Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Category: Miscelânea (Page 1 of 9)

Hellboy ganha exposição virtual

Os artistas que compõem o grupo Boteco da Justiça prepararam mais uma exposição virtual, desta vez para homenagear os 25 anos de Hellboy.

O personagem foi criado por Mike Mignola em 1993 e que já protagonizou diversas HQs, animações, livros, games e dois longas-metragens, com um reboot chegando aos cinemas no ano que vem.

A exposição está no ar desde o dia 5 de novembro e conta com mais de trinta artistas (veja amostra na galeria abaixo), que tiveram liberdade para retratar a “cria do inferno” em seus próprios estilos e em situações já vistas nas HQs ou inéditas.

A cada dia, duas novas artes são postadas nas páginas oficiais do Boteco da Justiça no Facebook e no Instagram.

Desde 2016, o Boteco da Justiça vem realizando exposições virtuais para homenagear criadores e personagens do mundo dos quadrinhos, sempre com a participação de desenhistas convidados.

Já foram homenageados The Spirit, Mortadelo & Salaminho, Os Perpétuos, Corrida Maluca, Tex/Bonelli, Superman 80 Anos e outros.

Clique nas miniaturas para ampliar a imagem

Adeus, Stan Lee… e obrigado!

Assim como milhões de pessoas no mundo todo, fui pego de surpresa pela notícia da morte de Stan Lee na tarde de hoje (12). Preferi não escrever um obituário ou biografia. Gente muito mais capacitada que eu já o fez ao longo do dia.

Em vez disso, optei por compartilhar – com quem se interessar – minha relação de leitor com Stan Lee.

Meu primeiro gibi da Marvel que tenho lembrança, cuja capa ilustra este post, foi Capitão América 5 (*), lançado pela Bloch em junho de 1975.

Para além da trama envolvente de Steve Englehart e da arte dinâmica de Sal Buscema, o que primeiro atraiu minha atenção foi a chamada “Stan Lee apresenta…” estampada no topo da primeira página – uma sacada que Roy Thomas adotou em todas HQs da Marvel depois que se tornou editor-chefe.

Ao mesmo tempo em que eu pensava “Quem é esse cara?”, minha imaginação de sete anos de idade criava a figura mental de um chinês misterioso, que comandava todo aquele universo (devo ter associado com Bruce Lee. Vai entender cabeça de criança…).

Não me pergunte qual foi meu segundo gibi da Marvel. Ou o terceiro ou o quarto… não lembro. O que sei é que nesses mais de quarenta anos, li dezenas, talvez centenas, de histórias anteriores àquela do Garra Amarela, muitas delas escritas pelo próprio Stan Lee.

Li centenas, talvez milhares, de histórias, posteriores a ela, escritas por um sem-número de autores que levaram as cocriações de Lee aos mais diferentes mundos, universos, situações.

Estranho… Não dá pra dizer que a morte de Stan Lee era esperada. Nem que era inesperada. Ele estava com 95 anos, idade a que poucas pessoas chegam, ainda mais com tamanha vitalidade e lucidez.

Acontece que o peso da idade se fez sentir nos últimos anos, em especial depois da morte de Joan, sua companheira de toda vida. As notícias que chegavam sobre sua saúde depois disso não eram nada animadoras.

Fico repetindo a mim mesmo que Stan Lee viveu e morreu com dignidade, que atingiu um patamar que poucos artistas alcançaram, que ele viverá para sempre em seus personagens, que viu realizado o sonho de levar suas cocriações para o cinema, um projeto que ele perseguia desde a década de 1970.

Que ele viu a pequena editora que pilotava se transformar numa gigante do entretenimento. Viu seus personagens arrastarem milhões de pessoas para as salas de cinema e conquistar uma nova geração de fãs que, talvez, nunca sequer leram uma de suas HQs. Viu nascer uma geração que se apaixonou pela versão em pixels dos seus heróis da mesma forma que nós nos apaixonamos pela versão deles em papel barato…

Mas aí, lá do fundo, vem a premonição de uma saudade. Aquela angústia de saber que nunca mais veremos o verdadeiro Stan Lee em suas aparições matreiras nos filmes e séries. Nunca mais ouviremos suas frases espirituosas, nunca mais leremos uma entrevista inédita…

O que me confortou na tarde de hoje foi a grande quantidade de depoimentos já saudosos que li nas redes sociais. Roteiristas, artistas e jornalistas que admiro agradecendo a Lee pela inspiração na infância que, anos depois, influenciou na escolha da profissão. Amigos agradecendo a Lee por tê-los iniciado no hábito da leitura e, em alguns casos, até mesmo pela formação do seu caráter.

Então, olho para essa imagem aí de cima, lembro como tudo começou e meu coração fica apertado de novo. É simbólico que eu me despeça de Stan Lee com o mesmo gibi com que nos tornamos amigos…

No final das contas, acho que acabei me estendendo demais nesse adeus. Talvez, uma palavra bastasse… Excelsior!

(*) Há alguns anos, consegui reaver esta revista graças ao diligente esforço do amigo Roberto Guedes que garimpou um fac-símile para mim no Festival Guia dos Quadrinhos, e também ao amigo Ricardo Quartim, que em sua imensa generosidade se ofereceu para trocar minha cópia pela edição original de sua coleção. Aos dois, meu muito e sincero obrigado.

Por falta de tempo e disposição para vasculhar minha coleção atrás dessa HQ, optei por pegar a imagem da capa emprestada do site Guia dos Quadrinhos. Sei que o amigo Edson Diogo vai me perdoar.

Instituto HQ anuncia nova grade de cursos

 

ihq

Do press-release

Com quase 20 de anos de tradição no ensino da arte, o Instituto HQ já formou grandes ilustradores, coloristas e quadrinistas que hoje trabalham para o mercado norte-americano e europeu, em editoras como Marvel, DC, Titan, Image, Disney, Le Lombard (Bruxelas), e nacional – Abril, Maurício de Souza Produções e outros.

Agora, a escola anuncia novidades em seus cursos de férias, grade regular e reformulação pedagógica, e em seu departamento de comunicação, que estão mais modernos e em sintonia  com as necessidades do mercado editorial e de arte.

Entre as novidades estão:

  • Curso de Narrativa Visual por Laudo Ferreira Jr;
  • Técnicas em Pintura Digital, com Éber Evangelista;
  • Técnicas de Aquarela, Nanquim/Bico de Pena, Perspectiva, Anatomia, Desenho para Moda, Consultoria de Moda, Aptidão para Vestibular (para cursos que requeiram habilidades em desenho);
  • Colorização Digital, com Rod Fernandes (colorista da Editora Titan); e
  • Desenho Kids (crianças a partir de 9 anos)

Para os cursos de férias, foram anunciados:

  • Desenho para Tatuagem;
  • Grafitti;
  • Direitos Autorais para Artistas;
  • Como escrever personagens diversos nas HQs; e
  • Semiótica e linguagem dos quadrinhos, entre outros.

Entre palestras e workshops, o Instituto HQ vai oferecer

  • Representação Feminina nas HQs;
  • Dissecando a Linguagem Mangá;
  • Vertigo: A vertigem dos Quadrinhos Mainstream;
  • A História das Histórias em Quadrinhos; e
  • Os Negros nas Histórias em Quadrinhos – Representatividade e Resistência

O Instituto HQ estimula o aluno a ser bem-sucedido de acordo com seu interesse e foco na arte:  tanto para ser um profissional de alto nível, compatível com as exigências do mercado, como para desenvolver a linguagem artística e estimular a criatividade, promovendo o relaxamento mental da arte como terapia.

Atualmente o Instituto tem a coordenação de Klebs Junior e Alexandre Jubran. Klebs é Roteirista, ilustrador e quadrinhista formado em Comunicação Visual pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Atua no mercado nacional e internacional de quadrinhos desde 1987.  Foi ilustrador em jornais como Estado de São Paulo e Folha de São Paulo, entre outros, e ilustrou para revistas como Veja, Época, IstoÉ e Placar.

Klébs também Produziu ilustrações para o filme Castelo Ra-Tim-Bum, publicou quadrinhos nos Estados Unidos pelas editoras DC Comics, Marvel Comics, Malibu e Valiant, e lançou seus próprios personagens nas revistas brasileiras Metal Pesado e Brazilian Heavy Metal.

​Atualmente, é idealizador, professor e diretor no Instituto HQ, conselheiro do Museu de Artes Gráficas do Estado de São Paulo, colabora com o jornal Folha de São Paulo e, autor da graphic novel Pátria Armada, ganhadora do prêmio HQMIX de melhor minissérie (2016).

Alexandre Jubran é Ilustrador, quadrinhista e professor formado em Comunicação Visual pela FAAP, pós-graduado em História da Arte e Artes Plásticas, mestre em História da Arte, Cultura e Educação pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua no mercado nacional e internacional de quadrinho desde 1989 e é autor de livros sobre técnicas de desenho e ilustração, anatomia, concept art e arte digital, narrativa visual e quadrinhos.

Detentor de prêmios importantes na área, como a 1ª Bienal Internacional de Quadrinhos (1991); prêmio de melhor colorista no HQMIX (1998, 1999 e 2002); Prêmio Angelo Agostini de Melhor Arte Técnica (2003); Prêmio Internacional Infografia MALOFIEJ (2003 a 2005); Prêmio Abril de Jornalismo em Destaque Infografia (2002 a 2008); Prêmio Esso de Criação Gráfica (2008) e Prêmio Abril de Ilustração (2010). Além de coordenador e professor no Instituto HQ, é professor nas Universidade Presbiteriana Mackenzie e FAAP.

O Instituto HQ também oferece seu espaço para exposições, mostras, lançamentos, bate-papos, encontros e debates.

CCXP: Lançamentos em material escolar (Jandaia e Foroni)

Atualizado em 30.11 – 10h15

A Jandaia informa que vai apresentar em primeira mão na CCXP a nova linha de cadernos Star Wars: Rogue One. Confira as capas:

Há muito tempo os super-heróis estampam os mais diferentes tipos de material escolar. A novidade é as grandes fabricantes de cadernos passarem a expor seus produtos em eventos de cultura pop.

Novidade em termos, já que a Jandaia participa da CCXP pelo segundo ano consecutivo. De acordo com a empresa, os resultados positivos no ano passado levaram-na a eleger a CCXP como um dos principais eventos do seu cronograma de ações.

Nesse ano, a empresa terá um estande mais espaçoso para receber o público, que poderá comprar cadernos, agendas, blocos de anotações e gifts de personagens como Star Wars, Esquadrão Suicida, Batman vs. Superman, Mulher Maravilha e outros.

Veja algumas opções de capas (clique para ampliar):

Quem estreia na CCXP 2016 é outra grande fabricante nacional do setor, a Foroni. A empresa também vai comercializar cadernos da coleção 2017 em seu estande, das marcas Batman, Super Hero Girls e outras (clique nas imagens abaixo para ampliar).

A Foroni desenvolveu especialmente para a CCXP 2016 um sketchbook do Mario Bros. em edição limitada, com capa dura espumada, laminação fosca, costura e 144 folhas. O estande vai oferecer um backdrop do Mario para os visitantes tirarem suas fotos.

Amigos criam sistema de aluguel de quadrinhos

bibliotecanerd

Eric Grillo e Ygor Medrado são fãs e leitores de HQs. Como tal, conhecem a dificuldade de ter acesso a alguns títulos e de separar uma parte do orçamento para comprar gibis.

Em cima disso, tiveram uma ideia que chega a ser genial de tão simples: criar um sistema de locação de quadrinhos, a Biblioteca Nerd.

Funciona assim: o assinante paga uma pequena quantia por mês (R$ 25 no plano mensal; R$ 22,50 no trimestral e R$ 21 no semestral) e lê quantos quadrinhos quiser. O pagamento pode ser feito por Pay Pal no site, depósito bancário ou dinheiro vivo.

A retirada – e entrega, até uma semana depois – é feita em qualquer estação de metrô de São Paulo em dia e horário combinados. É como o Kindle Unlimited ou o Social Comics, só que com obras físicas. “Nossa ideia é prestar um serviço de fã para fã, mesmo”, diz Eric.

A Biblioteca Nerd entrou em funcionamento há menos de um mês, no dia 9 de julho, e já conta com alguns sócios.

O acervo ainda é pequeno, cerca de 50 títulos, e tende a aumentar com revistas indicadas pelos próprios assinantes.

A plataforma digital é bastante básica e tem muito espaço para melhorar – uma interface mais profissional, ficha técnica de cada publicação e um scan mais caprichado das capas ajudam.

Mas como toda boa ideia, a execução dessa também tende a evoluir com o passar do tempo e mais investimento – que deve vir com o aumento do número de assinantes.

A logística de retirada no metrô limita o alcance da iniciativa a leitores que moram na capital paulista, e os idealizadores estudam uma logística de atender outras regiões.

Outra restrição é o hábito que muitos leitores têm de adquirir e colecionar seus quadrinhos. Eric acredita que a crise fala mais alto: “Muitas pessoas não têm espaço para fazer coleção e se fossem comprar, gastariam mais de R$ 100 por mês. Na Biblioteca Nerd, com o valor de uma HQ você lê várias. Muitos colecionadores já assinaram com a gente”.

Quem quiser saber mais sobre o projeto pode visitar o site, a página no Facebook e o canal no Youtube, ou mandar um e-mail para fantasticabibliotecanerd@gmail.com. Interessados em vender HQs para o acervo da biblioteca podem entrar em contato pelos mesmos canais.

Taí uma boa ideia que pode dar muito certo. Fica aqui a torcida do Papo de Quadrinho.

Visa e Marvel produzem HQ sobre educação financeira

Visa-Marvel-GuardiõesDo Press-Release

Visa e Marvel lançaram o gibi educativo Guardiões da Galáxia: O Poderoso Plano de Rocket, que ensina princípios de finanças pessoais a leitores de todas as idades. De forma divertida e cativante, o gibi combina alguns dos super-heróis icônicos da Marvel e a expertise da Visa em educação financeira para apresentar aos leitores conceitos básicos de gestão financeira, tão importantes nos dias de hoje.

Considerado um item de colecionador, a HQ foi produzida em 16 idiomas. Em um enredo dinâmico, os personagens aprendem a importância de poupar e gerenciar suas finanças pessoais, ao mesmo tempo em que derrotam o diabólico Colecionador e os Insetos-Robô.

Esta é a segunda vez que a Marvel Comics e a Visa se unem para criar um gibi com foco em educação financeira. O primeiro, Os Vingadores: Salvando o Dia, foi lançado em 2012 em nove idiomas, e mais de 497 mil cópias foram distribuídas mundialmente.

Como parte de seu programa de educação financeira, o Finanças Práticas a Visa criou um conjunto de ferramentas educativas para ajudar a ensinar conceitos de gestão de finanças pessoais aos consumidores de todas as idades.  A empresa entende que ensinar conceitos deste tipo por meio do entretenimento educativo ou da gameficação, é uma forma eficaz de desmistificar um tópico complicado; a ideia é usar veículos cativantes e familiares – como videogames e gibis – para que os consumidores aprendam enquanto se divertem.

Além da versão impressa, Guardiões da Galáxia: O Poderoso Plano de Rocket está disponível gratuitamente em formato digital neste link. A HQ faz parte do Finanças Práticas, programa de educação financeira gratuito, premiado, testado e aprovado por professores e diversos outros públicos, atingindo milhões de pessoas no mundo todo a cada ano.

O programa foi lançado no Brasil em 2005 e está disponível hoje em 16 idiomas, em 42 países. No site do programa Finanças Práticas, educadores, pais e alunos têm acesso grátis a diversos recursos educativos, entre os quais, artigos sobre finanças pessoais, calculadoras, planos de aula entre outros recursos.

“Mansão Wayne” está de volta como podcast semanal

Mansão Wayne

A dica é do amigo Leonardo Vicente, que integra a equipe.

O site Mansão Wayne nasceu no ano 2000, numa iniciativa do grande fã do Homem-Morcego, Carlos Vázquez, e durou até 2007.

Agora, o Mansão Wayne volta em formato mais moderno e dinâmico: um podcast que aborda um tema diferente ligado ao Batman a cada semana. Na pauta, seu vasto universo de aliados e inimigos nos quadrinhos e demais mídias.

Carlos comanda a equipe que inclui, além do Leonardo Vicente, André Pansera, Roberto Segundo, Thiago Brancatelli e Vinícius Schiavini.

O podcast estreou no dia 5 e terá novos episódios lançados todas as quintas-feiras. Junto aos animados bate-papos, estarão os quadrinhos de Samuel Sajo (MAD) abordando o tema da semana.

Papo de Quadrinho visitou a Nostalgia Comics, em Birmingham

Moderno e vitoriano se confundem na paisagem de Birmingham

Uma das vantagens de visitar um país como a Inglaterra é a possibilidade de vivenciar o entretenimento e a Cultura Pop em sua forma mais organizada e destacada.

Em Birmingham, um dos berços da revolução industrial, cidade natal da banda Black Sabbath e dos estudos acadêmicos sobre subculturas, encontramos a segunda loja mais antiga da Inglaterra: a Nostalgia Comics.

Nostalgia Comics

Nostalgia, só no nome. A loja é moderna, ampla e com muitas novidades

Não se deixe enganar pelo nome. A Nostalgia & Comics é muito bem aparelhada, com todas as novidades da Cultura Pop. Num amplo espaço é possível encontrar o que há de mais interessante em termos de colecionáveis e quadrinhos.

Amplo espaço da Nostalgia: organização e atendimento nota 10

Amplo espaço da Nostalgia: organização e atendimento nota 10

A loja oferece os principais lançamentos em quadrinhos, action figures, pôsteres, camisetas, chaveiros, adesivos, acessórios etc. Depois de 40 minutos com o olhar preso olhando nas novidades em HQs, este editor se perdeu na loja tentando encontra um único ponto de destaque, mas foi impossível.

birmingham3

Espaço reservado aos ilustradores locais

Talvez esses destaques sejam as graphic novels (que na prática é o termo usado para todos os encadernados aqui). Quando se trata desse tipo de HQ, a Inglaterra tem uma relação muito especial e uma diversidade de lançamentos e material tão grande que é difícil localizar alguns itens sem ajuda de um funcionário, por mais organizada que seja a loja.

Dá para supor que a maioria dos quadrinhos lançados em linha (sejam ou não de super-heróis) se transformam em encadernados, além, claro, das edições especiais. Isso configura um modelo diferenciado na forma como as Bibliotecas oferecem quadrinhos para o público – isso será tema de outro post mais para frente.

 

birmingham2

Destaques e lançamentos que fizeram este editor se perder

birmingham5

O capricho nas fichas de catalogação diz muito sobre a loja

O segundo andar da Nostalgia Comics é dedicado aos quadrinhos mais antigos, principalmente aqueles de linha reunidos manualmente e vendidos em arcos fechados, prática idêntica à de sebos e de algumas lojas de São Paulo e Porto Alegre.

Esse capricho em organizar arcos de histórias em saquinhos plásticos facilita a procura. Mas se você não achar “aquela” HQ, basta falar com os proprietários. O atendimento é outro ponto alto da Nostalgia. Eles são solícitos, atenciosos, gentis, pacientes e prestativos. Até aceitaram gravar um vídeo curtinho especialmente para nossos leitores aqui no Brasil:

Os preços praticados pelas principais lojas de quadrinhos e colecionáveis no Reino Unido não são abusivos, mas a Nostalgia Comics é comumente elogiada por praticar preços um pouco mais baixos do que as concorrentes em alguns itens – talvez por não estar localizada na capital, Londres.

Sejam quais forem os motivos, valeu a visita! E fica aqui nossa dica para quem puder conhecer mais esse templo da Cultura Pop: um lugar para fazer amigos, ficar por dentro das novidades e lançamentos e levar o visitante falência – ou, se você não tiver dinheiro como nós, vai ficar mesmo é deprimido :-)

Programa HQ&Cia volta nesta semana, reformulado

HQeCia

Depois de alguns meses fora do ar, o programa HQ&Cia está de volta à programação allTV a partir do dia 25.

Reformulado, com nova roupagem e mais quadros, o semanal voltado ao universo dos quadrinhos e cultura pop tem novo dia e horário: todas as sextas-feiras, às 17h. Mais tarde, o vídeo fica disponível no Youtube.

Nessa nova temporada, o idealizador e apresentador César Freitas vai contar com a companhia de Cintia Assis (apresentadora e atriz) e Leonardo Vicente (HQManiacs). As novidades incluem quadros como “Do Que Você Sente Saudades”, que revisita séries, filmes e HQs que marcaram época; e “Adaptação”, que vai explorar as principais mudanças nas adaptações de quadrinhos para filmes, jogos, seriados e outras mídias.

O programa de reestreia apresenta entrevistas com os quadrinistas Will (Demetrius Dante) e Laudo Ferreira (Yeshuah). Entre os profissionais já confirmados para aparecer no HQ&Cia nas próximas semanas estão Allan Albuquerque (Volkan), Flávio Luiz (O Cabra e Aú, o Capoeirista), Rogério Saladino (Jambô Editora) e Paulo Maffia (editor dos quadrinhos Disney da Editora Abril).

O HQ&Cia nasceu em 2003 como o programa de rádio Trilha Sonora, da webrádio Fênix, voltada à comunidade brasileira no Japão. No ano seguinte, foi transformado num quadro do programa Em Cena, no antigo Canal de São Paulo (TVA), até que migrou para a allTV em 2006 onde foi exibido ininterruptamente até 2014.

Leilão Nerd em Londres

Já sonhou em adquirir um traje original de Star Trek usado por Leonard Nimoy, ou uma arma utilizada diretamente no set de Star Wars? Talvez um convite autografado por Sir Alec Guinness?20150909_175514
De repente pode ser o capacete original do Rocketeer ou quem sabe a roupa original do primeiro longa do Superman usada pelo Christopher Reeve?

Eis a sua grande chance!

Está chegando em Londres  no dia 23 de setembro no Odeon BFI Imax em Waterloo, um leilão imperdível para colecionadores e fãs abonados de todo mundo que sonham em adquirir itens icônicos da Cultura Pop para engordar suas coleções.

São mais de 450 peças originais como pôsteres originais autografados, trajes autênticos usados nos filmes, miniaturas, convites, material de produção, peças de cenário, etc, etc.

As franquias são inúmeras: Doctor Who, 007, Harry Potter, Star Wars, Battlestar Galactica, Star Trek, De Volta Para o Futuro, Indiana Jones, Senhor dos Anéis, Piratas do Caribe, O Sétimo Elemento, Juiz Dredd, Gladiator e até peças de filmes cult como Blade Runner – O Caçador de Androides, Monty Python, Rocketter e Inimigo Meu.

O material foi usado em mais de 150 filmes diferentes na TV e no cinema. Para participar do evento ao vivo é necessário pagar entrada, mas é possível dar um lance via internet no site do evento, ou pelo telefone.

Os lances iniciais apesar de caros para um mortal comum, abrem um leque de opções para todos os bolsos e todos os gostos. Fizemos um vídeo simples mas feliz, para registrar o evento (ali em cima), com os devidos pedidos de desculpa pelas condições técnicas ruins (já que ali não podíamos falar alto) de gravação. Mesmo assim, vale conferir.

Fique de olho no site – ou dê uma chegada lá – escolha sua franquia favorita e boas compras! Em tempo,a exposição de algumas peças fica aberta ao público até este dia 23 de setembro. Corra lá!

Page 1 of 9

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2018