Caeto | Papo de Quadrinho
Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Tag: Caeto

2018: O que vem por aí pela WMF Martins Fontes

wmf1_bendis

Abrimos a tradicional prévia deste ano com os lançamentos anunciados pela WMF Martins Fontes.

Entre os poucas e boas novidades da editora para 2018, chama atenção o livro Words for Pictures: the Art and Business of Writing Comics and Graphic Novels (ainda sem título em português), de Brian Michael Bendis.

Como vocês sabem, Bendis foi um dos principais nomes da Marvel nas duas últimas décadas e pegou o mundo de surpresa ao anunciar sua partida para a concorrente DC Comics no final do ano passado.

No livro, publicado pela primeira vez em 2014, o roteirista revela suas técnicas e de outros autores para criar uma HQ de sucesso e apresenta todas as etapas de produção, da ideia original à arte final. Apresenta exemplos de roteiros, um glossário dos termos mais usados na indústria dos quadrinhos e alguns exercícios para praticar.

Vale lembrar que a WMF Martins Fontes foi responsável por trazer para o Brasil em 2014 o clássico e até então inédito How to Draw Comics in the Marvel Way, de John Buscema e Stan Lee.

Nori & Eu é outro bom lançamento da editora, esse nacional, com roteiro de Caeto (Dez Anos para o Fim do Mundo) e arte de Masanori. Confira na galeria abaixo alguns esboços exclusivos a que o Papo de Quadrinho teve acesso.

wmf2_democraciaPor fim, volta aos planos da WMF Democracia, anunciado anteriormente em 2016. Dos mesmos artistas de Logicomix, Alecos Papadatos e Annie Di Donna, e textos de Abraham Kawa, a trama tem início em 490 a. C., com Atenas em guerra. Através da história de vida do personagem Leander, o leitor acompanha fatos históricos anteriores àquela época e os acontecimentos que levaram ao surgimento da democracia.

 

 

Esboços exclusivos de Nori & Eu, de Caeto e Masanori (clique para ampliar)

Quadrinhos na Bienal do Livro SP: Companhia das Letras

Por meio do selo Quadrinhos na Cia, a Companhia das Letras reservou três lançamentos em quadrinhos para a Bienal do Livro de SP: dois nacionais e um estrangeiro. Confira:

magdacialetrasMagda, de Rapha Campos Rocha (114 páginas, R$ 44,90): do mesmo autor de Deus, Essa Gostosa, Magda conta a história de um ser ancestral que se escondeu na Terra. Um predador de milhares de anos que pode ter sido responsável por extinções do passado. Agora ele se apossou de Magda, numa relação de simbiose que acaba por criar um dos seres mais poderosos do planeta. E Magda está com fome. Esse é o ponto de partida para uma ficção cientifica que, segundo o autor, bebe na obra de clássicos como Moebius, Robert E. Howard e Milton Caniff. O resultado é um álbum ao mesmo tempo inesperado e violento, sensível e brutal.

DezanosCialetrasDez anos para o fim do mundo, de Caeto (176 páginas, R$ 54,90): Em Memória de elefante, Caeto criou uma das mais belas autobiografias do quadrinho nacional. Agora, ele retoma sua trajetória pessoal numa história sobre o passado, a família, o processo de amadurecimento e a arte. Preenchendo as lacunas do livro anterior, Caeto volta a infância, num retrato contundente sobre sua pré-adolescência, a paternidade e a vida adulta.

ReportagensCiaLetrasReportagens, de Joe Sacco (200 páginas, R$ 54,90): Joe Sacco tem se voltado cada vez mais aos quadrinhos curtos para relatar conflitos ao redor do globo. Reunidas pela primeira vez, essas pequenas reportagens mostram por que Sacco é um dos principais correspondentes de guerra dos nossos tempos. São histórias de refugiados africanos em Malta, de contrabandistas palestinos, de criminosos de guerra e de suas vítimas, de uma incursão com o exército americano no Iraque.

A Bienal do Livro de SP acontece de 26 de agosto a 4 de setembro, no Anhembi. Veja aqui como visitar o evento.

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2018