Trovão Tropical, novo filme de Ben Stiller, está gerando protestos nos Estados Unidos. Grupos em defesa dos deficientes pediram um boicote ao longa, pois acham que a história retrata de forma negativa as pessoas com deficiências intelectuais. “Pedimos às pessoas que não assistam ao filme e ajudem a conscientizar as pessoas sobre o uso de termos depreciativos sobre essa parte da população”, disse Peter Wheeler, porta-voz das Olimpíadas Especiais, um dos 22 grupos nacionais que protestam contra a sátira nos Estados Unidos.

Com direção do também ator principal Stiller, o filme será lançado amanhã (14 de agosto) nos Estados Unidos, pela Paramount Pictures e sua unidade Dreamworks. Embora os representantes dos grupos tenham se encontrado com os executivos do estúdio na semana passada para discutir o filme, a Dreamworks não fez nenhuma alteração.

Peter Berns, diretor executivo da Arca dos Estados, um dos grupos que se reuniu com a Dreamworks, disse que os grupos apresentaram várias idéias ao estúdio, como um pedido de desculpas ou correções no filme antes de seu lançamento. Eles também propuseram a produção de um programa educacional nacional.

Chip Sulivan, porta-voz da Dreamworks, afirmou: “Tivemos discussões produtivas com os representantes das organizações de defesa dos deficientes e esperamos trabalhar diretamente com eles no futuro. No entanto, nenhuma mudança ou corte será feito no filme. Trovão Tropical satiriza Hollywood e seus excessos e defende sua tese com personagens inapropriados e exagerados, em situações ridículas. O filme não pretende depreciar ou prejudicar a imagem de quem tem deficiências”, disse.

Sem mais artigos