas bancas e livrarias especializadas está marcada para a segunda semana de junho. Como a tiragem é limitada, quem quiser pode antecipar os pedidos pelo blog ou e-mail de Roberto Guedes. O frete já está incluso no preço.

Além disso, os 50 primeiros pedidos receberão, como brinde, um exemplar da revista Meteoro Comics, com reedições das primeiras histórias do personagem publicadas na década de 1990.

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2017