New Rave Kids (Foto: Divulgação)

DOWNLOAD NA MAMADEIRA
Parte da geração de bandas criadas a base de dados, NRK pode ser mais um a ultrapassar a cena virtual brasileira para a real
Por Paulo Floro

A New Rave brasileira é um fenômeno da e para a internet. Do background de seus integrantes à formação do público. Somado isso ao fetiche por trash culture dos anos 1980, temos a gênese do movimento, talvez o mais recente do cena indie brasileira (as novas musas cool do samba não contam).

Raphael Caffarena, integrante do NRK é repórter do Rraul e prolífico usuário da rede 2.0. É fácil acompanhá-lo, seja no Twitter, MySpace, Gtalk, Facebook. Mesmo sem uma clara intenção de divulgar sua banda de forma viral – muitos posts são nonsenses – sua hiperatividade colabora para uma divulgação positiva. É dele também o blog The Putz Factory, onde posta o que há de mais novo na cena indie do globo, tudo com downloads de MP3, é claro. Os garotos que fazem serão na frente do PC, colecionam perfis online, que foram criados à base do download na mamadeira enfim, criaram sua própria cena.

A própria idéia de “cena” é algo virtual no contexto brasileiro. Isto porque as bandas tocam apenas para sua própria comunidade, cultivada online e mantida através de downloads gratuitos. Quando uma banda acumula certo sucesso e repercussão, abandona a cena e passa a fazer parte de outra, não mais virtual e seguindo preceitos mercadológicos que inexistem no Brasil. Os exemplos recentes são tão óbvios que não merecem citação.

New Rave Kids Ao Vivo

Voltando aos novos garotos da new rave. A idéia de sua criação foi algo tão despretensioso que agora, a mudança de nome já implica em uma possibilidade comercial. Com a volta do velhacos New Kids On The Block, não fica bem para uma banda emergente, certo? Novamente, não citemos outro exemplo célebre de mudança de nome. Se chegarem a estourar – o que apostamos – será algo merecido. Ao lado de MC Gi, Bo$$ in Drama e outros pequenos fenômenos, o NRK movimenta uma cena que faz o caminho inverso – da internet para fora dela. Como afirmou Caffarena em um post no Twitter, resumindo o paradigma: “Ter banda indie é foda, produtor de festa caga e anda em cima. Depois as bandas saem do Brasil e falam mal daqui e elas são as enobes.”

[+] O QUE É A NEW RAVE BRASILEIRA

Sem mais artigos