Revista O Grito!

Papo de Quadrinho — O Grito! Blogs – Quadrinhos

Crítica: Os Vingadores é o melhor filme de super-heróis de todos os tempos

Papo de Quadrinho assistiu ao filme a convite da Disney Brasil, numa sessão exclusiva para jornalistas, no último dia 20.

Em respeito aos leitores do blog, o texto abaixo não contém spoilers.

“E assim nasce uma das maiores equipes de super-heróis de todos os tempos! Poderosa! Imprevisível! Unidos por um acaso do destino, os Vingadores estão em ação e são as mais novas estrelas do Universo Marvel!”

Foi deste modo, ao mesmo tempo simples e grandiloquente, que Stan Lee apresentou os Vingadores para seus leitores em 1963. Foram necessários quase 50 anos para a superequipe ganhar um filme à altura da sua importância nos quadrinhos.  Valeu a pena esperar.

Os Vingadores, que estreia no próximo dia 27 no Brasil, é um dos projetos mais ambiciosos da história do cinema, maior até mesmo que Star Wars e Senhor dos Anéis. Diferentemente destes, não foi concebido como uma megassaga contada em uma ou mais trilogias; foi construído a partir de filmes solos dos personagens principais ao longo dos últimos anos.

A estrada para Os Vingadores começou a ser pavimentada em 2008, quando a Marvel readquiriu os direitos para cinema de seus principais personagens e passou a produzir ela mesma os filmes.

O primeiro foi Homem de Ferro, seguido por O Incrível Hulk (que consertou a monumental bobagem dirigida por Ang Lee anos antes). Em 2010, Homem de Ferro ganhou continuação e, em 2011, estrearam Thor e Capitão América – todos ótimos filmes.

É aí que reside a grandiosidade de Os Vingadores. Cada longa-metragem construiu parte da mitologia do grupo e foi entrelaçado a outro por meio de vários elementos dispersos nas tramas individuais. Coulson, por exemplo, o agente da SHIELD que vigia Tony Stark em Homem de Ferro, é o mesmo que investiga a queda do Mjolnir na Terra em Thor. As cenas pós-crédito, em que eram revelados os ganchos para o próximo filme, viraram uma obsessão entre os fãs.

Restava saber se a soma seria tão boa quanto as partes. A resposta é um categórico SIM. Os Vingadores é o melhor filme de super-heróis de todos os tempos, empatado com Superman (1978) e O Cavaleiro das Trevas (2008).

Livre do compromisso de apresentar as origens e motivações de cada super-herói, o roteiro de Os Vingadores parte logo para ação e é ela que predomina nos 142 minutos seguintes.

O Tesseract (também conhecido pelos leitores de quadrinhos como Cubo Cósmico) é roubado por Loki (Tom Hiddleston) de uma instalação da SHIELD. Aliado a alienígenas de outra dimensão, seu plano é abrir um portal para que a Terra seja invadida e ele possa governar o planeta ao mesmo tempo em que se vinga de seu irmão adotivo, Thor.

Imediatamente, o diretor da SHIELD, Nick Fury (Samuel L. Jackson) convoca as pessoas “especiais” que a agência de espionagem vinha monitorando há algum tempo.

De início, há um óbvio estranhamento entre os super-heróis. Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), um gênio milionário; Capitão América (Chris Evans), um soldado da 2ª Guerra; Thor (Chris Hemsworth), príncipe de um reino de outra dimensão; e Bruce Banner (Mark Ruffalo), brilhante cientista que carrega um monstro interior, têm, de fato, pouca coisa em comum.

Por conta disso, os confrontos de Vingador contra Vingador, tanto verbais como físicos, estão entre as melhores partes do filme. Um destes confrontos lembra a famosa luta de dois titãs na série em quadrinhos Vingadores vs. Defensores

Loki se aproveita da situação e potencializa os ressentimentos dos heróis. Um ataque ao porta-aviões da SHIELD e uma trágico acontecimento são a motivação para que os Vingadores passem a agir como uma equipe de verdade.

A decisão chega tarde demais. Loki tem tempo para abrir o portal e dá início à invasão dos Chitauri. As cenas de batalha que se seguem, em pleno coração de Nova York, são de tirar o fôlego.

O elenco está totalmente à vontade nos papéis, até mais que nos filmes solos.O mesmo vale para personagens que tiveram participação menor anteriormente: Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner).

Mark Ruffalo, em sua primeira atuação como Bruce Banner, se sai muito melhor que seus antecessores Eric Bana e Edward Norton. E Tom Hiddleston mantém a excelente atuação como Loki – apesar de que sua maldade está bem menos sutil do que em Thor.

Joss Whedon tem uma direção segura e soube fazer um filme, acima de tudo, divertido. Mesmo quando apela para o mais puro non sense, o humor em Vingadores é orgânico, inteligente.

O diretor também resolveu – muito bem – um dos maiores problemas de filmes (e gibis) que envolvem grupos: alguns dos personagens virarem meros figurantes de luxo. Não é o caso de Os Vingadores. Cada herói brilha igualmente, sem excessos ou omissões.

Assim como aconteceu nos filmes individuais, Os Vingadores mistura elementos das versões clássicas dos quadrinhos com o Universo Ultimate. Além do visual dos heróis, deste último saíram os Chitauri – porém sem os poderes transmorfos. Da fase clássica, o filme rende homenagem à origem da equipe ao colocar Loki como o pivô da trama.

Os Vingadores é grandioso, empolgante, sensacional. É pura HQ, dos enquadramentos às cenas de ação. É gibi da melhor qualidade em live action. Um filme imperdível, um sonho de fã realizado. Mesmo os não iniciados encontrarão motivos de sobra para garantir a diversão no cinema.

E, claro, também este longa tem sua cena pós-crédito – que arrancou aplausos de uma sala cheia de jornalistas.

Comentários

Previous

Sai primeiro teaser do novo desenho do Batman

Next

Miniaturas da Marvel chegam a São Paulo e Paraná

36 Comments

  1. Bacana, Jota. Parabéns pela crítica. Vou ver de novo quando estrear. Esse filme merece!

  2. Emanuel

    Ótima crítica Jota!
    gosto muito do seus textos, continue assim
    e
    AVANTE VINGADORES! õ/

  3. rafaela

    bom texto.
    o melhor é que, você parece conhecer histórias em quadrinhos, seja no universo 616 ou no ultiverso..
    infelizmente, há muitos blogs e sites famosos que publicam críticas a partir do ponto de vista de jornalistas que jamais leram uma HQ.
    Parabéns
    dia 27 estarei atenta para não perder a estréia de Os Vingadores.

  4. Pablo Casado

    Uma excelente crítica de quem conhece muito bem o tema sobre o qual fala, diferentemente da ISTOÉ UMA VERGONHA…

  5. Leandro

    Li até o momento onde você disse que todos os filmes dos hérois eram ótimos filmes e olhe que eu engoli você dizendo que os filmes não eram uma construção para vingadores.

  6. Fabricio

    Ótimo texto. Não vejo a hora de ver esse filme. Se acertaram a mão, certamente será uma grande experiência. Salve a Nona Arte ou Sétima Arte?

  7. Karlos

    Não é melhor que TDK ou mesmo que o Superman de 78. E se você acha isso, então deve ser marveco

    Batman TDK e Vingadores (que deveria se chamar Supremos) são dois filmes com propostas diferentes.

    Batman é um drama com ação. Vingadores é um filme de ação com drama.

    Quem gosta de um roteiro mais elaborado curte mais TDK. Quem gosta do massaveísmo e porradaria vai preferir Vingadores

    • Não aceito o rótulo, Karlos. Sou jornalista, não marveco nem decenauta. Vejo, gosto e noticio coisas das duas editoras e das independentes também. O fato de os dois filmes terem propostas diferentes não impede que sejam comparados ou equiparados. São duas adaptações de personagens de quadrinhos, dois excelentes filmes. Abs.

  8. Liefeld Meio Cyborg (@Liefeld_doido)

    Discordo da matéria ao dizer que os três melhores filmes de heróis são Superman 78, Batman TDK e Vingadores.

    O melhor filme de heróis é esse (agora 3d)

  9. Jonas

    Fui na pré estreia com a mair honra para ver este filme, eu acompanhei cada momento desde quando disseram que iriam produzir este Mega Filme

  10. Marcelo Costa

    Ótima crítica do Jota, parabéns. É sempre um prazer ler os textos do grande Jota.

  11. Arthur Ribas

    Crítica excelente, assisti ontem o filme e fiquei muito impressionado, filme espetacular, sem mais palavras para descrever, dá vontade de assistir mais vezes sem parar.

  12. Karlos

    COM CERTEZA É O MELHOR FILME DE SUPER-HERÓIS DE TODOS OS TEMPOS!!!
    A MARVEL CAPRICHOU E NÃO DECEPCIONOU!!!
    SE O PRIMEIRO FOI ASSIM, IMAGINA O SEGUNDO!!!
    COMO SERIA SE A DC ESTIVESSE CAPRICHANDO TAMBÉM EM SEUS FILMES NÃO É?!!!
    ULTIMAMENTE O ÚNICO FILME QUE PRESTOU PRA ALGUMA COISA FOI O BATMAN!!!
    ESTAMOS NO AGUARDO DO SUPER-MAN QUE PROMETE SER UM EXCELENTE FILME!!! E QUEM SABE DAQUI A ALGUNS ANOS NÃO VEREMOS UM FILME DA LIGA DA JUSTIÇA!!! SERIA ÓTIMO!!!

    JOTA!!! ÓTIMA CRÍTICA!!! FOI A MELHOR E MAIS ELABORADA QUE LI!!! ANSIOSO PRA ASSISTIR DE NOVO!!!

    AGORA VAMOS ESPERAR QUE O ESPETACULAR HOMEM ARANHA SEJA ÓTIMO TAMBÉM…
    !!!
    ABRAÇO!!! VALEU

  13. Victor

    Que drama, Karlos? Esse filme é tão “feel-good” que a única pessoa relevante que morre… (editado para evitar spoilers). E comparar Vingadores com TDK é risível.

    Vingadores é um ótimo filme de super herói, já TDK é um ótimo filme.

  14. Liefeld Meio Cyborg

    Há alguns meses quando anunciaram o filme dos Vingaderos, eu realmente fiquei preocupado, pois, com exceção de X-Men 2, sempre que tentam reunir muitos personagens num filme, a coisa fede.Meu temor só aumentou depois de assistir ao filmes Homem de Ferro 2 (nem preciso comentar o lixo que é) e ao do Thor (meu personagem favorito dentro do universo Marvel), que, se não é uma bomba como Latrina Verde, Quarteto Fantárdigo, WolverEmo, HF 2 e Motoqueiro Mijão, mostrou-se um filme bem fraco, principalmente nos momentos Malhação entre a Paquita e a gostosa da Natalie Portman e nos momentos Power Rangers, quando a galerinha de Asgard desce à Terra para aprontar altas confusões.
    Depois veio o filme do Capitas e meu temor arrefeceu-se um pouco. Mas só um pouco, pois, se o filme não é ruim, também não é bom. É aquele tipo de filme bem mediano, que você assiste e diz “é…legal…”

    E eis que o dia 27 chegou…

    E, caralho!! Quando vi o Hulk arrebentando os aliens olhei para os céus e pensei “minhas preces nerds foram ouvidas, amanhã mesmo faço uma carteirinha do fã clube do Whedon para ficar ao lado da minha do fã clube do Nolan (que rezo para não ter de rasgar dia 27 de Julho)

    Caralho!! Caralho!!! Que filme foda… QUE FILME FODA!!!!!!Não é um foda estilo Batman TDK ou Amnésia, filmes com história profunda e roteiro que eleva o cinema à categoria de arte (como Watchmen faz com os quadrinhos). Não… É um foda no estilo: “Pague 25 contos pelo ingresso e nós prometemos diversão pura e empolgação em todas as cenas de ação”

    E o filme realmente cumpre a sua promessa. PUTA QUE PARIU!! O que é aquela cena do Hulk arrebentando o… (editado para evitar spoiler)!!??!! FODA, FODA!!

    E quando o… (editado para evitar spoiler) apareceu na metade dos créditos juro que eu derramei uma lágrima nerd. E o mais legal foi perceber que nessa cena somente aqueles que realmente amam quadrinhos aplaudiram e entenderam quem estava ali. Sim, esse meu comentário pode parecer meio estranho, mas desculpem esse velho nerd que sempre desejou ver seus personagens favoritos retratados de forma decente de forma a nos agradar tanto. Nós, que sempre somos subestimados como público em adaptações que visam a agradar a todos, mas que se esquecem que nós é que sempre sustentamos a indústria de quadrinhos e que tudo o que desejamos é ver os personagens que acompanhamos durante anos retratados na telona de maneira digna.

    Minha única crítica vai para o excesso de piadas. Mas nada que chegue a arranhar a maravilha que é esse filme.

    No final, só posso dizer que Vingadores é o ápice do bom massaveísmo. É filme de ação e aventura que não chama o espectador de burro (Transformers, alguém??) e entrega tudo o que prometeu: 2 horas de pura diversão e emoção. É filme que conseguiu transportar a linguagem dos quadrinhos para o cinema de forma magistral. Daquele tipo que não se leva a sério e nem pede que o espectador o leve a sério, mas que faz qualquer nerd velho, gordo e careca chorar de emoção.

    Minha nota final 9,5 por conta do excesso de piadinhas (e também porque a cueca verde que uso atarracada na bunda não me permite dar nota 10).

    Ps 1 – Reparem que o Loki usa a joia do infinito da mente no seu cajado.

    Ps 2 – Rezo para que São Nolan consiga dar um fim digno a trilogia Batman

    Ps 3 – Quero beijar os pés do Joss Whedon (sim, significa fudidamente!! e dicunforça!!)

    Ps 4 – ACORDEM EXECUTIVOS DA WARNER, PORQUE AGORA A ÁGUA BATEU NA BUNDA. (mas acho que gritar com macacos não adianta muito…)

  15. Valeu, “Liefeld”! É sempre bom ler esse tipo de empolgação nerd. Foi exatamente como me senti ao sair do cinema. Desculpe, mas tive que editar alguns spoilers no seu comentário. Espero que não se importe. Abraço!

  16. Cestinha

    Eu acho o seguinte: Vingadores é filme para se ver 1, no máximo 2 vezes, pois, depois da segunda, as piadinhas vão cansar e o filme vai ficar chato, pois metade do mesmo é feito de piadas

  17. Costinha

    Eu daria nota 10 ao filme se não tivesse aquele monte de piadinhas. A maioria não teve graça nenhuma. Tirando a porrada do Hulk … e quando ele arregaça o … (editado para evitar spoiler), as outras foram umas merdas. Quase todo mundo no cinema gargalhando mesmo com piadas nível Praça é Nossa (as pessoas riem até de Zorra Total, então dá para entender).Chegou um momento em que de 2 em 2 minutos eu pensava: lá vem outra piada. E vinha…Então comecei a pensar comigo mesmo: QUE MERDA DE FILME.Mas veio a cena de porradaria em NY e salvou tudo. Puta merda. A coisa mais empolgante que eu já vi no cinema. E QUASE SEM PIADINHAS, GRAÇAS AO BOM ODIN;Todavia, por conta desse monte de piadinhas idiotas o filme merece é um 8

  18. Respeito sua opinião, Costinha. Pessoalmente, gostei do humor no filme. Achei bem integrado, nada gratuito. Ah, editei parte do seu comentário para tirar os spoilers. Abs!

  19. Fabricio

    Enfim, assisti o filme ontem na versão 3D. O filme é muito bom. O roteiro é básico (invasão alienígena), porém, muito bem escrito e articulado. Um típico gibi marvel. Gostei bastante do filme, para quem já conhece os personagens fica fácil se perder tentando achar as tiradas que são inseridas no filme para reconhecimento. O hulk é o cara no filme. Homem de ferro é sensacional, como sempre. Vale cada real pago no ingresso. É esperar para que acertem a mão no próximo. Pois esse ficou espetacular.

  20. Daila Ataíde

    É maravilhoso o filme!
    Tem tudo o que espero em um filme: humor, defeitos nos mocinhos, briga entre eles, igualdade, ninguem ofusca ninguem!
    É sensacional!
    Há muito tempo que naum vejo um filme que realmente tem efeitos 3D. Vale a pena conferir!

  21. Cinéfilo recifense

    Cara, na boa, não achei esse filme essas coisas não… Pra falar a verdade, somente três partes do filme achei interessante: Hulk correndo atrás de todo mundo na “aeronave”, Hulk dando porrada no primeiro alien e a flecha que o vilão pegou do arqueiro verde e só. Piadas em excesso e praticamente todas sem graça, roteiro fraco e óbvio demais, brigas entre os hérois !! (não se conversam e tudo se resolve na porrada, lamentável!! ) pra mim foi uma mistura dos fracos x-men e superman o retorno de Bryan Singer. Quanto a classificação de estar entre os melhores filmes, também discordo e na minha opinião, o melhor até agora que eu vi foi TDK, roteiro muito bom e que te prende do início ao fim, e algo “pensante”… Abraços…

  22. marcus vinicius spinelli

    ai jota adorei a critica aproveitando que estou aki sera que depios do sucesso de os vingadores podemos esperal alguma resposta da dc comics como a liga da justiça ????

Deixe uma resposta

Papo de Quadrinho é um blog da Revista O Grito!. Todos os direitos reservados. © 2013–2018