A banda Orchestra Binária lança música que inicia recesso da banda para novos projetos. “Sol Céu” dá sequência às produções que circundam o trabalho anterior da banda (EP#02), também marca um novo tempo do coletivo dentro do selo PARACELSO RECORDS.

Desta vez, os integrantes do grupo apostaram numa parceria com Martins, que agregou não somente à finalização do single. Segundo Rafael Oliveira, beatmaker e um dos vocalistas da banda, Martins foi mais que um feliz encontro para a banda em 2017: “Além da coincidência da Cidade de Deus com a Orchestra Binária e nossas afinidades musicais, ele foi providencial no projeto como um todo”. De fato, Martins assina um belo e inspirado trabalho para o single, amarrando de modo inventivo seu visual à sonoridade da faixa.

Além de Lucas Alves Ribeiro (DJ e produtor musical da cena carioca), cujos graves toques no baixo da música parecem conduzir o ouvinte à órbita, todo trabalho envolvido em “Sol Céu” contou com as presenças de Julia Dávila (foto da Capa) e Simone Ramos (fotos de divulgação), que construíram as imagens que compuseram a arte do trabalho.

O single Sol Céu da Orchestra Binária, que marca um período de suspensão das atividades da banda, pode ser uma pista dos trabalhos solos do conjunto (Helder Dutra e Rafael Oliveira) e de sua colaboração com outros artistas (Arthur Martins, Gabriel Lana, Ruthe Maciel, Erik Baptista), que prefiguram novos horizontes à PARACELSO RECORDS. Sem ainda saber qual será seu hiato, a Orchestra Binária parece decidida por dividir para multiplicar nesse ano de 2018.

Sem mais artigos