Cena de Adeus Minha Rainha, um dos longas de maior sucesso na França em 2012 (Divulgação)

Cena de Adeus Minha Rainha, um dos longas de maior sucesso na França em 2012 (Divulgação)

O acontece no Recife e outras 44 cidades mais uma vez. Desta vez, serão 15 títulos recentes da produção francesa, com destaque para Aconteceu em Saint Tropez e , dois longas bastante comentados em 2012 e ainda inéditos em circuito no Brasil. Vai até o dia 15 de maio e na capital pernambucana começa nesta sexta (3).

Leia Mais
Veja a programação completa do festival
Crítica: Ferrugem e Osso foge do sentimentalismo

Em São Paulo e Rio de Janeiro, o evento ainda trará convidados como , , Agnès Jaoui, entre outros. O sucesso do festival – um dos maiores do país – e a demanda por essa produção francesa chega a chamar atenção. Ainda que não tenha uma indústria grandiosa como Hollywood, o cinema francês conta com uma máquina de divulgação muito eficiente, o que possibilita uma ótima exportação. A subvenção do Governo também é bem forte.

“Os filmes continuam sendo bem aceitos em outros países pela produção de bons longas, com jovens atores talentosos, cineastas renomados, além de apoio político, que dão força para os filmes franceses virem para o Brasil”, afirmou a diretora de Aconteceu em Saint-Tropez, Danièle Thompson, em comunicado por email.

Neste ano, no Recife, o festival deixa de acontecer no Cinema da Fundação e passa a ser exibido no UCI Kinoplex do Shopping Recife. O motivo é que a Fundaj passará por uma reforma para troca de equipamentos que durará um mês. As últimas edições tiveram sessões lotadas na Fundação, sendo um dos maiores públicos do festival no Brasil.

Além de Recife, a UCI também exibe o festival Varilux em Ribeirão Preto, São Paulo, Curitiba e Fortaleza. Em São Paulo e Rio, a exibição acontece em mais de um cinema. Veja a programação completa no site.

Escolhemos os cinco melhores filmes da seleção este ano.

AAKadMerad-700x311

Aconteceu em Saint-Tropez
De Danièle Thompson

A comédia aborda o relaciomento conturbado entre dois irmãos. Sobretudo depois que um enterro e um casamento acontecem quase ao mesmo tempo. Chama atenção aqui é a presença de , beldade do cinema que hoje é moradora do Rio de Janeiro.

les-adieux-de-la-reine-Photo-1-HD-Carole-Bethuel-700x311

Adeus, Minha Rainha
De Benoît Jacquot

Léa Seydoux e Diane Kruger são as estrelas desse longa que detalha a queda da Bastilha e o esvaziamento do castelo de Versalhes, durante a Revolução Francesa. É uma superprodução que abriu o festival de Berlin e chamou atenção pelo olhar melancólico e trágico sobre a monarquia. Imperdível.

AACamille-_Claudel2_low-640x311

Camille Claudel 1915
De Bruno Dumont

Internada por sua família num manicômio, onde ela não poderá mais esculpir, Camille Claudel vive reclusa enquanto aguarda a visita do irmão, Paul Claudel. A sinopse já entrega o tom trágico do filme, mas é a presença de Juliette Binoche a real razão para ir ver esse filme.

Ferruagem-e-osso-10_low-700x311

Ferrugem e Osso
De Jacques Audiard

Marion Cotillard foi a grande esnobada pelo Oscar este ano com essa sua interpretação sem amarras de uma domadora de orcas que perde as pernas. O longa ganhou vários prêmios ano passado.

AASophie-Marceau-700x311

Prenda-me
De Jean Paul Lillienfeld

Sophie Marceau é uma mulher cheia de segredos nesse thriller sobre uma ex-esposa que vai denunciar o assassinato do marido violento cometido anos atrás. Quem disse que franceses não são bons em longas de suspense e violência?

A programação no Recife.

recife

e São Paulo. Para outras cidades, o site do festival tem todos os horários.

Sem mais artigos