O movimento surgiu em 1997, na Califórnia, quando edifícios públicos foram iluminados com esta cor. Na Internet, chegou em 2006: vários sites e blogs passara a usar o rosa durante o mês.

A ideia é chamar a atenção para a detecção precoce do câncer de mama. Ainda hoje, a doença mata meio milhão de mulheres no mundo todo. Só no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer, 49 mil casos da doença devem ser diagnosticados este ano.

Desde ontem (5), o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e o Monumento às Bandeiras, em São Paulo – além de outros monumentos públicos e edifícios privados em vários outros estados -, estão sendo iluminados de rosa à noite.

Nos Estados Unidos, atletas de futebol americano usaram chuteiras e luvas rosas em partida realizada no domingo.

Papo de Quadrinho decidiu aderir ao movimento e, durante todo o mês de outubro, vai ostentar este fundo que você está vendo.

Para os marmanjos de plantão, um recado: aos homens cabe um papel fundamental: dar apoio às mulheres de sua vida a se cuidarem. Mães, esposas e filhas devem estar bem informadas sobre o câncer de mama (blog Saúde em Foco, da CBN).

O Instituto Avon, que tem um programa estruturado sobre o assunto, disponibiliza uma cartilha ilustrada e de linguagem acessível a quem quiser aprender mais sobre como a detecção precoce do câncer de mama pode salvar vidas. Para baixá-la, clique aqui.

Comentários