O Grito! estréia uma coluna de playlists, com uma lista de músicas que não podem faltar em qualquer tocador. Desta vez, uma listinha básica (mas bem básica mesmo) de bandas que vão aparecendo a cada segundo.

Guillemots | “We Are Here”

A banda que tem um brasileiro Guillemots já é cultuada por fãs ingleses, que acham o som do grupo uma classe só. Shows deles por aqui foi prometido para esse ano. Olha só o mix; um piano bem sexy, meio Motown, alusões a uma atmosfera 60, tipo Pet Sounds dos Beach Boys e um guitarrista que atende por Magrão. Se você for nerd ou inglês iria adorar.
Onde: O single We Are Here [PF]

Editors | “Munich”

Esta banda havia aparecido ano passado, com um vocal que lembrava bastante Paul Banks do Interpol, que por sua vez lembrava muito o Ian Curtis, enfim. No entanto, a banda se define como post-gothic e diz que não quer soar melancólico. Agora esqueça tudo e se apegue aos climas soturnos da banda, que já possuí muitos fãs e um mini culto no Reino Unido. “Munich”, é pesada, com guitarras sobrepostas que dão um ar dark ao Editors.
Onde: no disco The Back Room, lançado ano passado. [PF]

Juliette & The Licks | “You’re Speaking My Language”

Juliette Lewis soube construir sua carreira como atriz caminhando para um circuito cult, trabalhando com diretores autorais que souberam aproveitar a atitude e a beleza de Lewis. Tarantino e Oliver Stone são alguns dos fãs da moça. Algo meio Joan Jett bizarra, Juliette explora seu vocal gritado. Além disso sabe explorar sua imagem de garota louca-desesperada, tão usada em seus filmes. Com o The Licks, Juliette parece ainda estar em uma de suas personagens
Onde: No disco You´re Speaking My Language [PF]

Sem mais artigos