Barry Windsor-Smith está concluindo Monsters, sua mais recente graphic novel, com aproximadamente 300 páginas e que deveria ter sido uma história do Hulk nos anos 80.

Em 1985 foi introduzido na cronologia de Bruce Banner um fato que explicaria melhor sua relação com o Hulk. Na história “Monstro” apresentada em The Incredible Hulk nº312 (no Brasil, O Incrível Hulk nº63, ed. Abril, 1988) o roteirista Bill Mantlo revelou que Bruce teve uma infância traumática devido aos abusos e à violência de seu pai. O tema, porém, já havia sido proposto por Barry Windsor-Smith (Wolverine: Arma X e Conan) para a Marvel em 1984.

Leia mais no blog de quadrinhos da Revista O Grito!, SOC.

Sem mais artigos