Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Tag: Batman

Ben Affleck viverá Batman no cinema

Ben-Affleck_1

O anúncio foi feito na noite de ontem (22) e desde então só se fala nisso nas redes sociais.

Ben Affleck será o novo Batman no cinema e vai contracenar com Henry Cavill no próximo filme do Superman, com estréia prevista para 17 de julho de 2015. A notícia de que os dois heróis se encontrariam foi dada durante a San Diego Comic Con, em julho.

O diretor Zack Snyder adianta que a trama não será baseada na graphic novel O Retorno do Cavaleiro das Trevas, de Fank Miller, e justifica a escolha: “Ben oferece uma contraponto interessante ao Superman de Henry. Ele tem a capacidade dramática para criar um personagem que é mais velho e mais esperto que Clark Kent e carrega as cicatrizes de um combatente do crime experiente, mas mantém o charme que o mundo vê no bilionário Bruce Wayne”.

A grita entre os fãs não foi pequena, apesar de as opiniões parecerem divididas. As principais críticas em relação a Affleck são a canastrice demonstrada em alguns filmes e, principalmente, o fato de ter vivido o herói cego Demolidor no filme de 2003.

Affleck, convenhamos, é um ator limitado, mas a bronca dos fãs é mais contra o filme do que sua interpretação de Matt Murdock/Demolidor. E ele vem construindo uma carreira respeitável como roteirista e diretor.

O resultado dessa escolha só poderá ser conferido daqui a dois anos. Até lá, qualquer coisa que se diga, contra ou a favor, é exercício de adivinhação – algo que os fãs de quadrinhos adoram fazer.

Grayson Earth One: websérie indie reconta origem do herói

grayson earth one

O nome já diz tudo. Dick Grayson é um dos heróis mais antigos da DC Comics. Foi o primeiro Robin (ajudante do Batman) e mais tarde assumiu a identidade de Asa Noturna.

Earth One é uma série recente de graphic novels da editora em que a origem de super-heróis clássicos é recontada. Já foram publicados dois volume: Superman e Batman.

Grayson Earth One, portanto, recria o surgimento do personagem. Só que não nos quadrinhos, mas em formato de uma websérie independente produzida por Hisonni Johnson e seu estúdio PS3 Productions.

Nesta nova versão, Dick Grayson não teve a mesma sorte de sua contraparte nos quadrinhos e nunca foi adotado e treinado pelo Batman. Nunca foi Robin. Em vez disso, precisou crescer sozinho entre as ruas de Gotham City e Blüdhaven, e terá que aprender por conta própria como se transformar num herói.

Nesse universo, a relação de Dick Grayson com personagens conhecidos – Helena Bertinelli (Caçadora), Barbara Gordon (Oráculo), Carrie Kelly (a Robin de O Cavaleiro das Trevas) e com o próprio Batman – será totalmente diferente.

Por que a mudança? Johnson responde: “Nós queríamos contar a história de personagens que adoramos, mas queríamos uma história que a audiência não pudesse prever o que vai acontecer com base no icônico material original”.

O primeiro episódio, com 16 minutos, já está disponível no Youtube desde o dia 1 de junho (veja abaixo, na íntegra). Por esta amostra, dá para notar que a série tem qualidade profissional (boa fotografia, edição, trilha sonora) sem perder o ar indie.

A concepção de Dick Grayson é interessante: um roqueiro tatuado que usa maquiagem, pinta as unhas, fuma e bebe. Ele acaba se envolvendo na investigação de uma série de garotas desaparecidas depois que Barbara Gordon é sequestrada. No confronto com a gangue responsável, recebe a ajuda nada amistosa de um certo Homem-Morcego.

A série está em busca de financiamento coletivo no site Indiegogo. Até a postagem desta nota, haviam sido arrecadados pouco menos de 3 mil dólares dos 40 mil necessários para cobrir os custos com figurinos, equipamentos, estúdio, locações, alimentação, efeitos especiais e pós-produção. O projeto não tem fins lucrativos.

Como acontece neste tipo de financiamento, os doadores recebem “prêmios” que vão de foto customizada até ter o nome atribuído a um personagem da série. A primeira temporada terá seis episódios.

Assista ao primeiro episódio completo de Grayson Earth One (em inglês, sem legendas)

Agradecimento ao amigo Jean Sinclair pela dica

Panini reprograma especiais de março

VINGADORES-VS.-X-MEN-0

Três lançamentos anunciados para este mês não chegaram às bancas e livrarias nas datas previstas.

Os encadernados Batman: O que aconteceu ao Cavaleiro das Trevas, escrito por Neil Gaiman, e Batman DC Deluxe vol. 3 – Descanse em Paz, der Grant Morrison estavam programados para dia 15. A aguardada saga Vingadores vs. X-Men, que ganhou até spot de rádio e hotsite especial, para o dia 20.

Segundo a Panini, no caso das edições de luxo houve problemas com o embarque da Indonésia – onde este tipo de material é impresso para baratear o preço para o leitor brasileiro. A série com a saga da Marvel teve “atraso nas aprovações da edição brasileira”.

As novas datas de lançamentos são as seguintes: O que aconteceu… e Descanse em Paz, dia 28 de março; Vingadores vs. X-Men, 2 de abril. Esta última está disponível na Comix e na Devir, que já receberam os primeiros lotes.

Livro conta bastidores de “Batman: Feira da Fruta”

Entrei_na_Feira_Fruta

Muito antes que o conceito de “viral” fosse concebido, um vídeo recheado de palavrões espalhou-se pela internet. Batman: Feira da Fruta é uma versão hardcore do famoso seriado do Homem-Morcego dos anos 1960, dublado de forma caseira pelos amigos Fernando Pettinati e Antonio Camano em 1981.

Ao longo de todos esses anos, o vídeo com pouco mais de 20 minutos angariou milhares de fãs. Segundo os autores, a versão original conta mais de dois milhões de acessos.

A história por trás da gravação transformou-se no livro Entrei na Feira da Fruta, escrito por Pettinati e Camano, e com lançamento marcado para o dia 11 de abril.

Há depoimentos de fãs famosos da produção caseira, como Fernando Muylaert (SNLBrasil), Rogério Vilela (Mundo Canibal), o vlogger PC Siqueira, Rodrigo Fernandes (Jacaré Banguela), Bruno Sutter (Hermes e Renato) e Luka (DJ da 89 FM). O prefácio é do humorista Danilo Gentili, que inclusive entrevistou os autores em seu programa de TV Agora é Tarde.

Feira da Fruta ganhou até versão em quadrinhos. No ano passado, o ilustrador Eduardo Ferigato – artista da capa do livro – deu início à adaptação do vídeo numa HQ online e coletiva. Entre os muitos artistas participantes estão nomes como Mario Cau (Dom Casmurro), Cris Peter (Astronauta – Magnetar), Roger Cruz (X-Men: First Class) e Greg Tocchini (Uncanny X-Force).

O lançamento do dia 11 terá formato de festa, com sessão de autógrafos seguida de show da banda Fábrica Supersônica e participação especial do músico Odair Cabeça de Poeta – autor da música A Feira, utilizada por Pettinati e Camano na dublagem do seriado.

Entrei na Feira da Fruta é um lançamento da Usina de Ideia Editores, tem 120 páginas e preço de R$ 29,90.

LANÇAMENTO
Beco 203 (Rua: Augusta, 609 – São Paulo)
Data: 11 de abril
Horário: a partir das 21h
Preço: R$ 30 (com nome na lista, a entrada custa R$ 20 e dá direito a desconto na compra do livro no local: R$ 24)
Classificação: 18 anos
Informações: (11) 2339-0358 

Universo dos animes na Mundo dos Super-Heróis 40

Capa 40Fãs de desenhos animados japoneses de ontem e de hoje vão poder matar a saudade dos seus preferidos na edição da revista que chega nesta semana às bancas nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro – nas demais, a previsão é dia 6 de março.

O dossiê sobre animes era um pedido antigo dos leitores. A Mundo 40 faz um resumo de 45 deles e um panorama de sua exibição da década de 1960 até os dias de hoje.

Outras reportagens:

Cinema: o polêmico G.I. Joe Retaliação, que já teve adiamento da estreia e até morte nas filmagens;

Quadrinhos: continuação da série de reportagens Grandes Sagas Marvel, com destaque para a Saga do Infinito estrelada pelo supervilão Thanos; entrevista com o roteirista inglês Jamie Delano, que esteve no Brasil em outubro para lançar a edição brasileira de Nação Fora da Lei; linha do tempo do herói Nova, criado num fanzine por Marv Wolfman; perfil de Sergio Toppi, um dos mais importantes desenhistas da editora italiana Bonelli; detalhes do extingo Novo Universo Marvel, publicado a partir de 1985; Homem Justo, um obscuro super-herói brasileiro;

Action Figures: informações exclusivas sobre a coleção de miniaturas da Marvel pela Eaglemoss – mudanças na distribuição e novas coleções.

TV: a série The Flash, que teve apenas uma temporada, mas ainda é lembrada com carinho pelos fãs;

Home Video: Cavaleiro das Trevas – Parte 2, o segundo volume do desenho Thundercats e o longa Supergirl;

Crossmedia: os principais confrontos de Batman e Coringa nos quadrinhos, animações e cinema.

E mais as seções Peneira Pop (variedades e entrevistas), Recebemos (resenhas dos lançamentos) e Superleitores (cartas),

Mundo dos Super-Heróis 40 tem 100 páginas e preço de R$ 14,90.

2013: O que vem aí pela Panini (DC)

Entre os muitos títulos da DC previstos pela editora neste anos, estes são alguns dos já confirmados.

Livrarias

Justiça – Edição Definitiva: Relançamento da sensacional série em 12 partes produzida por Alex Ross, agora em formato de luxo e venda em livrarias. No Brasil, Justiça foi lançada entre 2007 e 2008 em edições mensais. O leitor deve lembrar da trama: os maiores supervilões da Terra decidem ocupar o lugar dos heróis como defensores da humanidade; para isso, seus antigos inimigos precisam desaparecer. Essa é cofre!

Superman Crônicas Vol. 3: Depois de um hiato de quase cinco anos, a Panini volta a publicar a série de encadernados de luxo do Homem de Aço – muito provavelmente motivada pela estreia do filme dirigido por Zack Snyder. O terceiro volume reúne histórias publicadas nas revistas Action Comics, Superman e The New York World’s Fair Comics na década de 1940.

Batman Deluxe Vol. 3- A Morte Do Batman: terceiro volume da coleção de encadernados de luxo estrelada pelo Homem-Morcego. As anteriores foram A Luva Negra e Batman e Filho, ambas em 2012.

Encadernados

Batman: O que aconteceu ao Cavaleiro das Trevas?: A principal atração deste encadernado com venda em bancas é a história em duas partes escritas por Neil Gaiman e publicadas nas revistas Batman 686 e Detective Comics 583, em 2009. O britânico faz um tributo ao Homem-Morcego na fase em que o personagem morreu depois da saga Crise Final. O nome adapta a antológica HQ que Alan Moore escreveu para o Superman antes da reformulação que se seguiu à Crise nas Infinitas Terras. Se copiar o formato publicado nos Estados Unidos, o encadernado traz ainda histórias mais antigas publicadas nas revistas Batman: Black & White e Secret Origins.

Bancas

Mantendo a promessa de publicar todas os 52 títulos do Restart da DC, a Panini vai colocar nas bancas os encadernados de Rapina & Columba (Gates Sterling e Rob Liefeld) e Legião dos Super-Heróis (Paul Levitz e Walt Simonson).

Veja o primeiro clipe de Batman: O Cavaleiro das Trevas – Parte 2

Quase três meses depois do primeiro trailer, a Warner acaba de liberar um clipe de um minuto de sua mais nova animação.

Batman: O Cavaleiro das Trevas adapta a minissérie dos anos 1980 criada por Frank Miller e Klaus Jason. A obra é considerada um divisor de águas na história dos quadrinhos de super-heróis e influenciou praticamente tudo que foi produzido sobre o Homem-Morcego nas décadas seguintes.

O desenho mantém uma fidelidade rara em relação ao original. Por isso, foi dividido em duas partes. A primeira, lançada nos Estados Unidos em setembro, chegou simultaneamente ao Brasil.

A segunda parte tem previsão de chegar às lojas norte-americanas no final deste mês.

Papo de Quadrinho elege os Melhores Filmes de 2012

Dando continuidade às listas de melhores de 2012, depois de quadrinhos vêm os filmes.

O ano que terminou foi excepcional para os fãs da sétima e da nona arte ao mesmo tempo. Algumas das melhores adaptações dos quadrinhos foram levadas à tela em 2012.

Não por acaso, os dois melhores filmes da nossa lista foram também os de maior bilheteria no ano: juntos, ultrapassam US$ 2,5 bilhões no mundo todo.

Do mesmo modo que a lista de quadrinhos, esta contempla apenas os filmes assistidos pelos editores; por isso, algumas ausências serão notadas, como O Hobbit, por exemplo.

Vamos a eles:

OS VINGADORES

Resultado de anos de planejamento, o filme dirigido por Joss Whedom é o ápice dos filmes solos de super-heróis sob o comando da Marvel Studios. Whedom conseguiu a proeza de dar ritmo e visibilidade individual a um filme de equipe e, dentro do possível, manteve-se fiel aos quadrinhos – não só na trama, mas também na linguagem. Um dos melhores filmes de super-heróis de todos os tempos.

Leia resenha completa aqui: http://revistaogrito.com/papodequadrinho/2012/04/20/critica-vingadores-e-o-melhor-filme-de-super-herois-de-todos-os-tempos/

BATMAN: O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE

Capítulo final da trilogia do Homem-Morcego dirigida por Chris Nolan e estrelada por Christian Bale. Na trama, o herói de Gotham City precisa enfrentar um novo e cruel inimigo, Bane, e salvar sua cidade da destruição. No processo, conhece a derrota, a falência e a morte. O filme tem a dupla vantagem de funcionar de forma isolada e também – principalmente – como epílogo de uma peça em três atos.

Leia resenha completa aqui: http://revistaogrito.com/papodequadrinho/2012/07/29/o-cavaleiro-das-trevas-ressurge-epilogo-de-uma-peca-em-tres-atos/

O SEGREDO DA CABANA

Joss Whedom brinca com todos os clichês dos filmes de terror para adolescentes – jovens despreocupados num lugar isolado que invocam uma antiga maldição – e dá uma nova cara ao gênero. Inteligente, criativo e até um pouco assustador, o filme converge para explicar de onde saem tantos monstros que assombram as telas do cinema.

 

LOOPER: ASSASSINOS DO FUTURO

Parece mais um filme sobre viagens no tempo, e é. Mas em vez de se perder em explicações pseudocientíficas ou éticas, o filme parte logo para a ação. Loopers são assassinos que eliminam, no presente, os desafetos da Máfia no futuro – quando a viagem no tempo foi descoberta. Só que os assassinos têm “prazo de validade” e chega um momento em que precisam dar cabo de suas próprias versões mais velhas. Quando uma delas foge do protocolo, muita coisa errada pode acontecer.

OS MERCENÁRIOS 2

Filme de ação com elenco e narrativa semelhantes ao cinema-porrada dos anos 1980. Nesta sequência, o grupo de mercenários liderado por Sylvester Stalone precisa recuperar uma arma roubada pelo vilão russo vivido por Jean Claude Van Dame. Tiros, explosões e humor estão garantidos. O único problema é que o filme tenta se levar um pouco mais a sério que o primeiro e perde um pouco de seu charme.

Veja o novo trailer de Batman: O Cavaleiro das Trevas

O site da MTV divulgou com exclusividade na manhã de hoje (10), o primeiro trailer da segunda parte do longa animado Batman: O Cavaleiro das Trevas (Batman: The Dark Knight Returns).

A primeira parte foi lançada em DVD e Blu-Ray nos Estados Unidos no última dia 25 (no Brasil, dia 6 de setembro, apenas em DVD). A animação adapta quase literalmente a minissérie em quatro partes produzida por Frank Miller e Klaus Janson em 1986.

Pelo que dá para perceber, o desenho vai continuar mantendo a fidelidade à HQ – apesar de ter amenizado ou eliminado passagens com algum indício de polêmica na primeira metade (leia nossa crítica aqui).

A previsão de lançamento é no início de 2013.

Get More:
MTV Shows

Papo de Quadrinho viu: Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte 1

Chega hoje (25) nas lojas dos Estados Unidos a tão aguardada animação Batman – The Dark Knight Returns Part 1, adaptada da antológica minissérie de 1986 escrita e desenhada por Frank Miller com arte-final de Klaus Janson.

Papo de Quadrinho teve acesso à versão brasileira do DVD, lançado pela Warner no dia 6, três semanas antes do mercado americano, e garante: os fãs não vão se decepcionar.

O desenho é uma adaptação quase literal, dentro do que se pode esperar da transposição de uma mídia para outra. Muitas cenas e diálogos foram extraídas com precisão do quadrinho original.

A questão da fidelidade é só a cereja do bolo. Independentemente dela, Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte 1 é diversão garantida. A animação tem ritmo, trilha sonora envolvente e ótimas cenas de ação – em particular os dois confrontos entre envelhecido Homem-Morcego e o líder da gangue Mutante.

Se há algum porém, é o fato de os produtores terem cedido à onda politicamente correto. Não há cenas do Comissário Gordon fumando, por exemplo, e a fala de um entrevistado foi alterada (na HQ, ele defende que Batman vá atrás dos “bichas”).

Enquanto nos Estados Unidos os fãs terão à disposição três formatos físicos – DVD simples, DVD duplo e Blu-Ray – e o download, por aqui a animação chega apenas em DVD simples, sem encarte nem tradução dos menus.

Esta primeira parte do desenho adapta as duas edições iniciais da minissérie em quadrinhos. Fica agora a expectativa para a segunda parte, prevista para o primeiro trimestre de 2013, e que deve concentrar as cenas mais impactantes: a perseguição da polícia ao Homem-Morcego, as atrocidades do insano Coringa e o titânico embate com Superman.

Entre os extras do DVD há um sneak peek da continuação, com artes conceituais e depoimentos dos produtores. É um alívio, especialmente porque a Warner Bros. anunciou no começo de agosto o fechamento da Warner Premiere, divisão responsável pelo lançamento de todas as animações da DC desde A Morte do Superman, em 2007.

O DVD simples de Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte 1 custa R$ 29,90.

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2017