Em parceria, e SÊLA lançam single “A Velha”. A faixa, que estará no primeiro álbum cheio da artista, integra a Coletânea SÊLA de Produtoras Musicais.

Rita Oliva não é “apenas” a cantora, compositora e instrumentista por trás do lúdico projeto Papisa. Com mais de uma década de experiência na música, e tendo passado pelas bandas Cabana Café e Parati, a artista também assume a produção musical de sua carreira, e se prepara para lançar o primeiro álbum cheio, sucessor do elogiado EP de estreia, Papisa (2016, PWR Records).

Para abrir os trabalhos do disco, ela mostra o single “A Velha”, que também integra a de Produtoras Musicais, ao lado de faixas produzidas por artistas como Anna Tréa, Bárbara Eugênia e Mariá Portugal, sob curadoria de Camila Garófalo e Larissa Conforto.

“Meu primeiro instrumento é o piano, então é como se fosse um retorno às raízes, já que a faixa tem o piano rhodes como elemento central ao invés da guitarra”, comenta a artista, via e-mail. Dá uma sacada no som no link abaixo.

Sem mais artigos