Este ano vai marcar a primeira publicação estrangeira em quadrinhos da jovem editora. Até então, a Balão vinha se notabilizando pela aposta em autores nacionais.

A estreia acontece com Pobre Marinheiro (Poor Sailor), de Sammy Harkham. A HQ é inspirada no conto At Sea do escritor francês Guy de Maupasssant e vai fazer parte da Coleção Zug. A história fala dos problemas que ocorrem quando o direito de propriedade se sobrepõe à dor humana.

A Balão obviamente não abandou a produção nacional de quadrinhos. Pela mesma coleção, a editora lança, ainda no primeiro semestre, Mary, de Magno Costa (Matinê) e, no segundo semestre, mais um volume de tiras de Os Passarinhos, criação de Estevão Ribeiro.

Comentários