Cena de Minha Vida de Abobrinha, de Claude Barras. (Divulgação).

O Animage – Festival Internacional de Animação de Pernambuco divulgou a programação de sua oitava edição. O Festival acontecerá de 24 de novembro a 03 de dezembro na cidade do Recife, com atrações distribuídas na CAIXA Cultural Recife, Cine São Luiz, Cinema do Museu, Jump – Apolo 235 e Teatro Bianor Mendonça Monteiro (em Camaragibe). Ao todo serão exibidos 112 filmes.

Este ano, o Animage levará ainda uma edição especial para os municípios de Camaragibe, Arcoverde e Triunfo. Receberão ainda sessões especiais, o Colégio Estadual Erem Martins Junior e a praça Gregório Bezerra, na comunidade de Santa Luzia, bairro da Torre. A realização do Animage neste final de 2017 marca também o ciclo de celebração dos 100 anos de animação do Brasil.

A premiada ilustradora e animadora, Rosana Urbes, assina a ilustração da identidade visual de 2017. Rosana estará presente no evento como convidada, participando do júri e ministrando masterclass. O Festival também recebe, para as oficinas, a francesa Claire Sichez e Renato Duque, realizador de um curta concorrendo na Mostra Competitiva.

Mostra Competitiva

Para esta edição, o Animage recebeu quase 600 inscrições de 61 países, destes, 88 curtas de 28 países foram selecionados para a competição, divididos em Mostra Competitiva e Mostra Competitiva Infantil. “Os curtas da mostra competitiva demonstram que o cinema de animação está plenamente inserido em questões artísticas urgentes, como a afirmação da liberdade de expressão e a busca por representatividade de identidades. Há filmes que confrontam falsos moralismos e defendem um mundo contemporâneo mais plural.”, comenta Júlio Cavani, curador do Animage.

Os filmes selecionados para a Competitiva concorrem nas categorias “Melhor Curta-Metragem”, “Melhor Curta Infantil”, “Melhor Curta Brasileiro”, “Prêmio do Público”, que participa votando ao fim de cada sessão. Também serão premiados a melhor direção, roteiro, direção de arte, técnica e som. Link conheça os selecionados

Longas

Os longas-metragens deste ano, todos exibidos no Recife pela primeira vez, representam experimentos mais aprofundados de entretenimento e reflexão, além de cada produção trazer uma estética própria na técnica de animação.

O filme que faz a abertura do Animage 2017 é o autobiográfico Torrey Pines, do diretor americano trans, Clyde Petersen. Baseado em uma história real, de quando Clyde ainda era uma menina, levada pela mãe que sofre de esquizofrenia, para cruzar o país em uma aventura alucinante. A sessão de abertura acontece no Cine São Luiz, na terça-feira, dia 28/11.

Polêmicos e preocupados com mazelas morais, filmes como o iraniano Teerã Tabu, dirigido por Ali Soozandeh, e o chinês Tenha um Bom Dia, de Liu Jian, chegam ao Animage depois da passagem por prestigiados festivais e proibidos de serem exibidos em seus países de origem, devido a restrições políticas. Ambos deixarão o público atualizado com o que há de mais instigante na produção mundial.

Também na programação, o longa sul-coreano inédito no Brasil, I’ll Just Live in Bando de Yongsun Lee, explorando dilemas existenciais da vida madura, e o filme infantil franco-suíço Minha Vida de Abobrinha, do diretor Claude Barras, de temática realista e sensível sobre abandono, indicado ao Oscar deste ano.

A programação do Animage este ano traz ainda a Mostra Especial Angeli, The Killer, exibida pela primeira vez no cinema, a esperada Mostra Erótica, Mostra Especial Francesa Jean-François Laguionie, Mostra Brasil e a Mostra Monstra à Solta, com uma seleção de filmes portugueses.

Veja a programação completa e os locais de exibição:

Espaços:
CAIXA Cultural Recife
Av. Alfredo Lisboa, 505 – Bairro do Recife
Telefone: (81) 3425-1915

Cine São Luiz
R. da Aurora, 175 – Boa Vista, Recife
Telefone: (81) 3184-3157

Cinema da Fundação Museu
Av. Dezessete de Agosto, 2187 – Casa Forte, Recife
Telefone: (81) 3073-6272

Jump – Apolo 235
Rua do Apolo, 235 – Recife Antigo
Telefone: (81) 3419-8100

Teatro Bianor Mendonça Monteiro
Av. Dr. Pierre Collier – Vila da Fábrica, Camaragibe

PROGRAMAÇÃO ANIMAGE 2017

OFICINAS – De 27 de novembro a 01 de dezembro
na CAIXA Cultural Recife

9:00 às 13:00
Oficina “Bonecos Artesanais para Stop Motion” com Claire Sichez

14:00 às 18:00
Oficina “Rotoscopia para Crianças” com Renato Duque

14:00 às 18:00
Oficina “Animação com Recortes” com Chia Beloto e Marila Cantuária

Dia 24 de novembro – sexta-feira

CAIXA Cultural Recife
19:00 – Sessão Mostra Especial Jean-François Laguionie, Longa A Ilha de Black Mór (França, 2003, 81’)

Dia 25 de novembro – sábado

CAIXA Cultural Recife
19:00 – Sessão Mostra Especial Jean-François Laguionie, Longa Le Tableau (França, 2011, 76’)

Dia 28 de novembro – terça-feira

CAIXA Cultural Recife
14:30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1:

– DAM! The Story of Kit the Beaver, de Kjell Boersma (Canadá, 2017, 12’24”)

– Sabaku, de Marlies van der Wel (Holanda, 2016, 2’20”)

– A Deux Doigts, de Lucie Thocaven (Bélgica, 2016, 6′)

– The Cloud and the Whale, de Alyona Tomilova (Rússia, 2016, 3’31”)

– Le Petit Bonhomme de Poche, de Ana Chubinidze (França, 2016, 7’31”)

– La Cage, de Loic Bruyere (França, 2016, 6′)

– Black Rhino, de Paolo Conte (Itália, 2016, 3’57”)

– Awesome Beetle’s Colors, de Idra Sproge (Letônia, 2016, 3’13”)

– El Niño y la Noche, de Claudia Ruiz (Argentina, 2017, 13’54”)

16:00 – Sessão Mostra Competitiva 2:

– Sans Chlorophyll, de Phil Davis (Estados Unidos, 2017, 2’50”)

– Emanations: A Visual Poem, de Patrick Jenkins (Canadá, 2017, 4’38”)

– Fazenda Rosa, de Chia Beloto (Brasil, 2017, 9’5″)

– Pépé Le Morse, de Lucrèce Andreae (França, 2017, 14’45”)

– Power, de Dana Sink (Estados Unidos, 2017, 2’22”)

– The Realm of Deepest Knowing, de Seunghee Kim (Coreia do Sul, 2017, 3’30”)

– Susurrus, de Na Yon Cho (Estados Unidos, 2016, 4’56”)

– Awesome Beetle’s Colors, de Idra Sproge (Letônia, 2016, 3’13”)

– Eva, de Chiara Tessera (Itália, 2017, 6’09”)

17:30 – Sessão Mostra Competitiva 1:

– Katagami, de Frédéric Hainaut (Japão, 2016, 3’15”) – *curta não recomendado para portadores de eplepsia

– Tailor, de Calí dos Anjos (Brasil, 2017, 9’47”)

– Strange Case, de Zbigniew Czapla (Polônia, 2017, 13’30”)

– Pépé Le Morse, de Lucrèce Andreae (França, 2017, 14’45”)

– What Is Your Brown Number?, de Vinnie Ann Bose (Índia, 2016, 4’31”)

– A Bolinha Azul Que Está Constantemente Triste, de Eduardo Wahrhaftig (Brasil, 2017, 1’11”)

– Le Marcheur, de Frédéric Hainaut (Bélgica, 2017, 11’19”)

– Lupus, de Carlos Gomez Salamanca (Colômbia, 2016, 8’51”)

– Love, de Reka Bucsi (Estados Unidos, 2016, 14’33”)

Cine São Luiz
19:00 – Sessão de Abertura – Mostra Expectativa e Longa “Torrey Pines” de Clyde Petersen (Estados Unidos, 60’).

Dia 29 de Novembro – quarta-feira

CAIXA Cultural Recife
14:30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2:

– O Violeiro Fantasma, de Wesley Rodrigues (Brasil, 2017, 6’50”)

– Vulkansziget, de Anna Katalin Lovirty (Hungria, 2017, 9’13”)

– Link, de Robert Löbel (Alemanha, 2017, 7’34”)

– El Hombre Más Chiquito del Mundo, de Juan Pablo Zaramella (Argentina, 2017, 1’10”)

– Gagarin, de Erick Grigorovski (Canadá, 2017, 4′)

– Hybrids, de Florian Brauch, Matthieu Pujol, Kim Tailhades, Yohan Thireau e Romain Thirion

(França, 2017, 6’18”)

– CONTACT, de Katy Wang (Inglaterra, 2017, 7’26”)

– La Loba, de Julia de Macedo Nicolescu (Brasil, 2017, 3’09”)

– Willie and The Foxtrot 01, de Esteban Polito e Santiago Uriarte (Uruguai, 2017, 2’06”)

– Perviy Grom, de Anastasia Melikhova (Rússia, 2017, 5′)

– A Priori, de Maïté Schmitt (Alemanha, 2017, 3’29”)

– Layers of Fear, de Hsin-Ying Liu (Inglaterra, 2017, 3’29”)

– Pixied, de Agostina Ravazzola e Gabriela Sorroza (Argentina, 2017, 8’24”)

16:00 – Sessão Mostra Competitiva 3:

– Dead Reckoning, Paul Wenninger e Susan Young (Áustria, 2017, 2’49”)

– The Absence of Eddy Table, de Rune Spaans (Noruega, 2016, 12’18”)

– NSFWhale, de Nathan Campbell e Alec Cummings (Estados Unidos, 2016, 1’55”)

– O Matko!, de Paulina Ziolkowska (Polônia, 2017, 12’16”)

– Torre, de Nádia Mangolini (Brasil, 2017, 18’31”)

– Projection Sur Canapé, de Violette Delvoye (Bélgica, 2016, 6’38”)

– The Full Story, de Daisy Jacobs e Christopher Wilder (Inglaterra, 2017, 7’31”)

17:30 – Sessão Mostra Competitiva 4:

– Lagune, de Mathieu Labaye e Hannah Letaïf (Bélgica, 2017, 6’08”)
– Manolo, de Abel Ringot (França, 2017, 11’30”)
– Plantae, de Guilherme Gehr (Brasil, 2017, 10’25”)
– Phototaxis, de Melissa Ferrari (Estados Unidos, 2017, 6’45”)
– Dandelion, de Elisa Talentino (Itália, 2017, 2’52”)
– Cavalls Morts, de Marc Riba e Anna Solanas (Espanha, 2016, 6’15”)
– RotoJam3, de Ashley Lo Russo (Canadá, 2016, 2’57”)
– The Hoopoe and The Owls, de Narges Haghighat (Canadá, 2017, 3’45”)
– Running Lights, de Gediminas Siaulys (Lutânia, 2017, 11’20”)

Cinema da Fundação Museu

14:00 – Sessão Mostra Competitiva 5:

– Cigarro Azul, de Ricardo Vieira Lisboa (Portugual, 2017, 2’15”)

– Diamenteurs, de Chloé Mazlo (França, 2016, 11’13”)

– Button, de Maxim Kulikov (Rússia, 2016 (Bélgica, 2016, 7’55”)

– Framed, de Marco Jemolo (Itália, 2017, (Rússia, 2016, 7′)

– La Bataille de San Romano, de Georges Schwizgebel (Suíça, 2017, (França, 2016, 2’25”)

– Who’s The Daddy, de Wong Ping (China, 2017, 9’15”)

– Sob o Véu da Vida Oceânica, de Quico Meirelles (Brasil, 2016, 8’47”)

– Cinq Ans Après La Guerre, de Samuel Albaric, Martin Wiklund e Ulysse Lefort (França, 2017, 16’39”)

15:20 – Sessão Mostra Competitiva 2 (reprise)

16:40 – Sessão Mostra Competitiva 1 (reprise)

Cine São Luiz

19:00 – Sessão Mostra Brasil 1:

– Oceano, de Renato Duque (São Paulo, 2017, 15’40”)

– Sob o Véu da Vida Oceânica, de Quico Meirelles (São Paulo, 2016, 8’47”)

– Momento Psicodélico Nº 13: Breech Delivery, de Daniel Bruson (São Paulo, 2017, 1’06”)

– Torre, de Nádia Mangolini (São Paulo, 2017, 18’31”)

– Tailor, de Calí dos Anjos (Rio de Janeiro, 2016, 9’47”)

– A Bolinha Azul Que Está Constantemente Triste, de Eduardo Wahrhaftig (São Paulo, 2017,

12′)

– Vênus – Filó a fadinha Lésbica, de Sávio Leite (Belo Horizonte, 2017, 6′)

20:30 – Sessão Mostra Especial “Angeli – The Killer”, de Cesar Cabral (Brasil, 71’).

Dia 30 de Novembro – quinta-feira

CAIXA Cultural Recife
14:30 – Sessão Mostra Competitiva 5 (reprise)

16:00 – Sessão Mostra Competitiva 6:

– Limoeiro, de Joana Silva (Inglaterra, 2016, 4’40”)

– Última Chamada, de Sara Barbas (Portugal, 2016, 11’30”)

– Momento Psicodélico Nº 13: Breech Delivery, de Daniel Bruson (Brasil, 2017, 1’40”)

– Oceano, de Renato Duque (Brasil, 2017, 15’38”)

– Nocna Ptica, de Spela Cadez (Eslovênia, 2016, 8’50”)

– Happy End, de Jan Saska (República Checa, 2016, 5’43”)

– Race, de Yan Dan Wong (Inglaterra, 2016, 2’48”)

– Alphonse S’égare, de Jean-Luc Greco e Catherine Buffat (França, 2016, 14′)

17:30 – Masterclass:

Processo de Criação, com Rosana Urbes

Cinema da Fundação Museu

14:00 – Sessão Mostra Competitiva 3 (reprise)

15:20 – Sessão Mostra Competitiva 8:

– Hammersmith, de Kate Sweeney (Inglaterra, 2016, 4’14”)

– Sog, de Jonatan Schwenk (Alemanha, 2017, 10’14”)

– Caminho dos Gigantes, de Alois Di Leo (Brasil, 2016, 11’52”)

– Lugar em Parte Nenhuma, de Bárbara de Oliveira e João Rodrigues (Portugal, 2016, 6’21”)

– Em Crise, de Amir Admoni e Paula Rocha (Brasil, 2016, 1’30”)

– Catherine, Britt Raes (Bélgica, 2016, 11’51”)

– Min Börda, de Niki Lindroth Von Bahr (Suécia, 2017, 14’45”)

16:40 – Sessão Mostra Competitiva 7:

– In a Nutshell, de Fabio Friedli (Suíça, 2017, 4’14”)

– Vênus – Filó a Fadinha Lésbica, de Sávio Leite (Brasil, 2017, 6’28”)

– Knocksrtike, de Genis Rigol Alzola, Pau Anglada e Marc Torices (Espanha, 2016, 5’25”)

– Die Brücke Über Den Fluss, de Jadwiga Kowalska (Suíça, 2016, 5’50”)

– I Want Pluto to be a Planet Again, de Marie Amavoukeli e Vladimir Mavounika Kouka (França,

2016, 13’30”)

– Tête à Tête, de Natasha Tonkin (Inglaterra, 2017, 7’41”)

– Hate for Sale, de Anna Eijsbouts (Holanda, 2017, 2’40”)

– Balkon, de Dávid Dell’Edera (Hungria, 2016, 6’07”)

– Diep, de Michelle Verhoeks (Holanda, 2016, 4’10”)

– Journal Animé, de Donato Sansone (França, 2016, 3’30”)

Cine São Luiz

19:00 – Sessão Mostra Brasil 2:

– Fazenda Rosa, de Chia Beloto (Recife, 2017, 8’19”)
– Plantae, de Guilherme Gehr (Rio de Janeiro, 2017, 10’25”)
– Em Crise, de Amir Admoni e Paula Rocha (São Paulo, 2016, 1’30”)
– Caminho dos Gigantes, de Alois Di Leo (São Paulo, 2016, 11’52”)
– La Loba, de Julia de Macedo Nicolescu (Rio de Janeiro, 2017, 3’09”)
– O Violeiro Fantasma, de Wesley Rodrigues (Aparecida de Goiânia, 2017, 6’50”)

20:30 – Sessão Mostra Especial Longa “Tenha um Bom Dia” de Liu Jian (China, 77’).

Dia 01 de dezembro – sexta-feira

CAIXA Cultural Recife

14:30 – Sessão Mostra Competitiva 7 (reprise)

16:00 – Sessão Mostra Competitiva 8 (reprise)

17:30 – Debate:

O Mercado de Animação em Pernambuco, com Marcos Buccini (mediador), Ulisses Brandão (Viu Cine), Felipe Almeida (Mr. Plot) e Marcelo Vaz (Z4 Estúdio).

Cinema da Fundação Museu

17:00 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1 (reprise)

18:20 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2 (reprise)

19:40 – Sessão Mostra Competitiva 4 (reprise)

21:00 – Sessão Mostra Competitiva 6 (reprise)

Cine São Luiz

19:00 – Sessão Mostra Especial Longa ” I’ll Just Live in Bando” de Yongsun Lee (Coreia do Sul, 85’).

20:30 – Sessão Mostra Especial Erótica:

– Peep Show, de Rino Stefabo Tagliafierro (Itália, 2016, 7’45”)

– Vênus – Filó a Fadinha Lésbica, de Sávio Leite (Brasil, 2016, 6’28”)

– Jennifer and Tiffany, de Momoko Seto (França, 2011, 2’09”)

– The D in David, de Michelle Yi e Yaron Farkash (Estados Unidos, 2016, 3′)

– Luscious, de Xuecheng Xu (Estados Unidos, 2016, 1’30”)

– Pussy, de Renata Gąsiorowska (Polônia, 2016, 8’22”)

– Putain, de Cypria Donato (Bélgica e França, 2015, 5’16”)

– Quod Libet, de Gerrit van Dijk (Holanda, 1977, 7′)

– Dark Chocolate, de Beate Höller (Alemanha, 2017, 4′)

– Octopus Love Affair, de Momoko Seto (França, 2011, 2’34”)

– XOXO Pocałunki i Uściski, de Wiola Sowa (Polônia, 2016, 13’54”)

Dia 02 de dezembro – sábado

CAIXA Cultural Recife
14:30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1 (reprise)

16:00 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2 (reprise)

17:30 – Sessão Mostra Especial Jean-François Laguionie, Longa Louise en Hiver (França, 2016, 75’)

19:00 – Sessão Mostra Especial Angeli – The Killer, de Cesar Cabral (Brasil, 70’)

Jump – Apolo 235
19:00 – Sessão Mostra Brasil 1 (reprise)

Cine São Luiz
19:00 – Sessão Mostra Especial Monstra à Solta (Portugal):

– Fado Lusitano, de Abi Feijó (1995, 6’)

– Como uma Sombra na Alma, de Fernando Galrito (2005, 10’)

– Smolik, de Cristiano Mourato (2009, 8’)

– Kali, O Pequeno Vampiro, de Regina Pessoa (2012, 9’)

– Compositio III, (Coletivo) coordenação de Miguel Pires de Mato (2012, 9’)

– Fuligem, de David Doutel e Vasco Sá (2012, 6’)

– Fado do Homem Crescido, de Pedro Brito (2012, 7’)

– Amélia & Duarte, de Alice Guimarães e Mónica Santos (2015, 9’)

20:30 – Sessão Mostra Especial Longa “Teerã Tabu” de Ali Soozandeh (Alemanha/Áustria, 96’)

Dia 03 de dezembro – domingo

CAIXA Cultural Recife
10:30 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1 (reprise)

11:45 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2 (reprise)

Cine São Luiz
14:00 – Sessão Mostra Especial Longa Minha Vida de Abobrinha, de Claude Barras (Suíça/França), 70’)

Cinema da Fundação Museu

14:00 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1 (reprise)

15:20 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2 (reprise)

16:40 – Premiação Mostra Competitiva com de Sessão dos Curtas Premiados e resultado das oficinas

Jump – Apolo 235
17:00 – Sessão Mostra Brasil 2 (reprise)

Teatro Bianor Mendonça Monteiro
16:00 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 1 (reprise)

17:00 – Sessão Mostra Competitiva Infantil 2 (reprise)

Sem mais artigos