Na noite de ontem (19), Papo de Quadrinho revelou com exclusividade no Twitter a capa do novo trabalho de Laudo Ferreira e Omar Viñole: Histórias do Clube da Esquina, com lançamento previsto para o próximo mês pela editora Devir.

O projeto nasceu há quatro anos como uma exposição virtual do Clube da Esquina – grupo formado por jovens músicos mineiros na década de 1960, entre eles Milton Nascimento, Lô Borges, Flávio Venturini, Wagner Tiso, Beto Guedes, Fernando Brant, Toninho Horta e outros – para o Museu do Clube da Esquina.

No ano passado, Laudo transformou a ideia inicial em roteiro para uma história em quadrinhos que foi aprovado pelo ProAC, programa do governo de São Paulo de fomento à produção de narrativas gráficas.

Às 15 páginas iniciais, Laudo acrescentou mais 25. “Eu peguei esse material produzido para o site, organizei junto com as páginas inéditas e montei um trabalho único. Essas primeiras páginas feitas anteriormente eram isoladas, ou seja, cada uma contava um momento da história das pessoas ligadas ao Clube da Esquina. Nessas 25 inéditas pude estender-me nas histórias”, conta Laudo.

O livro funciona como um documentário do grupo contado pelos próprios integrantes. As histórias estão relacionadas à juventude dos músicos, à pessoas ligadas a eles e a lugares que a turma frequentava. “Há também momentos ligados à história recente, como a do disco Milagre dos Peixes, de 1973, que teve quase todas as letras das músicas censuradas”.

Laudo assina o roteiro e a arte, com finalização e cores de Omar, seu parceiro em vários projetos e sócio no Estúdio Banda Desenhada. O prefácio é de Márcio Borges, um dos fundadores do Clube da Esquina e coordenador do museu virtual.

A primeira sessão de autógrafos do novo livro está programada para acontecer no Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ) de Belo Horizonte, em novembro.

Comentários