A partir de hoje, Papo de Quadrinho passa a publicar uma série de notas com os lançamentos previstos pelas editoras e autores independentes de quadrinhos para 2016. A primeira delas é a WMF Martins Fontes, que vem brindando os leitores brasileiros com ótimos e premiados títulos do circuito internacional. Confira:

CV_UneVieChinoise.qxdUma Vida Chinesa – volumes 2 e 3: Depois de lançar o primeiro volume em 2015, a editora conclui a trilogia autobiográfica de Li Kunwu. Escrita em parceria com Philippe Ôtiê, a história mostra as transformações políticas, culturais e econômicas da China desde a ascensão de Mao Tsé-Tung ao poder, em 1949, até os dias de hoje. A narrativa em primeira pessoa dá um caráter humano ao turbilhão histórico por que passou o país mais populoso do mundo. O primeiro volume de Uma Vida Chinesa foi escolhido uma das Melhores HQs estrangeiras de 2015 pelo Papo de Quadrinho.

janeJane, a raposa e eu, de Isabelle Arsenault e Fanny Britt: A obra apresenta a história de uma menina que sofre bullying, por ser “gordinha”, e encontra refúgio nas páginas do livro Jane Eyre, de Charlotte Brontee. Mas ela precisa mais do que um personagem fictício para enxergar a si mesma como uma pessoa merecedora de risos e amizade.

LenaO barril mágico de Lena Finkle, de Anya Ulinich: Após 15 anos de casamento, Lena embarca numa onda de encontros via internet e recebe uma esclarecedora educação sobre amor, sexo e perdas. O título é uma referência a O Barril Mágico, de Bernard  Malamud.

democracyDemocracia, de Alecos Papadatos e Abraham Kawa: A história começa durante as guerras de Atenas, no ano de 490 d.C. Enquanto tenta encorajar seus companheiros de exército para lutar contra um inimigo mais poderoso, Leander reconta a própria vida e seu testemunho da passagem de um regime tirano para um novos sistema político.

Comentários