Rogério Skylab anunciou a própria morte em seu blog, Godard City. Até o momento a repercussão na blogosfera e na cena underground está sendo pequena. A dúvida são os motivos por trás da morte, um ataque cardíaco fulminante. Segue um trecho da nota de falecimento.

Morreu hoje à tarde, acometido por um infarto fulminante, o jovem compositor Rogério Skylab. Mesmo jovem, Skylab era dono de grandes sucessos populares – músicas caídas no gosto popular e que no entanto lhe davam um profundo pesar.

O músico gravou sete discos, os chamados Skylabs, o último, Skylab VII foi lançado ano passado. A idéia original era chegar a 10 volumes. As músicas são baseadas em escatologia, como “Matador de Passarinho”, “Dedo, Língua, Cu E Boceta”, “Privada Entupida”, entre outros. Skylab entrevistou para O Grito! outro “mito” underground, Sebastião Estiva.

Ao saber de sua morte repentina, um fã reclama nos comentários: “Skylab não morre de infarto, morre de câncer no cu, tá errado esse post”.

Sem mais artigos