Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Tag: Planeta dos Macacos

2017: O que vem por aí pela Novo Século

Impressiona a quantidade e qualidade de lançamentos da Novo Século neste ano. A editora anuncia HQs de vários estilos e gostos por meio de seu selo Geektopia, criado por ocasião da Bienal do Livro de SP do ano passado, e continua firme com as novelizações da Marvel.

Confira (alguns títulos ainda estão com o nome e inglês e capa original gringa):

Selo Geektopia

The few and the cursedOs poucos e os amaldiçoados, de Felipe Cagno e Fabiano Neves

O álbum, a ser lançado no final do ano, vai reunir as seis edições da série criada por Felipe e Fabiano. Duas já foram publicadas via Catarse (em 2015 e 2016) e as demais vão entrar em campanha de financiamento ao longo do ano (duas edições por campanha).

Em um mundo pós-apocalíptico, no qual 90% da água simplesmente desapareceu da noite para o dia, a humanidade teve que aprender a sobreviver às piores condições possíveis. Setenta anos já se passaram e os poucos que chegaram até ali mal se lembram do que é ter água em abundância. A Ruiva vaga de cidade em cidade caçando maldições e tesouros, sussurros quietos na calada da noite. Desde que a água desapareceu, a humanidade perdeu sua bússola moral; nada é mais crucial que a própria sobrevivência. Maldições, monstros e lendas voltam dos confins do inferno a cada novo pacto selado com o mundo de lá por alguém desesperado, e cabe a apenas uma pessoa balançar essa cadeia alimentar.

EscolhasEscolhas, de Felipe Cagno (roteiro), Cris Peter (cores) e Gustavo Borges (arte)

A HQ foi financiada por meio do Catarse em novembro de 2016 e está em fase final de produção. O lançamento da edição independente (capa cartonada) será simultâneo à da Novo Século (capa dura).

A graphic novel narra a história de João Humberto, simpático garotinho que cresce com um sonho impossível: se tornar o primeiro super-herói do mundo. A história se passa no mundo real, onde super-heróis estão na TV, nos cinemas e nos quadrinhos, mas não nas ruas. Desde garotinho, João Humberto alimenta o sonho de que tudo nessa vida é possível, até se tornar um super-herói. E é a busca deste sonho que influencia todas as escolhas de sua vida, desde o curso da faculdade até o primeiro emprego e seu primeiro amor.

 Alex + Ada_capa provisóriaAlex+Ada, de Jonathan Luna e Sarah Vaughn

Alex, um jovem que ainda está sofrendo após o fim de um relacionamento, passa muito do seu tempo deprimido e vivendo a mesma rotina, sem fazer muito esforço para mudar. Cansada de vê-lo infeliz, sua avó lhe dá de presente de aniversário uma Tanaka X-5 – a mais recente e avançada tecnologia em androides para companhia, com capacidade para interação humana inteligente.

Batizada por ele de Ada, a androide não possui consciência, por questões de segurança, e seu comportamento “robótico” demais começa a incomodar Alex. Então ele se vê frente a um dilema: seria melhor se Ada tivesse o livre-arbítrio ou isso seria arriscado demais?

YouYou, de Austin Grossman

Quando Russell se junta à Black Arts, empresa de games idealizada por dois designers visionários que já foram seus amigos mais próximos, depara-se com uma excêntrica tripulação de nerds desafiando as fronteiras da tecnologia e do entretenimento. Russell finalmente parece ter encontrado um estímulo, depois de sucessivas insatisfações por caminhos mais convencionais. Mas o principal motivo que o leva até ali é saber o que aconteceu com Simon, seu amigo mais estranho e genial, que morreu em circunstâncias misteriosas logo após o sucesso da Black Arts.

Como o próximo e revolucionário lançamento da empresa é ameaçado por uma falha de software, Russell se encontra em uma corrida para salvar seu trabalho, o legado da Black Arts e as pessoas com quem ele cresceu. Quanto mais profundo escava, mais perigosos os obstáculos se apresentam – e logo Russell percebe que há muito mais em jogo.

Something newSomething New – Tales of a Makeshift Bride, de Lucy Knisley

Em 2010, Lucy e seu namorado de longa data, John, se separaram. Três longos e solitários anos mais tarde, John volta a Nova York, entra no apartamento de Lucy e pede sua mão. Esta não é essa história. É a história do que veio depois: o casamento.

Especialista em DIY (Faça Você Mesmo), Lucy ficou fascinada pela cultura americana do casamento – mas também meio que horrorizada por ela. E assim ela começou a planejar e executar seu adorável casamento DIY. Esta graphic novel – com quase 300 páginas de humor, desespero e juras de amor eterno – é a história de como Lucy construiu um celeiro, inventou um novo tipo de cabine fotográfica e conseguiu transformar um casamento em um dia chuvoso num feliz (embora enlameado) triunfo.

Back to the future untoldBack to The Future: Untold Tales and Alternate Timelines, de Bob Gale e John Barber

Os criadores e roteiristas de De Volta Para o Futuro retornam com contos inéditos das voltas e reviravoltas da linha do tempo que fez da franquia um fenômeno atemporal da cultura pop. Viaje de volta a 1985 e esteja lá quando Doc Brown e Marty McFly se encontram pela primeira vez, e depois saltam ainda mais no passado, para 1945, a fim de testemunharem o envolvimento de Doc no projeto supersecreto Manhattan. O encadernado reúne as cinco primeiras edições da série publicada pela IDW a partir de 2015.

Star Trek Planet of the ApesStar Trek/Planet of The Apes: The Primate Directive, de Scott Tipton, David Tipton e Rachael Stott

Star Trek representa a esperança da humanidade por um futuro melhor; Planeta dos Macacos é um olhar arrepiante para a queda da humanidade. Como esses mundos podem colidir? O que poderia fazer com que o Capitão Kirk e a tripulação da Enterprise se unissem ao Dr. Zaius para proteger a Cidade dos Macacos? E o que o coronel George tem a dizer sobre isso?

The cute girl networkThe Cute Girl Network, de Greg Means, Mk Reed e Joe FLOOD

Jane é nova na cidade. Quando derrapa de seu skate bem em frente ao carrinho de sopa de Jack, ela se vê concordando em sair com ele. Jane está empolgada com essa possível guinada em sua vida amorosa, mas acontece que Jack tem um histórico romântico um tanto manchado. Alertada pelo The Cute Girl Network – um grupo de informação partilhada entre as mulheres solteiras da cidade –, a pobre Jane está prestes a descobrir cada detalhe das desventuras passadas de Jack…

Friends with boysFriends With Boys, de Faith Erin Hicks

Friends With Boys conta a história de Maggie, uma menina comum, educada em casa pela mãe durante toda a sua vida, que se vê muito nervosa no momento de iniciar o ensino médio em uma escola pública. Para ajudá-la com seus novos desafios, a jovem contará com três irmãos mais velhos, dois novos amigos e a fantasma que a persegue aonde quer que vá desde criança e nunca fala nada.

Locke and keyLocke & Key, de Joe Hill e Gabriel Rodriguez

Os filhos de Rendell Locke – Tyler, Kinsey e Bode – tentam se recuperar de um ato de violência que atinge sua família mudando-se para a residência ancestral dos Locke, em Massachusetts, uma antiga e enorme mansão numa pequena península. Os irmãos enfrentarão os terríveis segredos da mansão Lovecraft, em que muitas portas têm chaves que as abrem para o mistério, o fantástico e o horror. O encadernado reúne as seis edições com o primeiro arco da série, Welcome to Lovecraft, publicado pela IDW em 2008.

Série Marvel Novo Século

Homem-Aranha_KravenHomem-Aranha: A Última Caçada de Kraven, de Neil Kleid

Nascido em uma rarefeita raça da aristocracia russa, Kraven perseguiu e matou todos os animais conhecidos pelo homem, se autodenominando o melhor caçador do mundo. Foi essa confiança que o levou a Nova York, anos atrás, em uma busca obsessiva para caçar o que ele considerava a maior presa da cidade: o Homem-Aranha.

Mas seu alvo lhe escapava sucessivamente, zombando dele todas as vezes. Agora, depois de anos de derrotas esmagadoras contra o lançador de teias, Kraven maquinou um último plano para superar o Homem-Aranha.

Homem de Ferro_Capa_Page_1Homem de Ferro: Extremis, de Marie Javins

O Homem de Ferro foi forjado por uma avançada tecnologia, mas agora essa mesma tecnologia de ponta ameaça condenar Tony Stark. Um perigoso terrorista ingeriu um vírus tecno-orgânico chamado Extremis, transformando-o em super-humano, uma verdadeira máquina de matar. Agora extremamente poderoso, mas levado à loucura pelos efeitos do vírus, a criatura Extremis parece incontrolável.

Para deter a voracidade psicótica deste louco, o Homem de Ferro deve enfrentar o vírus Extremis de frente, em uma batalha de vida ou morte que irá conduzir Tony Stark mais perto do que nunca à tênue linha que separa homem e máquina. Romance adaptado da graphic novel de Warren Ellis e Adi Granov, considerada uma das melhores histórias do Homem de Ferro já produzidas.

DemolidorDemolidor: O Homem Sem Medo, de Paul Crilley

Um pai cheio de culpa. Um mentor rigoroso. Uma paixão. O que motiva o Homem Sem Medo? Matt Murdock foi criado por um pai solteiro, um boxeador decadente que teve uma chance de fazer o certo – uma chance que lhe custou a própria vida. Insultado e atormentado por outras crianças, a vida de Matt é drasticamente alterada depois de ficar cego por causa de materiais radioativos enquanto salvava a vida de um homem idoso.

A recompensa? Uma vontade inabalável por justiça e uma inteligência aguçada. Sua história é de amor, dor, desapontamentos e força. Adaptação inédita dos quadrinhos de Frank Milller e John Romita Jr.

Capitão América Designios SombriosCapitão América: Desígnios Sombrios, de Stefan Petrucha

O Capitão América lutou contra soldados, terroristas e vilões de todos os tipos. Agora ele vai enfrentar um inimigo muito mais complicado: seu próprio corpo. Quando a S.H.I.E.L.D. descobre que o Capitão abriga um patógeno raro escondido em suas células por décadas, o maior medo do Sentinela da Liberdade se concretiza: até que o vírus possa ser curado, ele deverá ficar congelado.

Mas ele não irá sozinho. Anos atrás, o lendário inimigo do Capitão conseguiu o maior feito de sua carreira quando implantou sua mente em um clone do corpo de Steve Rogers – com vírus e tudo. Poderá o Capitão permanecer vivo tempo o bastante para capturar Caveira Vermelha e retornar ao seu pesadelo mais profundo?

Astonishing X-Men GiftedAstonishing X-Men Gifted, de Peter David

Os X-Men têm evoluído. Ciclope e Emma Frost reformam a equipe com o urgente objetivo de “surpreender” o mundo. Mas quando as últimas notícias sobre o gene mutante inesperadamente atingem as ondas de rádio, irão eles desviar-se dos novos planos antes mesmo de começarem? À medida que a ordem de “cura mutante” alcança níveis próximos do motim, os X-Men partem para um confronto direto com o enigmático Ord, com um inesperado aliado – e alguns adversários tão inesperados quanto.

Livro cobre mais de 50 anos de história de “O Planeta dos Macacos”

planetadosmacacos

Cinco décadas separam o livro Planeta dos Macacos (1963) do blockbuster Planeta dos Macacos: O Confronto (2014). Nesse meio tempo, o futuro distópico imaginado por Pierre Boulle ganhou vários filmes, virou série para TV, desenho animado, quadrinhos e muitos outros produtos da cultura pop.

Homem não entende nada! Arquivos Secretos do Planeta dos Macacos, de Saulo Adami, se propõe a contar toda essa história, e se autointitula “a mais completa obra” sobre o assunto.

O livro reúne entrevistas exclusivas com atores e técnicos, bastidores das produções para cinema e televisão, criação dos figurinos, a construção das cidades cenográficas e outras histórias inéditas.

ntre as curiosidades estão, por exemplo, entrevistas que o cineasta e colaborador Marco A. S. Freitas fez com Dedé Sant’Anna e Vitor Lustosa, respectivamente ator e argumentista da parodia nacional O Trapalhão no Planeta dos Macacos, e com Mike Serein, diretor de Fotografia de Planeta dos Macacos: O Confronto.

A obra é dividida em quatro partes. A primeira dedica-se à franquia cinematográfica clássica que teve origem no livro de Boulle, composta por cinco filmes-sequência: O Planeta dos Macacos (1968), De Volta ao Planeta dos Macacos (1970), Fuga do Planeta dos Macacos (1971), Conquista do Planeta dos Macacos (1972) e A Batalha no Planeta dos Macacos (1973).

A segunda parte resgata a histórias dos dois seriados de TV: Planeta dos Macacos (1974) e De Volta ao Planeta dos Macacos (1975). A seguinte aborda os livros de bolso, histórias em quadrinhos, vídeos e documentários, e a final, as novas versões de filmes, histórias em quadrinhos e livros lançados no início do século 21.

Homem não entende nada! é um lançamento da editora Estronho, tem 612 páginas e preço de R$ 79,90 (dá para comprar no site da editora 15% de desconto).

Para quem é de São Paulo, neste sábado (dia 3) tem bate-papo e sessão de autógrafos com Saulo Adami na loja Ugra Press (Rua Augusta, 1371 – loja 116), das 15h às 19h.

Papo de Quadrinho viu: Planeta dos Macacos – A Origem

Por Eduardo Marchiori

A convite da Fox, o Papo de Quadrinho assistiu ao filme numa sessão  exclusiva para profissionais de imprensa e traz as impressões sobre a produção, que resgata uma famosa franquia de cinema e TV. Sem spoilers, como manda a política do blog.

Se o leitor tem mais de 40, certamente vai se lembrar da emblemática cena de Charlton Heston cavalgando numa praia com metade da Estátua da Liberdade enterrada na areia.

Em 1968, o longa-metragem O Planeta dos Macacos mostrava um futuro apocalíptico da Terra, onde restaram poucos seres humanos e o planeta é dominado por uma raça de símios falantes. O filme gerou mais quatro continuações: De Volta ao Planeta dos Macacos (1970), A Fuga do Planeta dos Macacos (1971), A Conquista do Planeta dos Macacos (1972) e A Batalha do Planeta dos Macacos (1973).

A temática continuou despertando o interesse do público e, em 1974, a franquia ainda rendeu uma série de TV com 14 episódios e uma série animada com mais 13 episódios no ano seguinte. Vinte e seis anos depois, em 2001, o diretor Tim Burton ressuscitou a franquia e deu sua visão sombria sobre o primeiro longa-metragem, com Mark Wahlberg no papel principal. Apesar dessa longa trajetória, nenhum desses filmes contou o que aconteceu para que o futuro dominado pelos macacos acontecesse.

Planeta dos Macacos – A Origem, que estreia no Brasil dia 26 de agosto, vem para responder essas perguntas, e volta ao “passado” para revelar como tudo começou. James Franco interpreta o Dr. Will Rodman, um renomado cientista da empresa de engenharia genética Gen-Sys. Rodman está empenhado em descobrir a cura para o Mal de Alzheimer, doença que acometeu seu próprio pai, Charles (John Lithgow). Para isso, desenvolve um vírus benigno que regenera o tecido cerebral humano danificado e usa chimpanzés como cobaias.

Um dos experimentos foge do controle e, para evitar mais complicações, os cientistas são obrigados a sacrificar todas as cobaias. Uma delas, porém, estava grávida e deu à luz um pequeno chimpanzé que Rodman fica com pena de sacrificar e passa a criá-loem casa. Batizado como César, o pequeno macaco herdou o vírus de sua mãe e apresenta inteligência acima da média.

Um acidente leva César para longe da paz do seu lar e o coloca em cativeiro onde um cruel tratador (interpretado por Tom Felton, o Draco Malfoy, de Harry Potter) e outros macacos selvagens vão despertar nele um sentimento de revolta.

A homenagem dos roteiristas à antiga série fica por conta da rápida aparição de uma cobaia chamada Cornélia. Além disso, algumas brincadeiras são mostradas, como César imitando a clássica pose do Pensador de Rodin ou o anúncio do filme Fuga de Alcatraz durante a rebelião dos símios na ponte Golden Gate. Até mesmo King Kong é lembrado.

O filme usa a mesma tecnologia de Avatar para dar realismo às cenas com os macacos e ao ambiente em que eles aparecem. Diferentemente das produções anteriores, nas quais os atores usavam máscaras, esta versão utilizou a tecnologia de captura de movimentos e deu muito mais realismo às expressões de César, que transmite alma e sentimento apenas com o olhar. Com isso, o espectador é levado a se envolver com as situações injustas as quais o símio é submetido, criando um clima de tensão que vai do começo ao fim do filme.

É um ingresso num mundo selvagem onde impera a lei do mais forte, que nos leva a questionar se o mundo dos homens é tão diferente daquele dos primatas. Valores éticos são colocados em xeque nesta produção, que mostra o que acontece quando o homem brinca de ser Deus sem impor limites aos seus atos. Se Charles Darwin vivesse hoje, sua teoria da evolução seria invertida.

Eduardo Marchiori é jornalista, editor do blog “O X da Questão” e colaborador da revista Mundo dos Super-Heróis e do site Meu Herói.

O bicho vai pegar no novo Planeta dos Macacos

O mais recente trailer de Rise of the Planet of the Apes foi apresentado durante a San Diego Comic Con e tem cenas brutais da rebelião dos símios contra a raça humana.

O filme, que tem estreia marcada para 5 de agosto, inclusive no Brasil, mostra os fatos que antecedem o clássico de 1968 estrelado por Charlton Heston e que levaram ao domínio num futurístico Estados Unidos.

 

Planeta dos Macacos ganha HQ online antes do filme

A Boom Studios, em parceria com o estúdio Fox, vem publicando na Internet uma história que se situa antes dos acontecimentos do novo Rise of the Planet of the Apes, com estreia agendada nos cinemas para 5 de agosto.

O filme em si, dirigido por Rupert Wyatt, já é um prequel e antecipa os fatos mostrados no primeiro longa-metragem da franquia, O Planeta dos Macacos, de 1968, estrelado por Charlton Heston.

A trama vai mostrar como um grupo de cientistas realiza uma série de experiências genéticas em macacos; um deles, César, desenvolve uma inteligência acima do normal e lidera a rebelião contra os humanos, culminando na dominação do planeta.

A HQ online e gratuita se adianta ao filme ao explorar a captura dos macacos em seu habitat natural, com destaque para o líder do bando, Alpha, e sua companheira Bright Eyes.

Já foram publicadas cinco páginas, com atualização toda quarta-feira. Para acompanhar, clique aqui (em inglês).

Rise of the Planet of the Apes, a HQ, tem roteiro de Daryl Gregory e arte de Damian Couceiro e Tony Parker.

A Boom vem publicando uma nova HQ do Planeta dos Macacos desde abril deste ano, com roteiro do próprio Gregory. A franquia do cinema, que já gerou séries de TV e inúmeros outros produtos, foi adaptada pela primeira vez para os quadrinhos pela Marvel, em 1974.

Assista ao mais recente trailer do filme:

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2017