Além dos shows já divulgados o festival pernambucano No Ar: Coquetel Molotov terá uma série de eventos, entre debates, feira cultural e exposições. A mais interessante é o stand Recife Independente, no Hall do Centro de Convenções da UFPE. Este local servirá de vitrines para bandas independentes entrarem em contato com produtores, jornalistas e público. Os interessados poderão colocar seus produtos (CD’s, camisetas, bottons) à venda, mediante cadastro através do email recifeindependente@gmail.com, até o dia 10 de setembro.

No mesmo Centro de Convenções haverá a exposição do artista plástico Killian Glasner. Numa sala interativa, o público terá a oportunidade de conferir o trabalho do artista enfocando aspectos da violência urbana com imagens que assustam pela proximidade e pelo contato sombrio do cotidiano em materiais diversos na incidência de luz direta. Completam as atividades, a Feira Cultural que reunirão estilistas e expositores de moda, produtores culturais, selos musicais e zines.

Debates – Neste ano, a chamada Plataforma Integrada de Encontros Musicais traz palestras e workshops que tratam de temas como arte e tecnologia ligados À música. Glasner inicia os debates na sexta-feira falando de arte interativa e dos conceitos de sua exposição. Em seguida o gaúcho Cristiano Rosa realiza um pequeno workshop sobre o Circuit Bending, técnica pela qual se pode construir instrumentos musicais simples e geradores de efeitos a partir de brinquedos e outras estruturas simples.

No sábado, o professor de Design da UFPE, Clylton Galamba debate sobre arte e tecnologia como reflexão sobre as próprias obras e a vida social. Encerra a plataforma o pesquisador Jarbas Jácome, que apresenta workshop sobre as diversas técnicas para espetáculos audiovisuais.

Cinema – Em parceria com o Cinema da Fundação Joaquim Nabuco e o Consulado Geral da Françaa, o festival apresenta de 15 a 18 de setembro, o Play The Movie, mostra de documentários, longas e curtas de temática musical. O destaque é o inédito Metal: A Headbanger’s Journey, de Sam Dumnn, Scot McFayden e Jessica Wise. Também serão exibidos Rock’n Tokyo e Interstella 5555. Com exceçao de Metal…, que terá bilheteria a R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia) todos os filmes são gratuitos.

A mostra traz ainda peças contemporâneas de video-dança, um pocket-show interativo da banda Monodecks em cima de fragmentos do filme Pi, de Darren Aronovsky e o concerto do músico Olivier Mellano, em cima do filme Aurora, de F.W. Murnau.

Sem mais artigos