Cena de Funny Games: hora de ficar agoniado no cinema, com Haneke. (Divulgação)

Cena de : hora de ficar agoniado no cinema, com Haneke. (Divulgação)

é o cineasta do incômodo – vide os jovens niilistas de Funny Games, o imigrante que corta o próprio pescoço em Caché ou ainda a gênese do mal pré-nazismo em . A Caixa Cultural no Recife realiza uma mostra retrospectiva com todos os filmes do diretor austríaco a partir da quarta (12).

Leia Mais: Haneke
Crítica: Caché, de Michael Haneke

A mostra traz inclusive O Sétimo Continente, O Vídeo de Benny e 71 Fragmentos De Uma Cronologia do Acaso, que formam a “Trilogia da frieza” e marcam também a estreia de Haneke no cinema. Esta será a primeira vez que todos os 19 longas do cineasta serão exibidos no Brasil.

A programação traz o inédito O Tempo do Lobo e a maioria dos filmes para TV, como as duas partes de Lemmings, Quem Foi Edgar Allan? e A Rebelião, entre outros. Os ingressos custam R$ 2 e R$ 1 (meia), vendidos na hora. A mostra vai até o dia 20 de novembro. Veja a programação completa.

http://www.youtube.com/watch?v=62w0j7-d4ms

Sem mais artigos