Nadya Tolokonnikova, integrante do Pussy Riot, anunciou um novo livro chamado Read & Riot, que sai em outubro pela HarperCollins. Segundo a editora a edição traz um “guia radical e agradável de protesto, guerrilha e resistência política”. O posfácio é assinado por Kim Gordon e Olivia Wild.

O livro também detalha a relação de Nadya com o governo russo através de suas diversas detenções, bem como sua relação afetiva e política com o país.

Ela foi uma das integrantes presas no já famoso protesto “oração punk”, que aconteceu em uma igreja ortodoxa cristã de Moscou em 2012. Ela e outras duas colegas foram condenadas a dois anos de prisão. Por conta desse episódio, o grupo ficou conhecido no Ocidente e ganhou atenção de celebridades como Madonna e a banda Sleater-Kinney, além de organizações como a Anistia Internacional.

Na final da Copa do Mundo da Rússia, as Pussy Riot realizaram um protesto ao invadir a partida entre França e Croácia. Em seguida, eles lançaram três novas músicas, “Unicorn Freedom,” “КОШМАРЫ/NIGHTMARES,” e “PONG!.

Ainda não há previsão do lançamento de Read & Riot no Brasil.

Veja um trecho:

https://twitter.com/pussyrrriot/status/1028259116987363328

Sem mais artigos