Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Tag: Quadrinho Nacional (Page 1 of 2)

AVEC Editora lança Desafiadores do Destino: Disputa por Controle, nova HQ de Felipe Castilho

A AVEC Editora acaba de lançar o álbum Desafiadores do Destino: Disputa por Controle, mais novo trabalho do escritor best-seller Felipe Castilho (A Ordem Vermelha: Filhos da Degradação) em parceria com o artista Mauro Fodra (Justiça Sideral) e da colorista Mariane Gusmão (Reparos de Brão Barbosa).

Na trama, as Ilhas Falkland estão mergulhadas em uma sangrenta disputa territorial entre dois reinos: Lemúria e Atlântida. Muitos inocentes já morreram ao longo do conflito, incluindo os gorgs, moradores originais do lugar.

Liderados pela misteriosa Lune Lefevre, uma equipe é montada às pressas: uma mulher indestrutível, um gênio excêntrico que usou o próprio cérebro em um experimento envolvendo autômatos, um meio-atlante bilionário e um homem treinado nas artes de combate de todas as tribos indígenas das Américas.

Do meio deste grupo improvável poderá surgir a solução para o fim do conflito ou o evento que desencadeará uma destruição muito maior que a disputa territorial.

Desafiadores do Destino: Disputa por Controle é uma aventura em que a magia de deuses antigos e monstros esquecidos encontra as engrenagens e autômatos de mentes muito à frente de seu tempo.

De acordo com o próprio autor e roteirista, a obra é uma homenagem aos livros clássicos de aventura (Vinte Mil Léguas Submarinas, Ilha do Tesouro) e aos quadrinhos de heróis, principalmente as superequipes. Ele adianta que a ideia central é do renomado quadrinhista Marcelo Campos (criador do personagem Quebra-Queixo) e do desenhista Ronaldo Barata (Sobrenatural Social Clube).

Desafiadores do Destino: Disputa por Controle está à venda nas principais livrarias do Brasil ou na loja online da AVEC Editora. O álbum tem 64 páginas coloridas, formato 19 x 28 cm e preço de R$ 39,90.

Veja um preview da obra (clique nas miniaturas para ampliar).

Agente Sommos, de Flavio Luiz, será lançada na CCXP 2018

O quadrinhista Flavio Luiz acaba de concluir seu mais recente trabalho, Agente Sommos e o Beliscão Atômico, com lançamento previsto para a CCXP 2018 (6 a 9 de dezembro), onde ele vai expor no Artists’ Alley, mesa F13.

O protagonista é uma versão tupiniquim, atrapalhada e setentista do agente secreto 007. A trama, garante o autor, é carregada de humor leve e nonsense, e não faltam referências aos “tempos áureos” da TV brasileira.

Pelo preview abaixo (clique nas imagens para ampliar), é possível notar que Flávio manteve o traço inspirado nos quadrinhos europeus, uma constante em seus trabalhos, como Aú o Capoeirista, O Cabra, Rota 66, Jayne Mastodonte e Histórias Paulistanas.

Agente Sommos e o Beliscão Atômico ganhou prefácio de Reinaldo Figueiredo, da trupe Casseta & Planeta, e posfácio de Ota, icônico editor da revista MAD no Brasil. O álbum tem 44 páginas, formato 21 x 29 cm, capa e miolo coloridos e preço de R$ 30.

Para mais informações e conhecer outros trabalho de Flavio Luiz, acesse o site.

ProAC Quadrinhos 2017 incentiva artistas iniciantes

proac

A principal novidade no edital do Programa de Ação Cultura (ProAC) Quadrinhos deste ano é a criação de dois módulos, Autores Estreantes e Não Estreantes, ausente em edições anteriores.

Com a mudança, metade dos 14 projetos selecionados para receber financiamento deverá ser de autores que nunca publicaram uma HQ antes. E dos sete projetos de cada módulo, quatro serão destinadas a autores residentes fora da capital do Estado.

Neste ano, houve incremento no número de projetos a serem apoiados, de 12 em 2016, para 14 em 2017, sendo R$ 40 mil destinados a cada um. Com isso, o investimento total do programa passou de R$ 480 mil no ano passado para R$ 560 mil neste ano.

O valor ainda fica abaixo dos anos de 2014 e 2015 (20 projetos, R$ 800 mil) e de 2013 (15 projetos, R$ 600 mil).

O prazo para entrega das HQs finalizadas permanece o mesmo das recentes edições do programa: 10 meses contados a partir da assinatura do contrato e recebimento da primeira parcela (70%), podendo ser prorrogado por dois meses.

Artistas interessados em buscar esse financiamento oferecido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, podem baixar o edital aqui. A inscrição deve ser feita vai até o dia 14 de agosto.

Escorpião de Prata, de Eloyr Pacheco, completa 10 anos

escorpiãodeprata

O personagem foi publicado pela primeira vez numa parceria com o quadrinhista Will, na revista Sideralman, em 2007. Para comemorar os 10 anos de publicação, o herói capoeirista estreia na plataforma de quadrinhos digitais Social Comics.

A estreia se dá com uma edição nova, que relembra a origem do personagem. Partes da história A Primeira Ronda do Escorpião, com roteiro de Eloyr Pacheco, arte de Carlos Nacci e capa de Rom Freire, foram publicadas em fanzines em 2009 e 2010, mas a conclusão continuava inédita até a atual edição.

Na trama, Toni e sua mãe encontram no sótão da casa o diário da avó, junto com o colar e o pingente de escorpião. Ao ler o diário, Toni considera que seu avô foi injustiçado, decide assumir a identidade de Escorpião de Prata e sai para as ruas da cidade para fazer o bem e, assim, limpar o nome do antepassado.

A partir dessa edição de estreia, as edições serão mensais, com 24 páginas e extras com galeria de arte, textos e comentários, making of da capa e biografia dos colaboradores. A galeria do número 1 traz arte de Spacca e de Hélcio Rogério, com cores de Rod Reis.

Trajetória

O Escorpião de Prata teve duas edições impressas em formato americano, publicadas por Eloyr: Escorpião de Prata e Escorpião de Prata Aventura + Humor. A primeira participou da seletiva do Festival Internacional de Angoulême, na França, em 2012. Também em edições impressas, em formatinho, o personagem esteve ao lado de Penitente, de Lorde Lobo, e Crânio, de Francinildo Sena.

Em edições digitais, protagonizou aventuras em conjunto com Raio Esmeralda, de Danilo Dias; Tatu-Man, de Bira Dantas; Ultrax, de E.C.Nickel; e Exú, de Lancelott Martins. Entre outras revistas, o Escorpião de Prata integrou também o mix da revista Tempestade Cerebral, publicada pelo quadrinista Alex Mir.

O personagem foi capa do Projeto Continuum  9, editada por Daniel Siqueira, Adriano Sapão e Rafael Tavares. Recentemente, integrou o elenco do mega encontro Protocolo: A Ordem, publicação coordenada por Elenildo Lopes, que ganhou o Troféu Angelo Agostini, como melhor lançamento independente de 2016.

Eloyr Pacheco foi editor das editoras Metal Pesado e da Brainstore. Publicou títulos como Sandman, Preacher, Monstro do Pântano, Hellblazer, Homem-Animal e Will Eisner´s Spirit Magazine no Brasil. Realizou projetos editoriais com José Mojica Marins, o Zé do Caixão; Marcelo Campos (Quebra-Queixo); Banda das Velhas Virgens e Instituto Ayrton Senna (Senninha). Ganhou várias vezes os troféus Angelo Agostini, Jayme Cortez e HQ Mix.

Editora Draco lança Space Opera em Quadrinhos na CCXP Tour Nordeste

spaceoperahq

A coletânea reúne oito HQs sobre raças alienígenas, intrigas políticas, naves, blasters e muita ação.

Com edição de Raphael Fernandes, as histórias foram produzidas por Jun Sugiyama, Tiago P. Zanetic, Larissa Palmieri, Luís Carlos Sousa, Rafael Levi, Alessio Esteves, Fernando Barone e Angelo Dias, e os desenhistas Kazuo Miyahara, Eder Santos, Rocher Knight, Braziliano, MJ Macedo, Carlos Sekko, Giovanni Pedroni e Ioannis Fiore, que também fez a capa.

O lançamento acontece na CCXP Tour: Recife (13 a 16 de abril) e contará com a presença de Raphael Fernandes na mesa F04 do Artists’s Alley.

Space Opera em Quadrinhos tem 160 páginas em preto e branco, formato 17 x 24 cm, capa cartonada, papel pólen e preço de R$ 39,90.

Troféu HQMix muda regra e abre inscrições

trofeuhqmix

Neste ano, a tradicional premiação mudou seu sistema, que agora contempla uma primeira fase de inscrições dos concorrentes. O formulário está no ar, e as inscrições devem ser feitas até o dia 28 de fevereiro.

Cada obra pode ser inscrita por editores, autores e produtores de quadrinhos em até duas categorias, ao preço de R$ 15. Há descontos progressivos: de 6 a 10 inscrições, o valor cai para R$ 12 por obra; acima de 10 inscrições, R$ 10 cada.

Os autores (roteirista, artista, colorista) das obras são automaticamente inscritos nas respectivas categorias, sem taxa adicional.

Os critérios continuam os mesmos: as HQs devem ter sido lançadas entre 1 de janeiro a 31 de dezembro do ano (2016), em território brasileiro e/ou organizadas por brasileiros, mesmo que no exterior.

A organização informa que o sistema de julgamento será anunciado após o término das inscrições, mas, pelo que dá para entender, os inscritos passarão por algum processo de avaliação, do qual resultarão até 10 selecionados por categoria. Daí em diante, segue o sistema tradicional de votação (só vota quem estiver inscrito no sistema do prêmio).

Como funcionava antes

Até 2015, uma comissão julgadora formada por profissionais dos quadrinhos selecionava os indicados para a cédula de votação com base em todas as obras lançadas no período. Os votantes podiam indicar obras que não fizessem parte da lista de indicados.

No ano passado, não houve comissão julgadora nem cédula com indicados, e os votantes tiveram que escolher entre todos os lançamentos do ano.

Para inscrições e mais detalhes, visite o link ou mande e-mail para suporte@hqmix.com.br.

33º Troféu Angelo Agostini 2017 anuncia vencedores

agostini2017

Veja quem são eles:

Melhor Desenhista: Mary Cagnin (Black Silence)

Melhor Roteirista: Alex Mir (Segundo Tempo, Ed. Draco)

Melhor Cartunista: Guabiras (Jornal O Povo – Fortaleza/CE)

Melhor Lançamento: Spectrus – Paralisia do Sono (Thiago Spyked , Ed. Crás)

Melhor Lançamento Independente: Protocolo: A Ordem (Elenildo Lopes, Thiago da Silva Mota, Ton Marx)

Melhor Web Quadrinho: Marco e seus amigos (Tako X e Alessandra Freitas)

Melhor Fanzine: Café Ilustrado (Thina Curtis e Fabi Menassi)

Prêmio Jayme Cortez: Ivan Freitas da Costa (Chiaroscuro Studios, CCXP)

Mestres do Quadrinho Nacional: Arthur Garcia, Gualberto Costa, Sérgio Graciano e Sidney L. Salustre

A cerimônia de entrega acontece no dia 28, a partir das 16h15, no Auditório da Biblioteca do Memorial da América Latina (ao lado da estação Barra Funda do Metrô).

Antes, o evento oferece a seguinte programação:

13h: Abertura do evento, da exposição Brasil-Argentina e do Espaço dos Independentes (estande da Comix), e lançamento do livro Sketchbook Custom Tributo a Rodolfo Zalla

13h30: Exibição do documentário Ao Mestre com Carinho, de Márcio Baraldi, sobre a vida e obra de Rodolfo Zalla, homenageado desta edição do prêmio

14h: Mesa redonda sobre quadrinhos argentinos

15h30: Sorteio de originais de diversos artistas

16h: Homenagem aos artistas falecidos em 2016

Preview de “Comunhão”, nova HQ de Felipe Folgosi

Comunhão1

Papo de Quadrinho teve acesso a oito páginas da nova história em quadrinhos do ator e roteirista Felipe Folgosi, Comunhão (veja galeria abaixo).

O projeto foi financiado pelos leitores em campanha no Catarse, em julho deste ano, e superou em 6% a meta de R$ 49.500.

Na trama, um grupo de corrida de aventura penetra no coração da Mata Atlântica para resolver uma rixa entre seus membros e provar quem é o melhor. O encontro com uma tribo perdida e um reverendo misterioso vai fazer com que eles precisem correr pela própria vida.

Leia entrevista exclusiva com o autor aqui.

Previsto para a CCXP (1 a 4 de dezembro), o lançamento de Comunhão precisou ser adiado para 2017. Mesmo assim, Felipe Folgosi estará todos os dias do evento no estande do Social Comics batendo papo com os leitores e autografando seu trabalho anterior, Aurora.

Clique nas páginas para ampliar:

Editora Draco faz chamada para nova antologia

hip-hop

Na Quebrada – Quadrinhos de Hip hop é a nova antologia em quadrinhos de autores nacionais que a Editora Draco prepara para o ano que vem. Quadrinhistas, duplas de criação e artistas solo têm até final de janeiro para inscrever seus trabalhos no processo de seleção.

A temática proposta pela HQ é uma mistura da cultura hip hop com elementos de fantasia urbana – histórias inspiradas nos grandes nomes do movimento (Racionais MCs, Negra Li, Ferréz) com influências fantásticas de obras como Sandman, Supernatural e Hellblazer, nas palavras do regulamento.

O estilo da narrativa é livre e a editora dará preferência à material inédito.

Com organização de Raphael Fernandes e Erick Santos, Na Quebrada – Quadrinhos de Hip hop terá seis histórias de 20 páginas cada, impressas em preto e branco.

Para mais informações sobre formatos, prazos e pagamentos, visite o regulamento na página da Draco.

“Gibi Quântico” 2 já está pronto

gibiquantico2

Uma produção dos alunos de Roteiros para Histórias em Quadrinhos da Quanta Academia de Artes, a segunda edição do Gibi Quântico chega com mais autores e mais histórias.

São 140 páginas de HQs inéditas, que ficaram sob edição de Airton Marinho. A arte da capa é de Jefferson Costa (La Dansarina). Dos 24 artistas envolvidos, somente seis participaram do volume anterior, o que torna a nova edição uma verdadeira exposição de novos talentos.

Veja quais são as histórias e seus autores:

Sorte para quem? – Paulo Biagioni (roteiro) e Guabiras (arte);

A resposta – Bruna Oliveira (roteiro) e Robert Yo (arte);

Sanatorium – Alessio Esteves (roteiro) e Doug Firmino (arte);

Timothy, o gigante – Everton Andrade (roteiro) e Humberto Kehdy (arte);

Pérolas – Jun Sugiyama (roteiro) e Pri Wii (arte);

Traumas – Lucas Souza (roteiro) e Eder Santos (arte);

Como sobreviver com um bumerangue no Outback – Fernando Barone (roteiro) e Rodrigo Martins dos Santos (arte);

Latrina – Tiago P. Zanetic (roteiro) e Dudu Torres (arte);

Brocker, o anão injustiçado – Airton Marinho (roteiro) e Fabricio Bohrer (arte);

Conexão urbana – Sabrina Paixão (roteiro) e Alexandre Arcangelo (arte);

Caminhos do Paraíso – Lucas Benetti (roteiro) e Clayton InLoco (arte);

Fio de Vento – Jujú Araujo (roteiro) e Akemy Hayashi (arte).

O lançamento do Gibi Quântico 2 acontece no dia 30 de julho, às 17h, na Quanta Academia de Artes (Rua Dr. José de Queirós Aranha, 246, Vila Mariana – São Paulo, SP), com presença dos autores.

A distribuição será gratuita, com a opção de “pague o quanto quiser”: ou seja, pode levar de graça, mas tem espaço para quem quiser colaborar. Mais informações pelo e-mail gibiquantico@gmail.com ou página do projeto no Facebook.

Page 1 of 2

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2018