novos

A banda Os Novos Baianos, um dos maiores nomes do pop brasileiro, tem sua memória recuperada com o lançamento do compacto duplo que marcou o início do grupo. Eles começaram a carreira no início da década de 1970, com o lançamento de É Ferro na Boneca (1970). No ano seguinte, eles lançavam um compacto duplo, com as faixas “Psiu”, “29 Beijos”, “Globo da Morte” e “Mini Planeta Íris”, que já apresentava algumas das mudanças sonoras pelas quais passariam.

Esse registro raro volta esse mês às prateleiras pela coleção “Clássicos em Vinil”, da Polysom, da mesma forma como foi lançado originalmente.

O registro raro mostra o momento de transição da banda. Todas as quatro faixas são de autoria do grupo. Sem Baby Consuelo nos vocais, Moraes Moreira e Paulinho Boca de Cantor cantam, cada um, duas músicas. O som que eles apresentavam era mais próximo ao rock dos anos 1970, mais psicodélico, assim como o primeiro álbum, porém com mais referências da MPB e do samba, que predominam nos trabalhos seguintes, entre eles o aclamado Acabou Chorare (1972).

Assista ao documentário sobre os Novos Baianos, dirigido por Solano Ribeiro.

Sem mais artigos