Colin Firth em cena do filme A Single Man

Toda semana, a Revista O Grito! vai evidenciar a deficiência das salas de cinema na cidade, bem como a distopia da distribuição dos filmes no Brasil. Com o inchaço de alguns títulos nos cinemas daqui, diversos títulos deixam de estrear. Nesta semana, dois fortes candidatos ao Oscar não vão passar: Coração Louco e Direito de Amar.

O primeiro traz a elogiada interpretação de Jeff Bridges, que o rendeu uma indicação ao Oscar de melhor ator. Dirigido por Scott Cooper, o filme traz ainda as presenças de Colin Farrell e Maggie Gyllenhaal. A história fala de um cantor country decadente que vê a chance de retomar a carreira quando se relaciona com uma repórter. Estreia em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Direito de Amar (A Single Man), primeiro longa do estilista Tom Ford, traz a mais comentada atuação do ator Colin Firth até agora. Ele também concorre ao Oscar de melhor ator. Firth interpreta um professor de inglês, que após a morte de seu parceiro tenta colocar um fim em sua própria vida. O filme estreou em circuito nacional. No entanto, nenhum sala do Recife encontrou espaço para a produção.

O brasileiro Jards Macalé – Um Morcego na Porta Principal, de Marco Abujamra e João Pimentel também estreou em São Paulo e Rio de Janeiro e fala da trajetória do músico, um dos mais controversos da música pop do Brasil.

Você, cinéfilo, como faz para acompanhar os lançamentos de filmes? Torce para uma possível estreia em sua cidade, gasta uma nota rodando o país em festivais ou baixa através de torrents?

Sem mais artigos