O longa Nome Próprio, com direção de Murilo Salles e inspirado nas obras da blogueira Clarah Averbuck, levou o prêmio de melhor filme no 36º Festival de Cinema de Gramado. Leandra Leal, arrematou o de melhor atriz. O longa também ganhou o prêmio de melhor direção de arte na cerimônia, que aconteceu na noite deste sábado (16) na cidade gaúcha.

Confira os vencedores:
Longa-metragem brasileiro:

Melhor filme de longa-metragem: ‘Nome próprio’, de Murilo Salles
Melhor diretor: Domingos Oliveira, pelo filme ‘Juventude’
Melhor ator: Daniel de Oliveira, pelo filme ‘A festa da menina morta’
Melhor atriz: Leandra Leal, pelo filme ‘Nome próprio’
Melhor roteiro: Domingos Oliveira, pelo filme ‘Juventude’
Melhor fotografia: Lula Carvalho, pelo filme ‘A festa da menina morta’
Prêmio especial do júri: ‘A festa da menina morta’, de Matheus Nachtergaele
Prêmio de qualidade artística: para os Atores Aderbal Freire Filho,
Domingos Oliveira e Paulo José, pelo filme ‘Juventude’
Melhor diretor de arte: Pedro Paulo de Souza, pelo filme ‘Nome próprio’
Melhor música: Matheus Nachtergale, pelo filme ‘A festa da menina morta’
Melhor montagem: Natara Ney, pelo filme ‘Juventude’
Prêmio da crítica: ‘A festa da menina morta’, de Matheus Nachtergale
Melhor filme do júri popular: ‘A festa da menina morta’, de Matheus Nachtergale

Longa-metragem estrangeiro:

Melhor filme: ‘Cochochi’, de Israel Cardenas e Laura Guzman
Melhor diretor: Carlos Moreno, pelo filme ‘Perro come perro’
Melhor ator: Marlon Moreno e Oscar Borda pelo filme ‘Perro come perro’
Melhor atriz: Ana Carabajal pelo filme ‘Por sus propios ojos’
Melhor roteiro: Liliana Paolinelli pelo filme ‘Por sus propios ojos’
Melhor fotografia: Juan Carlos Gil pelo filme ‘Perro come perro’
Prêmio especial do júri: para ‘Por sus propios ojos’
Prêmio de qualidade artística: para ‘Cochochi’
Excelência de linguagem técnica: ‘Cochochi’, de Israel Cardenas e Laura Guzman
Prêmio da crítica: ‘Perro come perro’, de Carlos Moreno
Melhor filme do júri popular: ‘Por sus propios ojos’, de Liliana Paolinelli

Curta-metragem:

Melhor filme: ‘Areia’, de Caetano Gotardo
Melhor diretor: Jaime Lerner, pelo filme ‘Subsolo’
Melhor ator: Augusto Madeira, pelos filmes ‘Blackout’ e ‘Noite de domingo’
Melhor atriz: Malu Galli, pelo filme ‘Areia’
Melhor roteiro: César Cabral e Leandro Maciel, por ‘Dossiê Rê Bordosa’
Melhor fotografia: Heloisa Passos, por ‘Areia’
Prêmio especial do júri: ‘Booker Pittman’, de Rodrigo Grota
Melhor diretor de arte: José de Aguiar, pelo filme ‘Booker Pittman’
Melhor música: Booker Pittman, pelo filme ‘Booker Pittman’
Melhor montagem: César Cabral e Leandro Maciel, pelo filme ‘Dossiê Rê Bordosa’
Prêmio da crítica: ‘Booker Pittman’, de Rodrigo Grota

Mostra gaúcha:

Melhor filme: ‘Um dia como hoje’, de Eduardo Wannmacher
Melhor direção: Diego Muller, por ‘Cortejo negro’
Melhor roteiro: Eduardo Wannmacher, por ‘Um dia como hoje’
Melhor fotografia: Fernando Vanelli, por ‘Cortejo negro’
Melhor direção de arte: Rita Faustini, por ‘Os sete trouxas’
Melhor música: Fausto Prado, por ‘Subsolo’
Melhor montagem: Fábio Lobanowsky, por ‘Um dia como hoje’
Melhor edição de som: Cristiano Scherer, por ‘Rosário dos navegantes’
Melhor produtor/ produtor executivo: Pablo Muller, por ‘Cortejo negro’
Melhor ator: Júlio Andrade, por ‘Um dia como hoje’
Melhor atriz: Carolina Sudat, por ‘Um dia como hoje’

Sem mais artigos