A obra vencedora do Prêmio Revelação do Angoulême em 2009, a HQ O Gosto do Cloro, chega ao Brasil pela editora Barba Negra, pelo selo Leya Cult (da Leya). Escrita e desenhada pelo francês Bastien Vivès, a obra trata da relação de duas pessoas tendo como mote a natação.

Cheia de nuances, a obra de Vivès é marcada por uma narrativa delicada e discussão de relacionamentos. A obra tem 144 páginas e custa R$ 39,90. A editora publicou um preview no site.

Quem assina o prefácio é o escritor Paulo Scott. Leia um trecho: “(…) as combinações de Vivès sustentam uma dicção própria – desconheço jovem autor com seus predicados. Num mundo em que se fala tanto, em que se mostra tanto, em que as informações são demasiadas, uma obra que trabalha tão bem o silêncio, com as lacunas, com a suspensão, merece toda procura que se possa dispensar. Sob a perspectiva da suspensão, da pensão a que se submetem os corpos (falando metaforicamente ou não), notável é a tradução do equilíbrio que só é possível na água: a flutuação, o espaço, a quebra da gravidade, a indução de lar, de aconchego, de retorno; todas essas condições fazem com que estar no ambiente aquático gere um contexto sensorial peculiar. Imergir, deslizar, isolando-se em estados de apneia, olhar.”

Siga a Revista O Grito! no Facebook

Sem mais artigos