Já há algum tempo que a Bahia vem ganhando representatividade no mercado de quadrinhos – estou falando aqui de novos talentos, não do consagrado trabalho do professor Antonio Cedraz, a Turma do Xaxado.

Lucas da Vila de Sant’Anna da Feira, de Marcelo Lima, Marcos Franco e Helcio Rogério, foi lançado em 2010. A biografia da figura história do interior da Bahia que viveu no início do século 19 foi premiada com o troféu Angelo Agostini e indicada ao HQ Mix.

Por ser a primeira vez que o título é apresentado fora da Bahia, está recebendo status de lançamento no Festival Internacional de Quadrinhos, aberto hoje (9),em Belo Horizonte.

A sessão de autógrafos acontece nos dias 10, quinta-feira, das 16 às 18 horas, e 12, sábado, das 14 às 16 horas, no estande do Quadro a Quadro/Xaxado.

Nos mesmos dias, horários e local acontece o lançamento da coletânea Antologia de Rabiscos de Desenho e Arte Contemporânea, uma seleção de trabalhos de jovens artistas baianos, do interior e da capital do Estado. O livro traz trabalhos coloridos e em preto e branco e tons de cinza, totalizando mais de 40 ilustrações. A capa é do veterano artista argentino Jorge Abel Galeano.

Lucas da Vila de Sant’Anna da Feira tem 48 páginas em preto e branco, formato 21 x28 cme preço de R$ 10. Rabiscos tem 100 páginas e preço de R$ 15. Quem comprar os dois no FIQ, paga R$ 20 e ganha um brinde.

Em comemoração ao segundo ano do grupo de quadrinhistas baianos Aurora Studios, será lançada, também no FIQ, a primeira edição da revista Aurora Comics com um apanhado das seis primeiras histórias publicadas no site (www.auroracomics.com).

O lançamento acontece hoje (9) e sábado (12), às 19h30, também no estande do Quadro a Quadro/Xaxado. Aurora 1 tem 144 páginas coloridas, formato americano e preço de R$ 35.

Comentários