Som revival oitentista que não vai a lugar nenhum

Moving Units

MOVING UNITS
Hexes For Exes
[Metropolis, 2007]

Moving Units - Hexes For ExesO Moving Units retorna mais eletrônico em seu terceiro disco Hexes For Hexes, mas a tentativa de revival do dance punk oitentista continua sendo uma experiência malsucedida.

Neste novo trabalho dos californianos, o desejo do vocalista Chris Hathwell de soar como Robert Smith, do The Cure foi aplacado. Em algumas faixas, como a que abre o disco, “Dark Walls”, vemos a banda mais livre. Já é um sinal de que o grupo tenta encontrar um caminho original.

O resto do álbum se empenha na sua cruzada revisionista, mas lhe faltam atributos que fez o rock dancante do início dos anos 1980 tão divertido, entre eles o humor negro. Diferente do dance-punk do Rapture ou LCD Soundsystem que se desdobra e apresenta cada vez mais novos sons e idéias, o dance do Moving Units é um fim em si mesmo. [Paulo Floro]

NOTA: 3,0

Sem mais artigos