toninho

O editor Toninho Mendes morreu nessa quarta (18) após um mal súbito, aos 62 anos, em São Paulo. Ele foi responsável pela Circo Editorial, editora que nos anos 1980 foi responsável pelo impulso ao quadrinho underground no Brasil. Laerte, Angeli, Glauco, Fernando Gonsales, Luis Gê e Glauco publicaram revistas pela Circo.

Foi a Circo que tornou famosas tiras como Chiclete com Banana, Níquel Náusea, Piratas do Tietê e Geraldão. As publicações ganharam tiragens de milhares de exemplares e dividiam espaço com revistas de super-heróis e Disney e toda sua máquina de marketing. Um feito e tanto para a HQ nacional, sem dúvida.

“Se você gosta de quadrinhos brasileiros, é bem provável que tenha uma dívida com ele”, escreveu o editor André Conti no Facebook. A cartunista Laerte Coutinho também lembrou de Toninho no Fb, a quem chamou de “héroi do quadrinho brasileiro”.

Toninho editou recentemente pelo SESI-SP o livro Humor Paulistano, uma edição de luxo que narra parte da história da Circo Editorial com um vasto material.

humor

Sem mais artigos