lana

Um dos maiores méritos de O Grande Gatsby, de Baz Luhrmann é sua trilha sonora. Se o filme derrapou por ser vazio, a trilha sonora tem um timing impressionante. Luhrmann produziu ao lado de Anton Monsted e Jay Z e inovou ao trocar o jazz pelo hip hop. Se Gatsby de F. Scott Fitzgerald celebrava a era dos músicos de jazz, agora quem reina são rappers e nomes do rock alternativo.

Leia Mais: O Grande Gatsby
Crítica: Baz Luhrmann faz o seu 3D rococó em O Grande Gatsby

NE10: Veja a programação das salas de cinema

Faz sentido que tanto a obra original quanto esta adaptação tenham ligação com as músicas de sua época. Fazem parte do disco a banda the xx, Lana Del Rey, Andre 3000, Beyoncé, o próprio Jay Z, Florence and The Machine, Gotye, Jack White, Sia e Fergie, entre outros.

“Young And Beautiful”, cantada por Lana Del Rey resume perfeitamente o filme: parece sofisticada, mas ao final se garante mais pela produção. Assim como O Grande Gatsby, Lana é mais embalagem que conteúdo. [Paulo Floro]

Sem mais artigos