Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Categoria: Mangá

2017: O que vem por aí pela Draco

Draco2017_Ryotiras

A Draco vem fazendo um excelente trabalho de descoberta e publicação de autores nacionais. A editora diz que vem neste ano com um ritmo ainda mais forte, com mais de 10 títulos programados apenas para o primeiro semestre.

Confira alguns lançamentos que o editor Raphael Fernandes adiantou para o Papo de Quadrinho:

Ryotiras – Um pouco de cada, de Ricardo Tokumoto (Ryot), inaugura a linha de humor da Draco. A coletânea reúne as últimas tiras do autor mineiro que ainda não haviam sido publicadas de forma impressa. A editora aidanta que o próximo lançamento da coleção de humor será uma coletânea de tiras de Raphael Salimena.

Space Opera em Quadrinhos: Reúne oito aventuras espaciais dos seguintes autores brasileiros: Jun Sugiyama, Kazuo Miyahara, Tiago P. Zanetic, Ioannis Fiore, Larissa Palmieri, Eder Santos, Luís Carlos Sousa, Rocher Knight, Rafael Levi, Braziliano, Alessio Esteves, MJ Macedo, Fernando Barone, Carlos Sekko, Angelo Dias e Giovanni Pedroni.

Fome dos Mortos: Outra coletânea, essa com 10 HQs com temática de zumbis. A ideia da editora é oferecer novas visões sobre os desmortos. Os autores são Jujú Araujo, Lillo Parra, Airton Marinho, Tiago P. Zanetic, Alex Mir, Raphael Fernandes, Doug Lira, Val Deir, Doc Goose, Victor Tchaba, Rafa Louzada, MJ Macedo e Felipe Coutinho. Previsão de lançamento: fevereiro.

Os Demônios da Goétia em Quadrinhos: terceira e última parte da coleção de horror cósmico composta por O Rei Amarelo em Quadrinhos e O Despertar de Cthulhu em Quadrinhos. A obra promete trazer o universo demoníaco com um tom visceral e perturbador usando apenas preto, branco e vermelho. As histórias ainda estão em processo de seleção, e a previsão de lançamento é no início do segundo semestre.

Outras duas antologias que estão em processo final de seleção e que devem sair ainda neste ano são Periferia Cyberpunk e Na Quebrada – Quadrinhos de Hip Hop.

Imaginários em Quadrinhos: O último volume da primeira série produzida pela Draco trará histórias de Kapel Furman, Airton Marinho, Tiago Palma, Marco ByM, Daniel Werneck, Osíris Junior, Roberta Grassi, Dani Martins, Kiko Garcia e Megaron Xavier.

Mangás: a editora vai ampliar a linha com o lançamento das primeiras edições de Starmind – Professor de Química do Mal, Japow e outros títulos anunciados em breve. Serão lançados também novos volumes de Tools Challenge, Zikas, QuackDracomics Shonen.

CCXP 2016: Lançamentos da JBC

 

ccxpjbc

Presente ao evento desde a primeira edição, em 2014, a JBC anunciou três lançamentos para a CCXP 2016.

The Ghost in The Shell: escrito e desenhado por Masamune Shirow, é um dos mangás mais famosos e cultuados do mundo. Já teve animação e, no ano que vem, vai virar filme estrelado por Scarlett Johansson.

A edição única especial da JBC terá formato 17 x 24 cm (maior que os mangás regulares publicados no Brasil), papel especial, sobrecapa e 352 páginas (R$ 64,90).

Saint Seiya – Cavaleiros do Zodíaco – Kanzenban: Série completa em 22 edições de luxo, com média de 240 páginas, formato 14 x 21 cm, papel especial, páginas coloridas e capa dura (R$ 64,90 cada edição).

Blame!: obra que projetou Tsutomu Nihei ao estrelato. Completa em 10 volumes (216 páginas cada), a série vem em papel especial e sobrecapa (R$ 23,90 cada edição). O autor estará no estande da JBC para autografar Blame! e também Knights of Sidonia, que a editora vem publicando no Brasil.

A CCXP 2016 acontece de 1 a 4 de dezembro no SP Expo (Antigo Centro de Exposições Imigrantes – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5).

Veja aqui informações sobre ingressos.

“Nijigahara Holograph” chega em novembro pela JBC

nijigahara-holograph

Entre os títulos que a JBC coloca nas bancas em novembro, chama atenção Nijigahara Holograph, de Inio Asano.

Publicada inicialmente em episódios na revista japonesa QuickJapan entre 2003 e 2005, só agora a história chega ao Brasil, em volume único.

A trama trata de eventos ocorridos onze anos antes, quando uma menina caiu num poço durante uma perigosa brincadeira com os colegas de classe.

O passado e presente dos envolvidos, todos alunos de uma escola, se entrelaçam intensamente e podem ter relação com o boato de um monstro que vive nos túneis sob a cidade.

Nijigahara Holograph tem 296 páginas e preço de R$ 24,90. A classificação etária é 18 anos e a previsão de chegada às bancas, dia 10 de novembro.

JBC anuncia lançamento de “Blame!” na CCXP

 

blame

Do Press-Release

Depois do sucesso de Knights of Sidonia, a JBC irá lançar Blame! (216 páginas, R$ 23,90), obra que transformou Tsutomu Nihei em um dos maiores mangakás da atualidade, na Comic Con Experience 2016 (1 a 4 de dezembro, em São Paulo).

Assim como nas aventuras de Nagate Tanikaze em sua batalha contra os Gaunas em Knights of Sidonia, o gênero escolhido por Tsutomu Nihei para Blame! também foi a ficção científica.

Usando como referência clássicos do cinema como Matrix e Alien – O Oitavo Passageiro, Nihei-sensei criou um ambiente claustrofóbico para contar a história de Killy, um aventureiro solitário que tem uma missão fundamental para o futuro da raça humana.

Com uma narrativa ágil e muita aventura, a trama se passa dentro de uma superestrutura vertical repleta de andares, escadarias, paredes de aço e até cavernas. É nela que Killy passa seus dias enfrentando criaturas sanguinárias e ciborgues assassinos para encontrar uma maneira de acessar a central de computadores local e tentar localizar a informação necessária para a sobrevivência da humanidade.

Publicado originalmente a partir de 1998 pela Editora Kodansha, Blame! foi encerrado com 10 volumes. No Brasil, a obra receberá tratamento especial pela JBC, com sobrecapa igual à original japonesa e páginas internas em papel Luxcream.

Nos dias 1, 2 e 3 de dezembro, Tsutomu Nihei estará na Comic Con Experience para promover o lançamento de Blame!, dar autógrafos e conversar com os fãs.

“Macbeth” chega em versão mangá pela Galera Record

macbethmanga

Do press-release

Um dos maiores clássicos sobre ambição e busca desmedida pelo poder, Macbeth (216 páginas R$ 39,90), de William Shakespeare, chega às livrarias neste mês em formato de mangá.

O livro é parte da série Mangá Shakespeare, lançada pela Galera (selo jovem do Grupo Editorial Record) desde 2011, e que reimagina as tramas escritas pelo bardo inglês em estilo dos quadrinhos japoneses.

Na obra adaptada por Richard Appignanesi, Macbeth é um guerreiro samurai vivendo num futuro pós-mutação nuclear. Depois que três bruxas profetizam que ele será rei, o protagonista se lança numa trajetória assassina com desfecho trágico.

O livro utiliza o texto original de Shakespeare, combinado com as ilustrações de Robert Deas. A tradução é do poeta Alexei Bueno.

Outras obras de Shakespeare que a Galera já publicou em versão mangá são Ricardo III, A tempestade, Hamlet, Romeu e Julieta e Sonho de uma noite de verão.

Quadrinhos na Bienal do Livro SP: Panini

A grande novidade da Panini para o evento literário é o primeiro volume do selo Millarworld, O Legado de Júpiter, anunciado na Comic Con Experience do ano passado.

Marvel e DC ganham alguns encadernados de luxo, e o selo de mangá anuncia dois lançamentos.

Pela Mauricio de Sousa Produções, a Panini lança um novo volume do selo Graphic MSP e um livrão com passagens da vida do criador da Turma da Mônica retratadas por vários autores nacionais. Confira:

Mauricio de Sousa

Veja detalhes aqui.

Millarwolrd

paninijupiterO Legado de Júpiter, de Mark Millar e Frank Quitely (140 páginas, capa dura, R$ 45): Chloe e Brandon são os filhos dos maiores heróis do mundo. Eles conseguem ficar à altura de seus pais? Era um tempo mais simples para os super-heróis, uma época em que, apesar das dificuldades, era fácil distinguir o objetivo principal dos heróis: o bem da comunidade. Hoje, o mundo mudou, novas crises o ameaçam e super seres diferentes cuidam dele. Entretanto, certos valores são difíceis de morrer… Edição original: Jupiter’s Legacy 1-5.

Marvel

paninixmenFabulosos X-Men – Destroçados, de Brian Bendis e Irving Bachalo (148 páginas, capa dura, R$ 28,90): De volta às aulas, os Fabulosos X-Men, que já sentiram na pele o que acontece quando seus poderes estão fora de controle, decidem que isso não pode se repetir. Um deles aprende que, após deixar a equipe, o mundo “lá fora” pode ser um lugar cruel; outro, por sua vez, aprende o que significa ser um x-man de verdade. Ciclope e Magneto finalmente acertam suas contas e um antigo membro da equipe se junta à SHIELD para vigiar os X-Men. Edição original: Uncanny X-Men 12-17.

paninidemolidorDemolidor – O Rei da Cozinha do Inferno, de Brian Bendis e Alex Maleev (Coleção Marvel Deluxe – 356 páginas, capa dura, R$ 99): O segredo mais obscuro de Matt Murdock vem à tona e ele trava uma batalha legal contra o veículo responsável pela bombástica revelação de sua identidade secreta como Demolidor. O Escritório de Advocacia Nelson & Murdock se torna o alvo perfeito, dentro e fora dos tribunais, para todos os vilões e patifes. A Cozinha do Inferno está em ebulição e o Homem Sem Medo terá de adotar uma nova e ousada postura para lidar com o submundo nova-iorquino. Edição original: Daredevil 41-50 e 56-60.

DC Comics

paninigothamGotham DPGC: Alvos Fáceis, de Ed Brubaker e Greg Rucka (292 páginas, capa dura, R$ 80): O Coringa está aterrorizando Gotham City na época de Natal e executando pessoas aleatoriamente com um rifle. E ninguém, do prefeito ao cidadão mais comum, está a salvo. A caçada começa, mas uma atitude desconcertante do Palhaço do Crime deixa todos perplexos. E ainda nesse volume: a história da garota que tem como trabalho ligar o batsinal; uma série de assassinatos que acaba chamando a atenção da Caçadora; e um velho caso que ameaça piorar a vida do detetive Harvey Bullock.

paninisuicidaEsquadrão Suicida: Chute na Cara, de Adam Glass, Federico Dallocchio e Clayton Henry (164 páginas, capa dura, R$ 29,90): Eles são supervilões recrutados em prisões e enviados em missões secretas e potencialmente mortais em troca de redução em suas penas. Nanobombas são instaladas em seus pescoços para mantê-los sob controle e cada um ali é inteiramente dispensável. Sua primeira missão consiste em enfrentar uma horda de sessenta mil pessoas completamente descontroladas. Primeiro arco da equipe no universo de Os Novos 52.

Planet Mangá

paniniyokaiYo-kai Watch 1, de Noriyuki Konishi (104 páginas, R$ 8,90. Acompanha adesivo exclusivo): Natham Adams era um estudante normal, que levava uma vida pacata até o dia em que acabou libertando um Yo-kai e ganhando um estranho objeto chamado Yo-kai Watch. Com ele, Natham passou a enxergar seres fantásticos normalmente invisíveis aos humanos, e resolveu fazer amizade com eles. Série mensal em andamento no Japão, onde tem 10 volumes publicados até o momento.

paniniajinAjin – Demi-Human 1, de Tsuina Miura e Gamon Sakurai (232 páginas, R$ 17,90): Kei Nagai está focado nos seus estudos para entrar em uma Faculdade de Medicina, e vive uma vida mediana com falsos amigos enquanto pensa apenas em como vencer na vida, até o dia em que descobre ser um Ajin, uma entidade imortal. Encurralado pela polícia e pela sociedade, que sai à sua caça para submetê-lo a experiências científicas, seu único aliado é Kai, um antigo amigo de infância com quem havia cortado relações. Série bimestral em andamento no Japão, com 8 volumes publicados até o momento.

Lançamentos da Editora Draco no Anime Friends

DracoAnimeF2016

Nesta semana (8), começa em São Paulo o Anime Friends, maior evento nacional especializado em mangás, animes e cultura pop japonesa.

A Editora Draco, que vem investindo em mangás produzidos no Brasil, reservou quatro lançamentos especialmente para o evento:

Dracomics Shonen vol. 1 (vários autores)

Coletânea com oito mangás do gênero shonen (para garotos adolescentes). Os temas passam por um menino cuja habilidade é mentir, um ônibus do além, um rei dos elementos, magos que manipulam a vida e a morte, um faroeste dominado pela física, uma caçada espiritual, um ladrão protegido pelo maneki neko e um torneio de luta entre contos de fada.

Quack vol. 2, de Kaji Pato

Continuação da saga dos atrapalhados heróis. Nesta aventura, eles caem nas mãos do terrível pirata do céu, Resmo.

Medieval – Contos de uma Era Fantástica (org. Ana Lúcia Merege e Eduardo Kasse)

Coletâneas de contos ambientados na Idade Média: Cruzadas, vikings, Espanha Mourisca, Oriente Médio, China e o Japão dos Samurais.

Boys Love – O mistério de Lyr, de Dana Guedes e Erick Sama

Mangá estilo yaoi (romance entre homens) sobre a improvável relação do solitário Julian e do maltrapilho Llyr.

Além do estande, a Draco fará uma apresentação no dia 9, sábado, às 17h, sobre os planos da editora para os mangás nacionais.

O Anime Friends acontece em dois finais de semana, de 8 a 10 e de 15 a 17, no Campo de Marte (Avenida Santos Dumont, 2241 – próximo ao Metrô Santana). Os ingressos podem ser comprados antecipadamente com desconto ou na porta do evento (detalhes e preços aqui).

“Boy’s Love”, da Draco, agora em mangá

boyslovehq

Depois de duas coletâneas de contos e uma light novel, a Editora Draco leva sua série Boy’s Love a outras paragens. A editora anunciou o lançamento do primeiro volume do mangá Boy’s Love em Quadrinhos.

Nas palavras da Draco, a HQ apresenta “casos que podem ser aconchegantes como um abraço esperado ou quentes como um beijo roubado. Amores que vêm do espaço ou fantasias que são mais palpáveis que as palavras podem expressar. A tensão de não entender o coração daquela pessoa especial, mesmo que ela não exista mais”.

As histórias são assinadas por Tanko Chan (que também organiza a coletânea e ilustra a capa), Rita Portugal, Talles Rodrigues, Márcio Moreira, Kurama-Chan, Yuu, F. Steffens, M. Steffens, Guilherme Smee, Ju Loyola, Blanxe e Raquel Sumeragi.

Boy’s Love em Quadrinhos tem 128 páginas, capa colorida, miolo preto e branco, formato 17 x 24 cm e preço de R$ 34,90. A loja virtual da Draco já está com o lançamento em pré-venda, com previsão de entrega no dia 21 de dezembro.

SUPER nº1 ganhará versão impressa

SuperCapa_800px

SUPER nº1  está ganhando uma versão impressa. A história tem roteiro de Douglas MCT, arte de Fabiano Ferreira, e é uma das várias produções impressas do Lamen, portal de webmangás nacionais que estreou em julho deste ano.

De 23 a 30 de novembro, o mangá está em pré-venda promocional, de 20 por apenas R$ 14,00, com frete grátis para todo o Brasil. E extras como um marcador e um card autografado, exclusivo dessa promoção. As revistas serão enviadas após a CCXP, ou poderão ser retiradas no próprio evento. A compra antecipada pode ser feita aqui.

SUPER nº1 foi criado e editado pelo selo Lamen e tem capa colorida cartonada, brochura, 14 x 19,2 cm, com 68 páginas em PB, recheado de extras!

Sinopse:
O garoto Edrik Everton sempre sonhou em se tornar um super-herói. Depois de passar por uma grande reviravolta na vida, ele faz de tudo para ingressar na Excelsior, uma escola onde ele poderá estudar e treinar para se tornar um SUPER, fazendo muitos amigos e inimigos pelo caminho.

Serviço:
Lançamento em São Paulo: 3 a 6 de dezembro, na CCXP 2015, mesa 31 do artist´s alley (São Paulo Expo Exhibition & Convention Center) e também no estande do Social Comics no dia 05/12, das 10h30 às 11h30.

Embalado pelo anime, “Parasyte” chega ao Brasil pela JBC

Parasyte-jbc

Em meio ao lançamento de tantos mangás bons neste ano – Terraformars, Éden, Planetes, Tokyo Ghoul – uma aposta da JBC se destaca: Parasyte, de  Hitoshi Iwaaki.

Publicada originalmente no Japão de 1988 a 1995, a história ganhou versão animada no ano passado pelo estúdio Madhouse – o que pode explicar a decisão da editora de trazer o material para o Brasil quase 30 anos depois.

Na trama, parasitas criados aparentemente com a missão de controlar os danos causados pela Humanidade ao meio ambiente, começam a controlar parte da população a partir da invasão do cérebro e a se alimentar de outras pessoas. No caso do jovem estudante Shinichi Izumi, algo inusitado acontece e o parasita se aloja em sua mão direita.

A partir daí, os dois seres passam a viver uma relação conflituosa, porém simbiótica, em que um precisa do outro para sobreviver. Não bastassem as complicações naturais dessa situação, Shinichi ainda precisa enfrentar outros humanos tomados por parasitas que o consideram uma aberração.

Parasyte chama atenção pelo contraste. Momentos hilários de Shinichi dialogando com a mão monstruosa e seus esforços para escondê-la intercalam-se com outros de terror, canibalismo e tensão. A arte de traços simples e limpos em nada denuncia o caráter sangrento da obra, e provoca ainda mais estranheza para o leitor.

O mangá foi lançado no Brasil em setembro, durante a Bienal do Rio de Janeiro, e já é possível encontrar até o volume 2 em bancas de jornal de algumas regiões. Se você é um leitor habitual de mangás, provavelmente não deixou passar em branco esse lançamento; se não o é, esta é uma boa oportunidade para se deixar seduzir pelo gênero.

Parasyte é composto de 10 volumes com média de 230 páginas cada, tem formato de 13,5 x 20,5 cm, papel offset e preço de R$ 16,90. A distribuição é setorizada, e a periodicidade, mensal. Recomendadíssimo!

Página 0 de 3

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2017