Às vésperas da estreia da segunda temporada The Walking Dead – o seriado que alçou os zumbis de volta ao topo das listas nerds –, dia 16, nos Estados Unidos (e nos computadores do mundo todo), duas editoras presenteiam os fãs com lançamentos do gênero.

Depois de quase dois anos de espera, a HQM publicou, em julho deste ano, o quinto encadernado de Os Mortos Vivos, a série em quadrinhos na qual o seriado televisivo se baseia. Para este mês, a editora anuncia o sexto volume, Vida de Agonia, que reúne as edições originais 31 a36 publicadas nos Estados Unidos pela Image.

Na trama, Rick Grimes precisa enfrentar o sádico Governador na cidade de Woodbury, enquanto os demais sobreviventes continuam presos, sem saber do destino do líder do grupo.

A edição brasileira traz, como bônus, um posfácio escrito por Danilo Beyruth, criador de Necronauta – que, aliás, acaba de ter seu segundo volume lançado recentemente.

Os Mortos-Vivos 6: Vida de Agonia tem 148 páginas e custa R$ 32,90.

A Gal Editora, que vem apresentando ao público brasileiro uma série de títulos em quadrinhos alternativos e de excelente qualidade, chega também este mês com Zumbis: Mundo dos Mortos. A coletânea reúne histórias de todos os tipos – de trágicas a cômicas, como somente um livro de zumbis pode ser.

A edição original saiu em 2007 na Inglaterra pela Accent UK e traz nomes como Dave West e Marleen Lowe (O Que Aconteceu ao Homem mais Rápido do Mundo?), Leah Moore e John Reppion, David Hitchcock, Kieron Gillen, Andy Bloor e Colin Mathieson.

Para o lançamento no Brasil, a Gal conseguiu autorização para incluir histórias inéditas de quadrinhistas brasileiros: Gustavo Daher, Fábio Perez e Álvaro Omine (em parceria com Mauricio Muniz, editor da Gal).

Danilo Beyruth marca presença também neste lançamento com uma ilustração, assim como Affonso Solano, Antônio Santos e Cláudio Murena. A capa é de Omine.

Zumbi: O Mundo dos Mortos tem 144 páginas e preço de R$ 34,90.

Ambos lançamentos já podem ser encontrados na Fest Comix, que começou hoje (14) e vai até domingo (16).

Comentários