supermangold1

No final de março, a Eaglemoss, que comercializa as coleções de miniaturas da Marvel e DC no Brasil, anunciou em seu site a pré-venda de Superman Gold.

Integrante da série de figuras “especiais” da editora, essa miniatura de 15 cm de altura (contra os 9,5 cm das figuras regulares) representa uma estátua dourada do Superman com uma águia pousada no antebraço.

À medida que os consumidores começaram a receber a encomenda, acusaram a empresa de praticar “propaganda enganosa”. Na pré-venda, a peça foi anunciada como “miniatura de metal pintada à mão” – como, aliás, eram todas as demais da coleção até agora.

O que chegou à casa aos colecionadores, porém, foi uma figura mais leve, composta majoritariamente de resina. Pois é esta mesma versão que está à venda nas bancas de jornal de São Paulo desde a semana passada.

O comprador de banca pelo menos tem a vantagem de pegar a peça na mão e decidir se ela vale os R$ 75. Curiosamente, na revista que acompanha a miniatura, a Eaglemoss colou uma etiqueta sobre a informação original para ocultar que a peça seria de metal.

Superman Gold na comparação com a figura regular: maior e mais leve

Superman Gold na comparação com a figura regular: maior e mais leve

Justificativa

Às seguidas reclamações de quem embarcou na pré-venda pelo site, a Eaglemoss esclareceu por meio do seu SAC: “Informamos que todas as novas produções de especiais da DC Comics serão de material misto, com 20% de metal em sua composição. Essa é uma decisão global da DC Comics, que optou por materiais mais sustentáveis em suas miniaturas e todos os licenciados precisarão adequar sua produção a partir de agora”.

A decisão já vale para outras duas figuras especiais lançadas recentemente pela editora: Grodd e Bane, à venda no site.

A Eaglemoss colou uma etiqueta sobre a informação de que a peça seria feita de metal

A Eaglemoss colou uma etiqueta sobre a informação de que a peça seria feita de metal

Uma busca rápida no ReclameAqui indica que a Eaglemoss ofereceu duas soluções para o imbróglio do Superman Gold : a substituição da peça de resina por outra de metal ou a oferta de um vale-compras no valor de R$ 75 sem direito a troco, caso o consumidor opte por um produto de valor inferior.

Ao que tudo indica, as figuras regulares da Marvel e DC, e as especiais da Marvel, continuarão sendo fabricadas em metal, pelo menos até novo aviso em contrário – isto se a Eaglemoss avisar, já que, parece, a comunicação com os colecionadores não é o forte da empresa.

Sobre este assunto, vale a penar ler o artigo do colecionador Marcelo Fernandes.

Comentários