Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Categoria: DVD/Blu-Ray

2016: Os Independentes – O que vem por aí, por Marcio Baraldi

baraldi2016

Não é quadrinho, mas é sobre quadrinho. Melhor ainda, trata-se de um resgate da trajetória dos grandes mestres do quadrinho brasileiro. Então, tá valendo!

Seguindo a boa recepção do documentário sobre Rodolfo Zalla, Ao Mestre com Carinho, de 2012, o cartunista Marcio Baraldi lança dois projetos em DVD em 2016.

A Era de Ouro do Quadrinho Brasileiro vai se concentrar no trabalho de editoras como Taika, Edrel, GEP, Jotaesse e outras, no período dos anos 1960 e 70.

Entre os entrevistados estão Zalla, Primmagio Mantovi, Rubens Cordeiro, Rubens Luchetti, Diamantino, Gonçalo Jr. Ota, Getúlio Delphim, Paulo Hamasaki, os irmãos Fukue e Fernando Ikoma.

O outro é Sobrou alguma coisa no tinteiro?, documentário sobre Eugenio Colonnese. Para este projeto, Baraldi ouviu nomes como Zalla, Alvaro de Moya, Gonçalo Jr., Franco de Rosa, amigos e familiares de Colonnese.

Um resgate histórico que vale a pena ser prestigiado.

Papo de Quadrinho viu “Batman: Assault on Arkham”

assalutonarkham

A mais recente animação da Warner/DC, lançada diretamente em DVD e Blu-Ray neste mês nos Estados Unidos, é a primeira a se inspirar no universo dos videogames – no caso, na franquia Batman: Arkham.

Em termos cronológicos, a história se passa depois de Arkham: Origins, e mostra a investida do Esquadrão Suicida – grupo de vilões recrutado por Amanda Waller – ao manicômio para resgatar informações sigilosas roubadas pelo Charada. Nesse meio tempo, Batman corre contra o tempo para encontrar uma bomba suja plantada em Gotham City pelo Coringa.

Claro que um grupo desses não poderia funcionar, e dentro do Asilo Arkham as coisas fogem do controle, ainda mais quando cada vilão tem sua própria agenda e o Coringa entra na equação.

Batman: Assault on Arkham é uma animação de dois integrantes do Esquadrão Suicida: Pistoleiro e Arlequina. O primeiro faz o tipo vilão honrado, enquanto a outra rouba a cena com sua atitude desmiolada.

Não há reparos a fazer nem em relação à técnica – que felizmente abandonou o visual anime das últimas animações da DC –, muito menos quanto ao roteiro bem estruturado, dinâmico e com as ótimas cenas de ação em que Batman se envolve.

O que chama atenção é o caráter mais “adulto” do desenho. Não à toa, está sendo lançado com classificação PG-13 (impróprio para menores de 13 anos).

Algumas cenas de cabeças explodindo talvez até sejam mais comuns para as crianças de hoje do que eram antigamente. Mas em outras, especialmente as que envolvem o Coringa, há crueldade somada à violência. E o sexo casual entre dois personagens, se não chega a seja a ser explícito é bastante sugestivo.

Melhor assim. O anterior O Filho do Batman pecou não só pela trama fraca e meio sem sentido, mas principalmente pela trama piegas e infantiloide. Batman: Assault on Arkham, ao contrário, é um desenho feito por gente grande para gente grande.

Mercado de Pulgas será Festival Guia dos Quadrinhos

Evento-FESTIVAL

Em 2008 surgia o evento Mercado de Pulgas, organizado por Edson Diogo, o criador do portal Guia dos Quadrinhos – um dos sites sobre HQs mais importantes do Brasil.

O evento tornou-se um dos favorito entre os nerds, não apenas porque em nenhum outro evento do Brasil é possível encontrar HQs raras à venda, mas também porque é um dos únicos eventos onde os leitores são capazes de conversar, trocar ideias e dar sugestões aos profissionais dos quadrinhos no Brasil. Assim, o Mercado de Pulgas virou uma grande reunião de amigos e pessoas que compartilham sua paixão por HQs, Mangás e Cultura Pop.

Editores da Panini, Abril, Mauricio de Sousa, HQM, JBC, Nova Sampa e várias outras já participaram do evento, assim como desenhistas e roteiristas da Disney; autores dos mais variados quadrinhos nacionais e importados e colecionadores lendários no mercado. Não é à toa que o Mercado de Pulgas já é considerado o evento nerd mais divertido do Brasil.

Apesar de o nome Mercado de Pulgas ter se popularizado entre os fãs de quadrinhos, não trazia nenhuma ligação com o site Guia dos Quadrinhos e causava confusão quando pesquisado na internet, devido à quantidade de eventos homônimos, mas com foco muito diferente.

Desde 2012, o evento também deixou de ser apenas um encontro para compra e venda de quadrinhos e incorporou palestras, sorteios, quizes e paineis de discussão entre suas atrações. Por isso, a partir de outubro, o Mercado de Pulgas passa a ser chamado de Festival Guia dos Quadrinhos, um nome mais adequado a um evento importante envolvendo Quadrinhos e Cultura Pop.

Para atender a pedidos de expositores e visitantes, este ano o evento será realizado em dois dias: 11 e 12 de outubro.
Além do tradicional salão de vendas e trocas de quadrinhos, mangás, DVDs, action figures e outros; o evento trará mais palestras e bate-papos com profissionais, maior participação de artistas nacionais e editoras; sessões de autógrafos; atividades especiais para crianças e um concurso de cosplay organizado pelo tradicional grupo Comics Cosplay BR.

Como nas últimas três edições, o evento será realizado na Associação Beneficente Osaka Naniwa Kai (Rua Domingos de Moraes, 1581 – Vila Mariana – São Paulo), mas – uma outra novidade – ocupará dois andares do edifício, em vez de apenas um.
Em breve a organização divulgará palestras, convidados, participantes e outras atrações. Um fotoclipe pode ser conferido aqui

Sobre o site Guia dos Quadrinhos:
Há 7 anos no ar, o site é o maior banco de dados sobre quadrinhos publicados no Brasil, com mais de 88 mil edições cadastradas e 40 mil membros. O Guia dos Quadrinhos também tem o maior acervo de capas de gibis, com mais de 40 mil imagens.

SERVIÇO:
Festival Guia dos Quadrinhos 2014 (antigo Mercado de Pulgas)
Datas: 11 e 12 de Outubro
Local: Associação Beneficente Osaka Naniwa Kai (Rua Domingos de Moraes, 1581 – Vila Mariana, a 100 metros do metrô
Organização: Guia dos Quadrinhos (www.guiadosquadrinhos.com)
Contato: festival@guiadosquadrinhos.com
Contate-nos para informações sobre como ser expositor ou patrocinador do evento

Revista Mundo dos Super-Heróis: Capitão América está de volta

Capa-Mundo-53

A Mundo dos Super-Heróis53 traz um dossiê especial com os bastidores do filme Capitão América: O Soldado Invernal. A revista apresenta detalhes da trama e os comentários da equipe sobre a produção.
Além disso, explica a fundo o Soldado Invernal e o Falcão, os novos personagens do filme, além de muitas curiosidades sobre o próprio Sentinela da Liberdade.

Confira alguns destaques da edição:

Bate-papo com Ivo Milazzo
Grande autor de fumettis, o desenhista e escritor italiano fala de sua carreira e de Ken Parker, sua obra-prima, numa entrevista exclusiva.

Raros e valiosos
Descubra como funciona a venda de quadrinhos antigos e artes originais, um mercado que rende milhões de dólares todo ano.

Sucesso do diabo
A homenagens ao herói Hellboy, que completa 20 anos de existência

Grandes sagas DC
Os detalhes das sagas Quando os Mundos Colidem, Zero Hora, A Vingança do Submundo e A Noite Final, trabalhos em que a DC voltou a mostrar qualidade.

Toque de nostalgia
As estatuetas da coleção Classic Marvel Characters, com os maiores ícones da Marvel em suas primeiras versões.

Lançamento às cegas
O escritor Roberto Guedes comenta a trajetória do Demolidor, o herói do universo Marvel que completa 50 anos.

Heróis subversivos
O jornalista Maurício Muniz analisa o trabalho do britânico Warren Ellis na série Stormwatch.

Peneira POP
O relançamento de Ken Parker em cores, a cosplayer Gabriela Almeida como Gata Negra e os vídeos da internet protagonizando o Capitão América.

Serviço:
A Mundo dos Super-Heróis 53 chega às bancas em 24/3 em São Paulo capital e Rio de Janeiro capital. No restante do país, a revista será lançada nos dias seguintes.

Para assinar ligue (11) 3038-5050 ou 0800 8888 508 ou visite www.europanet.com.br/superheroi

Todo o conteúdo da Mundo dos Super-Heróis está a venda em www.europadigital.com.br. Assinantes têm acesso gratuito ao material.

 

Superman: 75 anos em 2 minutos

Superman75

O vídeo vem circulando na internet desde o último domingo (13).

Produzido por Zack Snyder e Bruce Timm – dois nomes fortes ligados à mitologia recente do Superman – a animação de dois minutos homenageia o primeiro e maior super-herói de todos os tempos. Superman completou 75 anos de publicação em 2013.

A homenagem incluir numerosas referências. “A ideia foi começar com Siegel e Shuster e terminar com Henry Cavil, passando pelos pontos altos e momentos icônicos entre eles”, disse Timm ao site EW.

De fato, há de tudo um pouco: os desenhos animados dos estúdios Fleischer nos anos 1940, a encarnação de George Reeves e, claro, a de Christopher Reeve, o desenho Superamigos, a morte do Superman nos quadrinhos, a série Reino do Amanhã e a fase atual Novos 52.

As cenas são embaladas por uma fusão do tema clássico do Superman criado por John Williams para o filme de 1978 e a trilha sonora de O Homem de Aço, de Hans Zimmer.

Para os fãs, uma das diversões é justamente identificar esses momentos durante a animação. E também aqueles que faltam.

As versões live action de Brandon Routh e Dean Cain, por exemplo, ficaram de fora. “As pessoas vão se indagar sobre isso: por que isto está na animação e isto não?”, comentou Timm. “Tivemos um monte de reuniões para discutir o que tinha que ser incluído, e o que seria legal estar, mas não era absolutamente essencial”.

Mesmo com algumas ausências caras a parte dos fãs, uma coisa é fato: impossível não adorar e se emocionar com esta homenagem.

O curta animado será exibido hoje (16) no canal Cartoon Network americano e incluído no Blu-Ray de O Homem de Aço, a ser lançado em novembro.

Crítica: DVD Homem de Ferro: A Batalha contra Ezekiel Stane

homem-de-ferro-a-batalha-contra-ezekiel-stane-dvd

Lançado nos Estados Unidos dia 16 de abril (dia 17, no Brasil) o novo longa animado da Marvel serviu como um aperitivo para o terceiro filme do herói no cinema (veja trailer abaixo).

Homem de Ferro: A Batalha contra Ezekiel Stane (Iron Man: Rise of Technovore) foi produzido diretamente em DVD pela Madhouse, estúdio japonês responsável pelos animes da Marvel exibidos na TV: Wolverine, X-Men, Blade e o próprio Iron Man.

Basedo no arco de histórias The Five Nightmares, publicado em 2008 na revista Iron Man 1 a 7 (no Brasil, Avante, Vingadores! 30 a 34, em 2009), o roteiro de Brandon Auman introduz pequenas mudanças.

Um ataque terrorista durante o lançamento do novo satélite da SHIELD construído pelas Indústrias Stark coloca o Homem de Ferro contra um oponente aparentemente invencível. A armadura vestida pelo jovem é muitas vezes mais avançada que a de Stark, tem componentes orgânicos e responde diretamente ao pensamento, a Technovore do título – que em parte lembra a tecnologia Extremis vista anteriormente nos quadrinhos e também no longa do cinema.

Enquanto tenta encontrar o inimigo e vingar seu amigo James Rhodes (o Máquina de Combate é dado como morto no ataque terrorista), o Homem de Ferro ainda precisa fugir da SHIELD, já que a agência o quer detido para prestar esclarecimentos sobre o atentando ao satélite.

Aí a Marvel aproveita para explorar o sucesso do filme Os Vingadores e introduz Gavião Arqueiro e Viúva Negra como os agentes que saem no encalço de Stark. Um inesperado aliado, o Justiceiro (dublado por Norman Reedus, o Daryl, de The Walking Dead), ajuda o Homem de Ferro a livrar-se dos seus perseguidores e continuar sua missão.

Assim como nos trabalhos anteriores da Madhouse para a Marvel, a qualidade técnica é impecável. Também reina a estética anime, seja na caracterização dos personagens seja nos longos períodos contemplativos – o que não chega a incomodar tanto como nas séries.

Depois que Stark descobre que o jovem terrorista é Ezekiel Stane, filho de seu antigo inimigo Obadiah Stane (o Monge de Ferro), a animação assume um ritmo alucinante que termina com a ameaça de monstro gigante, no melhor estilo dos animes clássicos.

Com mais este lançamento, a Marvel mostra que ainda não acertou a mão na produção dos longas animados como já faz no cinema e nas recentes séries de TV (Vingadores: Os Heróis Mais Poderosos da Terra e Ultimate Spider-Man).

Homem de Ferro: A Batalha contra Ezekiel Stane deve agradar principalmente os fãs de desenhos japoneses; para o público em geral, é uma boa diversão, mas nada além disso.

Com 90 minutos de duração, o DVD é um lançamento da Marvel Entertainment e Fox-Sony Pictures Home Entertainment, e já se encontra à venda nas lojas por R$ 39,90. Os extras trazem cenas de bastidores da produção e galeria de fotos.

Marvel lança animação dos Inumanos

inhumans

O DVD chegou às lojas dos Estados Unidos no último dia 23. Inhumans faz parte do selo Marvel Knights e segue o estilo conhecido como motion comics: os painéis dos quadrinhos originais ganham movimentos, efeitos, sons e diálogos (por isso muita gente compara a técnica à dos “desenhos desanimados” dos anos 1960).

A HQ animada, no caso, é uma minissérie em quatro partes publicada em 1998, com roteiro de Paul Jerkins e arte de Jae Lee. Na trama, o rei Raio Negro precisa impedir um ataque à cidade de Attilan ao mesmo tempo que lida com a ameaça interna de seu irmão, Maximus (veja trailer abaixo).

Pelo selo Marvel Knights já saíram os motion comics: Spider-Woman: Agent os SWORD, Iron Man: Extremis, Thor & Loki: Blood Brothers, Black Phanter e quatro arcos dos X-Men: Gifted, Dangerous, Thorn e Unstoppable.

Estão previstas ainda: Wolverine: Origin e Weapon X, Wolverine vs. Hulk e The Eternals. A produção é da Shout! Factory.

Trailer do novo desenho Superman: Unbound

Depois do excelente Batman: O Cavaleiro das Trevas, o próximo longa animado da Warner/DC é Superman: Unbond.

O desenho adapta o arco de histórias Brainiac, publicado em Action Comics 866 a870 em 2008, com roteiro de Geoff Johns e arte de Gary Frank.

Na história, Superman enfrenta o ataque do alienígena Brainiac contra a Terra e desencadeia os eventos que, mais tarde, culminaram no arco Nova Krypton.

No Brasil, as cinco partes de Brainiac foram publicadas um ano depois na revista Superman 80 e 81.

A pré-estreia acontece na convenção WonderCon, no final de março. Ainda não foi divulgada a data em que o desenho estará disponível em DVD, Blu-Ray e download (legal).

Veja o trailer:

Veja o primeiro clipe de Batman: O Cavaleiro das Trevas – Parte 2

Quase três meses depois do primeiro trailer, a Warner acaba de liberar um clipe de um minuto de sua mais nova animação.

Batman: O Cavaleiro das Trevas adapta a minissérie dos anos 1980 criada por Frank Miller e Klaus Jason. A obra é considerada um divisor de águas na história dos quadrinhos de super-heróis e influenciou praticamente tudo que foi produzido sobre o Homem-Morcego nas décadas seguintes.

O desenho mantém uma fidelidade rara em relação ao original. Por isso, foi dividido em duas partes. A primeira, lançada nos Estados Unidos em setembro, chegou simultaneamente ao Brasil.

A segunda parte tem previsão de chegar às lojas norte-americanas no final deste mês.

Battlestar Galactica em websérie

Quando estourou Star Wars no cinema no final da década de 1970, a Rede ABC exibiu uma série de TV para ganhar a audiência que voltava seu interesse para as batalhas espaciais.

Assim surgiu em 1978, Battlestar Galactica, uma série de TV de ficção científica com um conceito baseado em “Eram os Deus Astrounautas”, onde a Humanidade descendia de “tribos vindas das estrelas”.

Criada por Glen A. Larson, o mesmo que lançaria outros seriados de sucesso como “O Homem de Seis Milhões de Dólares”, “A Supermáquina”, “Magnum” e “Trovão Azul” a série conquistou sucesso mundial graças ao drama da história, efeitos especiais incríveis para a TV e personagens carismáticos.

Nos anos 1980, a serie voltou, curiosamente chamada de “Galactica 1980”, atualizando o drama da série original, mas sem alcançar o mesmo sucesso anterior, ficou esquecida até ganhar um remake em 2003.

Battlestar Galactica (remake), utiliza conceitos do seriado original, mas acrescenta ideias novas e interessantes.

Vamos à história:
A humanidade surgiu no planeta Kobol, em um passado longínquo.  Com o passar dos séculos, Kobol não pôde mais suportar a vida e os humanos, organizados em 13 tribos, tiveram que procurar outro planeta em outro sistema solar. Uma partiu antes e as 12 restantes seguiram juntas à procura de planetas habitáveis.

Depois de estarem instalados em novas colônias, a tecnologia das tribos avançou, até que foram criados os Cilônios, robos autoconscientes com inteligência artificial avançada, que ajudaram os planetas coloniais por muito tempo até que alguma coisa deu errada. Os Cilônios, ganharam consciência própria e se revoltaram contra seus criadores lançando a humanidade em uma guerra sangrenta.

A guerra durou anos e um armistício trouxe a paz às colônias humanas. Um truque Cilônio para por em prática um plano genocida que matou 12 bilhões de humanos, deixando como sobreviventes alguns poucos milhares.

A única nave de combate sobrevivente foi uma velha nave da frota, a Galactica, uma espécie de porta-aviões espacial – como a Argo (Yamato) – que reuniu outras naves civis e sob a liderança do Comandante Adama, guiou a humanidade pelo universo atrás da lendária 13ª tribo que havia deixado Kobol e se dirigido “a um planeta brilhante chamado Terra”.

A série começou em 2003, durou 4 temporadas e conquistou uma nova legião de fãs. Gerou dois longas especias além de um prelúdio chamado “Cáprica”.

Neste final de ano saiu uma websérie, Battlestar Galactica: Blood & Chrome um piloto de série para TV que não foi aprovado pelo canal SyFy por ser caro demais para produzir. Trata-se do prelúdio de Battlestar Galactica 2003, disponibilizado na Internet em websódios de sete a doze minutos.

Criada por Michael Taylor, a história acontece 40 anos antes da trama apresentada em Battlestar Galactica “2003”.

O cadete William Adama (Luke Pasqualino), que viria a ser o Capitão da Galactica é apenas um recém formado na Academia Colonial.  Por suas habilidades como piloto, foi designado para servir a bordo da mais nova nave de combate da frota: a Galactica.
Impetusoso, Adama se vê responsável por uma missão secreta que poderá mudar o rumo da guerra contra os cilônios.

Os webisódios são postados no canal SyFy, mas por alguma razão enigmática, só podem ser visto por um computador com  IP dos Estados unidos.
A boa notícia é que é simples driblar isso, apenas usando algum mascarador de IP online (existem dúzias na internet) ou algum plugin especial em seu navegador, como o anonymoX do Firefox.

Os vídeos estão em: http://www.syfy.com/bloodandchrome

Vale a pena conferir esse incrível drama espacial, repleto de grandes batalhas e efeitos especiais de primeira.

Página 0 de 3

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2017