nemo

Não é de hoje que a editora vem fazendo um excelente trabalho marcado pela qualidade, diversidade e ousadia de seus títulos. Sem falar no investimento em produção nacional.

Neste ano, a Nemo mantém a estratégia com um amplo cardápio de lançamentos para todos os gostos e idades.

Pequenos Boule & Bill: edição especial da série belga que já vem sendo publicada pela editora. A história fechada A Festa dos Crepes (Laurence Gillot e José Luis Manuera) mostra os amigos ainda pequenos, e mistura elementos dos quadrinhos e dos livros infantis.

Wáluk: HQ espanhola de Emilio Ruiz e Ana Miralles. Impressa em formato horizontal, conta a história do filhote de urso polar abandonado pela mãe que se apega a um urso velho e mal-humorado.

Garfield: série com HQs inéditas da famosa criação de Jim Davis reunidas em três volumes.

Snoopy: série de novas HQs baseadas no traço e nas situações das tiras clássicas de Charles Schulz.

O Mundo de Edena: A Deusa: terceiro volume da série criada pelo mestre Moebius – as duas primeiras, Na Estrela e Os Jardins de Edena, já foram lançadas aqui pela Nemo. Nessa etapa, Atan reaparece já transformado em Atana após sua prolongada estada em Edena sem receber hormônios sintéticos.

Aâma: nova série de ficção científica do quadrinhista suíço Frederik Peeters. A trama se passa no futuro, quando Verloc Nim perde a memória e descobre que perdeu o trabalho, a família e os amigos desde que decidiu viver à margem de um mundo altamente tecnológico.

Safadas: coleção voltada para leitores adultos em que diferentes artistas expressaram livre e explicitamente suas fantasias em HQs eróticas. Serão publicados os quatro volume da série ao longo do ano: VerãoEncontrosLingerie Natal.

A Luta Contra Canudos: HQ nacional produzida por Daniel Esteves, Jozz e Akira Sanoki, reconta a destruição do povoado de Canudos pelo exército brasileiro num dos episódios mais marcantes de nossa História. O álbum é o primeiro de uma nova coleção da Nemo, História & Quadrinhos, que já conta com mais dois volumes em produção.

O editor Wellington Srbek garante que estão previstos mais títulos nacionais para o ano, e que vem muito mais coisa por aí além destes títulos já anunciados.

Comentários