orappa4

O Rappa surgiu na música brasileira com uma mistura vigorosa de reggae, hip hop e rock. Seu início, nos anos 1990, ganha especial destaque com o relançamento dos três primeiros álbuns da banda em vinil. O Rappa (1994), Rappa – Mundi (1996) e Lado B Lado A (1999) serão lançados em vinil 180 gramas em uma parceria da Warner com a Polysom.

Marcelo Falcão (vocal e guitarra), Marcelo Yuka (bateria), Xandão (backing vocals e guitarra), Marcelo Lobato (teclados, sampler e backing vocals) e Nelson Meirelles (baixo) apresentaram o primeiro álbum, homônimo, em 1994. Entre suas 16 faixas, estão sucessos como “Brixton, Bronx ou Baixada”, “Todo Camburão tem um Pouco de Navio Negreiro” e sua versão para “Take It Easy My Brother Charles”, de Jorge Ben Jor. Bezerra da Silva participa da música “Candidato Caô Caô”.

Produzido por Liminha, sem Nelson Meirelles e com Lauro Farias no baixo, Rappa-Mundi é composto por 13 faixas. O disco traz alguns dos maiores sucessos do grupo, entre eles “Vapor Barato”, “Miséria S.A.”, “Pescador de Ilusões”, “A Feira”, “Ilê Ayê (Que Bloco É Esse)” e a versão em português para “Hey Joe (Hey Joe)”, essa última com a participação de Marcelo D2.

Lado B Lado A tornou-se um dos clássicos do rock nacional e da carreira d’O Rappa. Entre as 11 faixas que o compõem estão “Minha Alma (A Paz que Eu Não Quero)”, “O Que Sobrou do Céu”, “Me Deixa”, “Tribunal de Rua”, “Cristo e Oxalá”, “A Todas as Comunidades do Engenho Novo” e “Favela”. Os discos já estão disponíveis em pré-venda e chegam às lojas na primeira semana de dezembro.

orappa

orappa2

orappa3

Ouça “A Minha Alma”

Sem mais artigos