Ursinhos com pele de porco, remédios, lâminas e insetos em corpos de bebês, são algumas das obras inusitadas da artista Paula Blower, que ganhou exposição no Rio de Janeiro. As obras vieram de Amsterdã e fazem parte da exposição Rebento no espaço MárciaXCalyton.

Paula Blower estudou em Londres na Slade School of Fine Arts e Central Saint Martin e, no Rio de Janeiro, na EAV Parque Lage. Após individual realizada em junho deste ano em Amsterdã, as obras da artista fizeram parte da mostra coletiva ‘Rebento’. A exposição faz um convite ao público para “contemplar a impermanência do todo contrastada com a dor”.

Abelhas, vespas, lâminas, remédios, coquetel de vitamina B12 e pele de porco são alguns dos elementos que Paula utiliza em suas criações. A artista utiliza materiais não convencionais e, em cada um deles, retrata um momento, que para compor o trabalho uniu elementos de diferentes países como China, Turquia, Itália, Bélgica, Holanda e, no Brasil, de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro.

Costurados manualmente pela artista com pele de porco crua, os ursinhos apontam para a polaridade entre o belo visto de longe e o feio de perto, levando o público à conexão com diferentes sentidos. O trabalho melancólico pode parecer o retrato de um sofrimento intenso, mas Paula sente como algo mais irônico e metafórico.

Paula, que geralmente busca referências na literatura, traduz dor em arte de forma potente, por isso suas obras tem uma forte empatia com o público. Os ursinhos representam uma natureza contraditória. Combinada com a aparência bonita na pele morta de porco, e com os bodies de bebê, de aspecto violento, eles trazem atenção para um olhar menos romantizado da maternidade.

Para compor suas obras, Paula vai a campo em busca de matéria-prima. Está sempre com as suas ferramentas para produzir onde quer que esteja já que, desde 2016 não tem residencia fixa e viaja com o marido para pesquisa e estudos. Esta semana embarcou para Boston. Em outubro, segue para a Europa e, em dezembro, para Tailândia para fazer os últimos acertos do lançamento de um livro.

Em Amsterdã, suas obras foram exibidas na 4bid Gallery, em mostra intitulada “The Roosevelt’s Picnic” pela curadoria da coreana Yujin Song. As peças da exposição foram produzidas durante os 15 dias de imersão na galeria e a video-instalação apresentava o processo de confeccão, iniciado dois meses antes, desde de a busca pela pele de porco nos açougues da Itália, até o preechimento dos ursinhos prontos.

Paralela à ArtRio, a Mostra ‘Rebento’ que faz parte do coletivo artístico Galerianos, criado por Paula e amigos artistas do Parque Lage já recebeu mais de 100 pessoas desde o dia 04/09.

Mais do trabalho de Paula em seu Instagram. @paulablower

Sem mais artigos