Toda semana nossa equipe comenta as principais faixas lançadas na semana.

Você pode salvar nossa playlist no Spotify e também seguir nosso perfil por lá.

Superchunk com Katie Crutchfield e Stephin Merritt – “Erasure”
Só por terem criado o selo Merge, casa de Arcade Fire e Teenage Fanclub, o casal Mac McCaughan e Laura Ballance já mereceriam o rótulo de “heróis indie”. Mas eles também são os líderes do Superchunk, grupo que conseguiu seguir como ícone do rock alternativo sem fazer o som envelhecer. Essa nova música conta com os vocais de Katie Crutchfield (do Waxahatchee) e Stephin Merritt, do Magnetic Fields, que também são nomes importantes da cena. A união dessas duas vozes com as guitarras rasgadas, potentes, de Mac, fazem dessa música uma das melhores do repertório do Superchunk. Bom retorno.

David Byrne – “Everybody’s Coming To My House”
14 anos depois de lançar seu último trabalho solo e David Byrne me chega com esse incrível pop de vanguarda? E ainda por cima dançante, com refrão viciante e batida que te faz querer colocá-la em repeat. Militante do art-rock, Byrne parece novamente inspirado a propor novas sonoridades para o gênero. Massa demais!

The Radio Dept. – “Your True Name”
Os suecos do Radio Dept. avisaram que pretendem retomar a sonoridade indie-rock do início da carreira. Apoiamos. “Your True Name” é tudo o que o gênero promete e o melhor que ele pode oferecer. Além disso a letra fala de utopia, o que estamos precisando mais do que nunca. O Radio Dept. sempre conseguiu extrair emoção pela delicadeza, pelas pequenas coisas. E seguem fazendo o mesmo aqui, uma faixa singela, mas que emociona sem parecer forçado.

Jorja Smith com Stormy – “Let Me Down
Jorja já não precisa provar mais nada a ninguém: é um dos melhores nomes do pop hoje e sua voz potente combina tanto com batidas house para as pistas como essa balada dramática com participação do rapper Stormy. Que venha logo esse disco!

Karen O. – “YO! MY SAINT”
Meu deus, se Karen O. está fazendo uma das mais incríveis faixas para um comercial de moda, imagine o que ela está guardando. A vocalista do Yeah Yeah Yeahs fez essa faixa para a campanha da Kenzo e contou com a participação de Michael Kiwanuka. Meio dark com elementos eletrônicos, esse rock tem a assinatura da artista, que é conhecida por suas boas interpretações.

TAMBÉM VALE OUVIr…

The Breeders – “All Nerve
Não deu pra sacar bem se vale a pena ter ansiedade por esse novo do Breeders apenas com essa música. Mas o fato deles chegarem com a formação do disco Last Splash, o melhor da carreira, já é algo a comemorar.

Frankie Cosmos – “Jesse”
Não difere em absolutamente nada do que a Frankie Cosmos já fez e ainda não sei se isso é bom ou ruim.

Car Seat Headrest – “Nervous Young Inhumans”
Peraí, o Car Seat Headrest está regravando um disco antigo com novos arranjos como um novo disco da carreira? Sim. E está ficando bom, mas bem menos lo-fi do que antes, o que nem todo mundo vai curtir.

Jay Rock com Kendrick Lamar, Future e James Blake – “King’s Dead”
Mais uma faixa da trilha sonora do Pantera Negra que é também um novo single do aguardado disco de Jay Rock. Mandou bem demais como sempre!

Parteum – “MMXVIII”
O rapper brasileiro começou o ano com um novo trabalho que fala de suas intenções, de amadurecimento, de internet e é dividido em duas partes que soam como duas músicas diferentes.

NÃO ROLOU
A semana teve ainda novas faixas do Belle and Sebastian, “The Same Star”, Franz Ferdinand (“Feel The Love Go”) e Manic Street Preachers, “International Blue”, que, longe de serem ruins, são anódinas em relação ao que esses grupos já fizeram.

Siga nosso perfil no Spotify e acesse aqui as faixas da semana, que serão atualizadas toda semana.

Sem mais artigos