Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Tag: Quadrinhos

Instituto HQ anuncia nova grade de cursos

 

ihq

Do press-release

Com quase 20 de anos de tradição no ensino da arte, o Instituto HQ já formou grandes ilustradores, coloristas e quadrinistas que hoje trabalham para o mercado norte-americano e europeu, em editoras como Marvel, DC, Titan, Image, Disney, Le Lombard (Bruxelas), e nacional – Abril, Maurício de Souza Produções e outros.

Agora, a escola anuncia novidades em seus cursos de férias, grade regular e reformulação pedagógica, e em seu departamento de comunicação, que estão mais modernos e em sintonia  com as necessidades do mercado editorial e de arte.

Entre as novidades estão:

  • Curso de Narrativa Visual por Laudo Ferreira Jr;
  • Técnicas em Pintura Digital, com Éber Evangelista;
  • Técnicas de Aquarela, Nanquim/Bico de Pena, Perspectiva, Anatomia, Desenho para Moda, Consultoria de Moda, Aptidão para Vestibular (para cursos que requeiram habilidades em desenho);
  • Colorização Digital, com Rod Fernandes (colorista da Editora Titan); e
  • Desenho Kids (crianças a partir de 9 anos)

Para os cursos de férias, foram anunciados:

  • Desenho para Tatuagem;
  • Grafitti;
  • Direitos Autorais para Artistas;
  • Como escrever personagens diversos nas HQs; e
  • Semiótica e linguagem dos quadrinhos, entre outros.

Entre palestras e workshops, o Instituto HQ vai oferecer

  • Representação Feminina nas HQs;
  • Dissecando a Linguagem Mangá;
  • Vertigo: A vertigem dos Quadrinhos Mainstream;
  • A História das Histórias em Quadrinhos; e
  • Os Negros nas Histórias em Quadrinhos – Representatividade e Resistência

O Instituto HQ estimula o aluno a ser bem-sucedido de acordo com seu interesse e foco na arte:  tanto para ser um profissional de alto nível, compatível com as exigências do mercado, como para desenvolver a linguagem artística e estimular a criatividade, promovendo o relaxamento mental da arte como terapia.

Atualmente o Instituto tem a coordenação de Klebs Junior e Alexandre Jubran. Klebs é Roteirista, ilustrador e quadrinhista formado em Comunicação Visual pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Atua no mercado nacional e internacional de quadrinhos desde 1987.  Foi ilustrador em jornais como Estado de São Paulo e Folha de São Paulo, entre outros, e ilustrou para revistas como Veja, Época, IstoÉ e Placar.

Klébs também Produziu ilustrações para o filme Castelo Ra-Tim-Bum, publicou quadrinhos nos Estados Unidos pelas editoras DC Comics, Marvel Comics, Malibu e Valiant, e lançou seus próprios personagens nas revistas brasileiras Metal Pesado e Brazilian Heavy Metal.

​Atualmente, é idealizador, professor e diretor no Instituto HQ, conselheiro do Museu de Artes Gráficas do Estado de São Paulo, colabora com o jornal Folha de São Paulo e, autor da graphic novel Pátria Armada, ganhadora do prêmio HQMIX de melhor minissérie (2016).

Alexandre Jubran é Ilustrador, quadrinhista e professor formado em Comunicação Visual pela FAAP, pós-graduado em História da Arte e Artes Plásticas, mestre em História da Arte, Cultura e Educação pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua no mercado nacional e internacional de quadrinho desde 1989 e é autor de livros sobre técnicas de desenho e ilustração, anatomia, concept art e arte digital, narrativa visual e quadrinhos.

Detentor de prêmios importantes na área, como a 1ª Bienal Internacional de Quadrinhos (1991); prêmio de melhor colorista no HQMIX (1998, 1999 e 2002); Prêmio Angelo Agostini de Melhor Arte Técnica (2003); Prêmio Internacional Infografia MALOFIEJ (2003 a 2005); Prêmio Abril de Jornalismo em Destaque Infografia (2002 a 2008); Prêmio Esso de Criação Gráfica (2008) e Prêmio Abril de Ilustração (2010). Além de coordenador e professor no Instituto HQ, é professor nas Universidade Presbiteriana Mackenzie e FAAP.

O Instituto HQ também oferece seu espaço para exposições, mostras, lançamentos, bate-papos, encontros e debates.

A 22ª Fest Comix já começou

logo 22 fest comix

Do Press-Release

A nova edição da mais tradicional feira de quadrinhos do Brasil acontece até domingo, dia 19 de junho, no São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5). O local é próximo à estação Jabaquara do Metrô, com transporte gratuito de ida e volta para o evento.

A Fest Comix, realizada desde 2001, contará com a venda de mais de 500 mil quadrinhos com descontos entre 20% e 80%. Para este ano são destaque atrações paralelas temáticas:

Terrorfest, com palestras, bate-papos e mostra de curtas-metragens para os fãs do gênero terror/horror;

Medieval Fest, espaço dedicado ao período, com tendas especializadas, batalhas medievais e arco e flecha;

AnimaSato, mostra de filmes e animes com curadoria da Sato Company; e

Fest Cosplay, um palco com desfile e competições para os fãs que gostam de representar personagens que povoam o universo pop.

Além disso, o evento tem programadas palestras, workshops e sessões de autógrafos com artistas convidados nacionais e internacionais, e lançamentos exclusivos de quadrinhos e mangás de diversas editoras.

Confira a programação completa e a lista de convidados aqui e aqui.

Os ingressos podem ser adquiridos pelo site do evento ou pelo Alô Ingressos, e custam R$ 40 reais a inteira e R$ 20 reais a meia-entrada. Idosos e crianças até 7 anos não pagam.

Papo de Quadrinho visitou: Forbidden Planet UK

Imagine um lugar onde é possível encontrar action-figures e afins de todas as franquias famosas da cultura pop, com ênfase nas novidades, mas sem esquecer os clássicos. Imagine que, nesse mesmo lugar, é possível encontrar quadrinhos, mangás e livros de todos os tipos, de todas as editoras, desde os mainstream até os  independentes (incluindo alguns brasileiros). Por fim, nesse mesmo (grande) espaço, encontramos acessórios, estatuetas, brinquedos, merchandising de games, de animações, de séries, camisetas (acompanhe nosso vídeo acima, com mais detalhes mostrando a loja).

Sim, queridos leitores, esse lugar mágico existe. Ele se chama Forbidden Planet, uma loja dos sonhos para qualquer nerd e demais amantes de cultura pop.

FPI

O verdadeiro templo da perdição

Fundada em 1975, a loja está localizada numa grande área – térreo e subsolo – em 179 Shaftesbury Ave, próximo ao metrô Tottenham Court Road Station, na região central de Londres. Para se ter uma ideia do poderio, a rede Forbidden Planet possui dezesseis lojas espalhadas pelo Reino Unido e uma nos Estados Unidos.

Embora o Brasil tenha boas lojas de quadrinhos e o mercado venha crescendo nos últimos anos, não é exagero dizer que nada se compara à Forbidden Planet.

Passado o choque de descobrir uma loja com essa magnitude, trocamos o desejo de comprar TUDO o que havia ali por esse breve registro do que mais nos chamou a atenção.

De cara, temos que destacar que a loja aproveita as febres do momento, e nada por aqui chama mais atenção do que Star Wars (vídeo). No primeiro andar, área dos action figures, há vitrines enormes com a franquia.

Entre os modelos, a febre são os Pop Vynil da Funko, que estão em todas as outras lojas, mas, aqui, ganham destaque. Há, claro, outras figuras de ação bacanas…

Clássicos como esse podem ser econtrados

Clássicos como esse podem ser econtrados

Bem como figuras de ação mais novas

Figuras de ação mais novas, baseadas em filmes

joker

Releituras do passado como essa de ‘Bátima e a Feira da Fruta’

Figuras de heróis que estão bombando nos quadrinhos atualmente

Figuras com os heróis  e heroínas que estão bombando nos quadrinhos agora

E outros brinquedos e camisetas também, tudo ambientado em um cenário adequado e que evoca o que há de melhor na cultura pop, sobretudo na ficção científica. São as mais variadas franquias das séries de TV, cinema e quadrinhos. 

V

Kit revolução, criado na Inglaterra e exportado para o mundo todo

Essa nave ENORME fica na entrada para o andar dos quadrinhos e livros

Essa nave linda é ENORME (arrisco dizer uns 3 metros) e fica na entrada para o subsolo.

No subsolo fica a área de quadrinhos. É possível se perder lá entro. Ampla e repleta de objetos do desejo, vale destacar as vitrines especiais de quadrinhos, livros e afins para todos os gostos, divididas por gêneros: infantil, adulto, adolescente, independentes, autores, mangás etc. Há vitrines especiais para alguns gêneros como steampunk, clássicos, sci-fi e RPG, entre outros.

Ao contrário da Nostalgia & Comics, a loja não tem uma área específica de HQs antigas, dando ênfase aos lançamentos e graphic novels. E vale lembrar que para os ingleses, graphic novel é um eufemismo para gibis encadernados. E aqui tudo que é lançado em revistas avulsas (com 22 páginas e capa simples), será encadernado posteriormente em arcos fechados.

independents

Tem muita HQ independentes!

Manga

Área de mangá é bem servida, com trabalhos atuais e clássicos

Uma área destacando autores famosos em coleções especiais

Uma área destacando autores famosos e suas coleções especiais

Tem brasileiro em destaque

Tem brasileiro em destaque, sim!

Para quem tem curiosidade sobre questões de gênero, no momento em que essa discussão está tão em voga no Brasil, vale destacar que a maioria dos atendentes da área de quadrinhos é de mulheres que entendem do riscado.

O prédio tem amplo acesso tranquilo para cadeirantes e só não é mais espaçoso porque a loja abarrota nos finais de semana de gente das mais diferentes nacionalidades.

Acesso especial para leitores especiais

Acesso especial para leitores especiais

Encerramos o passeio com uma sensação óbvia de incompletude, levando poucos produtos e chorando lágrimas de sangue pelo que não deu para comprar ou levar. Além da histórica falta de grana, há o problema de transportar tudo para o Brasil, ou seja, ficamos babando mas comprar mesmo…

Os preços dos produtos são semelhantes aos de outras lojas do gênero, com algumas promoções e, claro, um pouco maiores nas action figures que são lançamento.

Para os padrões locais, os valores são acessíveis até para quem não é tão abonado, bem diferente do Brasil. Mas se uma ilha pode ter tanto público consumidor e um lugar tão bacana, quem sabe um dia um país de proporções continentais como o nosso não chega lá?

Fica nossa reflexão e mais uma dica de lugar obrigatório para se visitar quando estiver em viagem pelo Reino Unido.

Evento de quadrinhos na PUC-SP em setembro

HQ-PUC

É sempre muito legal quando o meio acadêmico abre as portas para os quadrinhos. De 2 de setembro a 3 de outubro, a PUC São Paulo (Rua Ministro de Godoi, 969  – Perdizes – SP) abriga a exposição A História dos Quadrinhos no Brasil.

O evento inclui a exposição propriamente dita, feira de gibis oferecida pelas editoras Devir e Peirópolis, palestras, encontros com autores, sessões de autógrafos, workshop sobre fanzines e debates. Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público, algumas delas com certificado de participação.

A História dos Quadrinhos no Brasil tem coordenadoria da pesquisadora em Artes Gráficas da PUC, Edilaine Correa, com curadoria de Jal e Gualberto Costa (criadores do Troféu HQMix) e apoio da Associação dos Cartunistas do Brasil e IMAG – Memorial das Artes Gráficas do Brasil.

Entre os convidados estão Fernando Gonsales, Laudo Ferreira, Alex Mir, Gilberto Maringoni, Sonia Luyten, Sidney Gusman e Caeto.

Confira a programação completa:

Exposição A História dos Quadrinhos no Brasil e Feira de Quadrinhos

2 de setembro a 3 de outubro, das 10h às 19h, no Saguão de Exposições

Palestra de abertura: Mercado de Trabalho para a área de Quadrinhos, com Jal e Gualberto Costa

2 de setembro, às 20h, no auditório Paulo VI – Anexo à Biblioteca

Encontro e autógrafos com autores de quadrinhos

Dia 9, às 19h

Benson Chin, Breno Ferreira, Leandro Luigi del Manto e Thiago A.M.S (Devir)

Dia 11, às 19h

Fernando Gonsales (Devir)

Dia 16, às 19h 

Gilberto Maringoni (Devir)

Dia 18, às 19h

Laudo Ferreira e Caeto (Devir e Peirópolis)

23 às 19h

Alex Mir (Peirópolis)

Oficina de fanzine de HQ

Dias 10, 17 e 24, das 19h30 às 20h30, com Gualberto Costa

Debates

Educação e HQ

Dia 19, às 20h, com Jal e Sonia Luyten, no auditório Paulo VI

Encerramento: O futuro das HQs no Brasil

Dia 3 de outubro, às 19h, com Gualberto Costa, Jal e Sidney Gusman, no Auditório Paulo VI

Mais informações: quadrinhosnapuc@bol.com.br

Mercado de Pulgas será Festival Guia dos Quadrinhos

Evento-FESTIVAL

Em 2008 surgia o evento Mercado de Pulgas, organizado por Edson Diogo, o criador do portal Guia dos Quadrinhos – um dos sites sobre HQs mais importantes do Brasil.

O evento tornou-se um dos favorito entre os nerds, não apenas porque em nenhum outro evento do Brasil é possível encontrar HQs raras à venda, mas também porque é um dos únicos eventos onde os leitores são capazes de conversar, trocar ideias e dar sugestões aos profissionais dos quadrinhos no Brasil. Assim, o Mercado de Pulgas virou uma grande reunião de amigos e pessoas que compartilham sua paixão por HQs, Mangás e Cultura Pop.

Editores da Panini, Abril, Mauricio de Sousa, HQM, JBC, Nova Sampa e várias outras já participaram do evento, assim como desenhistas e roteiristas da Disney; autores dos mais variados quadrinhos nacionais e importados e colecionadores lendários no mercado. Não é à toa que o Mercado de Pulgas já é considerado o evento nerd mais divertido do Brasil.

Apesar de o nome Mercado de Pulgas ter se popularizado entre os fãs de quadrinhos, não trazia nenhuma ligação com o site Guia dos Quadrinhos e causava confusão quando pesquisado na internet, devido à quantidade de eventos homônimos, mas com foco muito diferente.

Desde 2012, o evento também deixou de ser apenas um encontro para compra e venda de quadrinhos e incorporou palestras, sorteios, quizes e paineis de discussão entre suas atrações. Por isso, a partir de outubro, o Mercado de Pulgas passa a ser chamado de Festival Guia dos Quadrinhos, um nome mais adequado a um evento importante envolvendo Quadrinhos e Cultura Pop.

Para atender a pedidos de expositores e visitantes, este ano o evento será realizado em dois dias: 11 e 12 de outubro.
Além do tradicional salão de vendas e trocas de quadrinhos, mangás, DVDs, action figures e outros; o evento trará mais palestras e bate-papos com profissionais, maior participação de artistas nacionais e editoras; sessões de autógrafos; atividades especiais para crianças e um concurso de cosplay organizado pelo tradicional grupo Comics Cosplay BR.

Como nas últimas três edições, o evento será realizado na Associação Beneficente Osaka Naniwa Kai (Rua Domingos de Moraes, 1581 – Vila Mariana – São Paulo), mas – uma outra novidade – ocupará dois andares do edifício, em vez de apenas um.
Em breve a organização divulgará palestras, convidados, participantes e outras atrações. Um fotoclipe pode ser conferido aqui

Sobre o site Guia dos Quadrinhos:
Há 7 anos no ar, o site é o maior banco de dados sobre quadrinhos publicados no Brasil, com mais de 88 mil edições cadastradas e 40 mil membros. O Guia dos Quadrinhos também tem o maior acervo de capas de gibis, com mais de 40 mil imagens.

SERVIÇO:
Festival Guia dos Quadrinhos 2014 (antigo Mercado de Pulgas)
Datas: 11 e 12 de Outubro
Local: Associação Beneficente Osaka Naniwa Kai (Rua Domingos de Moraes, 1581 – Vila Mariana, a 100 metros do metrô
Organização: Guia dos Quadrinhos (www.guiadosquadrinhos.com)
Contato: festival@guiadosquadrinhos.com
Contate-nos para informações sobre como ser expositor ou patrocinador do evento

Crítica: Os Pioneiros no Estudo de Quadrinhos no Brasil

PioneirosEstudoHQ

O livro Os Pioneiros no Estudo de Quadrinhos no Brasil reúne depoimentos organizados por três especialistas que eu respeito e admiro: Waldomiro Vergueiro, Nobu Chinen e Paulo Ramos (do Blog dos Quadrinhos).

Esses depoimentos são verdadeiras declarações de amor aos Quadrinhos, feitos por seis professores: José Marques de Melo, Álvaro de Moya, Antonio Cagnin, Moacy Cirne, Sonia Luyten e Waldomiro Vergueiro, especialistas que enfrentaram preconceito na própria universidade quando se dedicaram ao estudo da narrativa sequencial. Foram os primeiros, mas não os únicos, a defenderem suas qualidades como objeto de arte e cultura.

Ao falarem em favor dos quadrinhos quando estes eram perseguidos e difamados, estes homens e mulheres tiveram um papel fundamental para nossa compreensão e interesse nas HQs, estimulando o estudo dos gibis como uma mídia especial. Foram carreiras dedicadas a estudar, apresentar e estimular a produção nacional das HQs. As. Os depoimentos são emocionantes, recheados de histórias pessoais que se confundem com a própria história dos Quadrinhos no Brasil.

O lançamento é da Editora Criativo e o livro é recomendadíssimo, em especial para a leitura de educadores, artistas e interessados em entender melhor nossa histórica ligação de amor com os gibis.

Marvel e o câncer de mama

Neste mês de outubro a Marvel participa do esforço do instituto Susan G. Komen for the Cure.

“Marvel se orgulha da parceria com Susan G. Komen for the Cure para apoiar seus esforços sem precedentes para aumentar a conscientização sobre o risco de câncer de mama para mulheres e homens”, disse Dan Buckley, editor e presidente das Divisões Animação de impressão, & Digital , Marvel Worldwide, Inc.
“Nós estamos em uma posição privilegiada para educar nossos fãs em todo o mundo e aumentar a consciência das formas de luta – e reduzir – este risco desta doença, utilizando nossos quadrinhos e presença online”
– completou.

Confira algumas capas desta campanha:

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2017