null
“O Beijo”, famosa tela do pintor austríaco, de 1907

O museu de arte contemporânea Tate Liverpool, um dos mais modernos do Europa, recebe a uma exposição das obras completas de Gustav Klimt, a primeira desse porte no Reino Unido. A mostra Gustav Klimt – Paiting, Design & Modern Life in Viena 1900s, que será inaugurada nesta sexta (30), descortina o esplendor e o ocaso de um dos artistas simbolistas mais oníricos da história da pintura.

Além de pinturas e desenhos, a expô abriga murais, esboços, cadeiras, mesas e objetos de arte que fizeram parte do Movimento de Secessão de Viena, corrente de ruptura ao academicismo, do qual Klimt foi mentor e líder. A fase erótica do pintor, já no final de sua carreira, também foi contemplada, em mais de 3 mil desenhos, todos marcados pela exagero ornamental e beleza supra-real.

A exposição ficará em cartaz até 31 de agosto. Mais informações no site oficial do Tate Liverpool.

Sem mais artigos