dois irmaos

A partir de hoje, Papo de Quadrinho dá início a uma série de postagens com os títulos em quadrinhos já planejados pelas principais editoras brasileiras para o ano que começa.

A primeira é a Quadrinhos na Cia, selo de quadrinhos da Companhia das Letras, que mantém um catálogo caprichado de HQs nacionais e estrangeiras.

Para março, está previsto o lançamento de Todo Bob Cuspe, que reúne as tiras estreladas pelo punk criado pelo cartunista Angeli. O encadernado deve seguir o mesmo modelo da republicação de Toda Rê Bordosa (2012): formato grande (19.50 x 26.50 cm) e capa dura.

Ainda na linha dos nacionais, sem data de lançamento, está Dois Irmãos, de Fábio Moon e Gabriel Bá. A obra adapta o livro de Milton Hatoum, de 2000, sobre dois gêmeos de família libanesa residente em Manaus. É o primeiro trabalho conjunto da dupla de irmãos desde Daytripper, de 2011.

Estão planejados três lançamentos internacionais, também sem previsão. Em Metamaus, Art Spielgman vai fundo no processo de criação de sua obra-prima, Maus, que continua bastante atual mais de 25 anos depois da primeira publicação.

Kill my mother, do premiado cartunista Jules Feiffer, prestes a completar 86 anos, é uma homenagem aos pulps e tiras que preencheram sua infância. Em clima de filme noir, a graphic novel é centrada em cinco mulheres ligadas pelo destino ao um detetive particular acabado e beberrão.

Por último, Marzi é a autobiografia em que a cartunista polonesa Marzena Sowa conta sua infância na década de 1980 por trás da Cortina de Ferro, antes do fim do comunismo na Polônia. A HQ estava prevista para sair em 2014.

Comentários