A pedido da Revista O GRITO!, críticos, jornalistas e artistas comentaram os melhores lançamentos do ano e, junto com os colaboradores construíaram a lista de Melhores de 2007 em quadrinhos. Mesmo longe de ser unânime e imparcial, os 25 mais citados foram, de certa forma, os mais representativos lançamentos no mercado brasileiro. A seguir a lista e os comentários de cada convidado.

ANDRE DAHMER
[Cartunista, autor de O Livro Negro de André Dahmer. É dono do site Malvados e colabora para o portal G1]

Dos que tenho visto por aí, me chama atenção o trabalho de quadrinhos do Benett. Ele é com certeza um dos melhores quadrinistas de humor em atividade no país. Fez numerosas tirinhas de qualidade e é jovem e prolífico.

O ainda pouco conhecido Rafael Salimena… Não sei muito sobre ele, mas faz tiras brilhantes e me parece que começou a botar desenhos na internet no ano passado. Ainda vai ser muito lido por aqui, se ele quiser mesmo trabalhar com isso.

O ano teve grandes lançamentos, mas acho que Laertevisão foi o livro que mais gostei. É um livro franco, meio estranho e muito maduro. É bom constatar que Laerte e Angeli estão em plena forma. O Angeli é o maior chargista da atualidade e olha que temos muita gente boa fazendo charge no Brasil.


CLÁUDIO YUGE
[Jornalista da Folha de Londrina e colunista do portal Bonde]

10. Ragú (Independente) – Puxa, o mercado independente no Brasil cresceu muito ultimamente e seria uma injustiça não ter nessa lista uma publicação sequer de autores que batalham para rodar material de qualidade. Ragú, o número seis, mostrou como é possível juntar bastante gente diferente com obras muito boas, sem aquela irregularidade característica das coletâneas, o formato preferido dos indies nacionais.

9. Os Supremos: Edição Definitiva (Panini Comics) – Nos Estados Unidos, os tradepaperbacks (leia-se encadernados) de arcos fechados de séries mensais são um sucesso. Por aqui a moda ainda não pegou, mas se depender dessa edição edição luxuosa da Panini, as coisas podem melhorar. Não dá pra parar de ler, o roteiro e arte são sensacionais, parece mesmo que estamos vendo um bom filme de ação com super-heróis. Pena que o precinho (R$ 79) não seja para todos os bolsos.

8. Lobo Solitário (Panini Comics) – Foi como a realização de um sonho ver toda a série publicada no Brasil, na íntegra. Precisaria de muito espaço para elogiar a história, que até hoje inspira muitos quadrinhistas por aí. E só o fato Panini ter publicado os 28 volumes, quase nove mil páginas de história de Itto Ogami e Daigoro, já merece menção como um dos melhores lançamentos do ano.

7. Maakies (Zarabatana Books) – A sensação é de estar vendo um desenho animado -inadvertidamente mixado com Bukowski- tomando whisky em uma roda gigante. Tão nauseante quanto divertido, a obra de Tony Millionaire é impagável, ácida e irresistível. Que bom que a editora lançou o material no formato 28 x 21 cm, ficou bacana.

6. Liberty Meadows (HQM Editora) – Sem exageros, Frank Cho pode ser considerado um bom herdeiro de Bill Waterson. Suas tiras são geniais, o humor nonsense, que vai do sutil ao pastelão em uma expressão, é inspirador. Legal a HQ Maniacs ter lançado o material por aqui no formatão e com capa protetora.

5. Calvin & Haroldo – O Mundo é Mágico (Conrad) – Puxa, Calvin é realmente um dos personagens mais bacanas e carismáticos já criados nos quadrinhos. Impressionante como a gente nunca se cansa de ler e reler suas aventuras. A edição, adequada, ficou bem bacana por aqui.

4. Desenhando Quadrinhos (M. Books) – O material didático de Scott McCloud é tão bom que deveria ser livro obrigatório nas escolas e faculdades, não importa de que área. Tudo o que o autor diz nessa terceira edição de sua série sobre aprendizado em quadrinhos enriquece a vida de qualquer um, fã ou não da Nona Arte.

3. Black Hole (Conrad) – Todo mundo que gosta de ler algo realmente diferente, de qualidade, deveria ler os trabalhos de Charles Burns. E, finalmente, uma de suas melhores obras saiu por aqui. Enredo viciante, com uma verdadeira aula de arte-final.

2. Red Rocket 7 (Devir) – Rock, alienígenas, ação, drama, romance… E os traços de Mike Allred, um cara muito louco e autêntico. A edição nacional ficou bacana, quadrada igual um LP, só faltou o disquinho que saiu junto com a publicação nos EUA.

1. Laertevisão – Coisas que Não Esqueci (Conrad) – A gente já conhecia o trabalho e um pouco do artista. Mas essa edição, luxuosa, conseguiu levar os fãs para dentro da cabeça do Laerte. Já viu a listinha de regras do “Código de Guerra”? Imperdível.

Puxa vida, como é difícil escolher essas coisas não? Tem tanta coisa boa que ficou de fora da listinha -como Piratas do Tietê (Laerte/Devir), 5 (Becky Cloonan, Fábio Moon, Gabriel Bá, Rafael Grampá, Vasilis Lolos/Independente), Epiléptico (David B./Conrad), entre outros- que dá vontade de fazer uma lista de 100 melhores lançamentos.

Mas acho que o material citado na listinha acima saiu um pouquinho na frente, seja na qualidade editorial ou no nível de roteiro e arte. Tomara que 2008 seja tão bom quanto esse para o mercado brasileiro.


ÉRICO ASSIS
[Colunista do site Omelete e do blog Ponto de Mídia]

Já foi difícil selecionar dez, portanto nem vou colocá-los em ordem de preferência. São leituras de todos os estilos, mas, acima de tudo, excelentes quadrinhos.

Grandes Astros DC: Superman (Panini)
Grant Morrison e Frank Quitely estão dando atenção a cada detalhe de cada página de cada edição para criar uma obra-prima. Só a primeira página já vale a pena.

Lobo Solitário (Panini)
Depois de mais de dois anos de ótimas histórias, o final ainda consegue te deixar de pernas bambas.

O Mundo é Mágico – As Aventuras de Calvin & Haroldo (Conrad)
Reedição. Mas Calvin é atemporal. Legal ver ele de volta e com força nas livrarias.

Maakies vol. 1 (Zarabatana)
Insanamente divertido

Liberty Meadows vol. 1 (HQM)
Divertidamente insano.

Marusaku (Conrad)
Ainda estou com raiva por terem cancelado Dr. Slump. Os voluminhos de Marusaku me anestesiam. Eu adoro a veia cômica do Toriyama.

Piratas do Tietê – vol. 1 e 2 (Devir)
Clássico do melhor quadrinista brasileiro. Indispensável.

Os Supremos [em Marvel Millennium] e Fabulosos X-Men [em X-Men Extra] (Panini)
Material das revistas de linha que precisa chegar logo às edições para livraria. São as melhores HQs de ação da atualidade.

Fun Home (Conrad)
Se, depois de Fun Home, alguém continuar achando que quadrinhos são leitura de baixo nível, eu desisto de convencer.


PAULO RAMOS
[Editor do Blog dos Quadrinhos]

Álbum estrangeiro: Pyongyang, de Guy Delisle (Zarabatana)
Álbum nacional: “Boa Sorte de Solano Dominguez”, de Wander Antunes e Mozart Couto (Desiderata)
Álbum de tiras: “Liberty Meadows”, de Frank Cho (HQM)
Álbum de humor: “Pizzaria Brasil”, de Claudio (Devir)
Tira Nacional: Rafael Sica (http://rafaelsica.zip.net/)
Reedição nacional: “Urubu”, de Henfil (Desiderata)
Reedição de material estrangeiro: “Batman Crônicas” e “Biblioteca Histórica Marvel – Quarteto Fantástico” (Panini)
Revista em quadrinhos: “Julia” (Mythos) / “Pixel Magazine” (Pixel)
Revista infantil: “Menino Maluquinho” (Globo)
Minissérie: “Guerra Civil” (Panini)


ANDREA PEREIRA
[Editora do site HQ Maniacs]

1. Liberty Meadows (HQM Editora)
2. A Saga do Monstro do Pântano vol. 1 (Pixel)
3. Piratas do Tietê – A Saga Completa (Devir)
4. Fetichast – Províncias dos Cruzados (Devir)
5. O Sonhador (Devir)
6. Fábulas 1001 Noites (Pixel)
7. Red Rocket 7 (Devir)
8. Grandes Astros – Superman (Panini)
9. Promethea (Pixel)
10. Morango e Chocolate (Casa 21)


MARKO AJDARIC
[Editor do Neorama dos Quadrinhos]

1. Justiça (Panini)
2. Asterix e a Volta às Aulas (Record)
3. Fun Home (Conrad)
4. Loki – Edição Especial Encadernada (Panini)
5. O Pato (L&PM Pocket)
6. A Lenda da Carruagem de Ana Jansen (Independente)
7. O Menino-Vampiro 1 (Mythos)
8. Tarot Café 1 ( Lumus)
9. Courtney Crumrin e As Criaturas da Noite (Devir)
10. Tintin – Explorando a Lua (Record)
11. Pyongyang (Zarabatana)
12. Dom João Carioca (Independente)


ANDRÉ DIB
[Editor do blog Quadro Mágico]

1. Fun Home (Conrad)
2. Lost Girls (Devir)
3. Blue Note (Independente)
4. Ragú nº 7 (Independente)
5. O Beijo no Asfalto (Nova Fronteira)
6. A Relíquia (Conrad)
7. Retrato do Artista Quando Jovem, Revista Piauí Nº. 3 (Abril)
8. Estórias Gerais (Conrad)
9. Chiclete com Banana (Devir)
10. Um Contrato com Deus e Outras Histórias de Cortiço (Brasiliense)
11. Os 300 de Esparta (Devir)


CASSIUS MEDAUAR
[Editor-chefe da editora Pixel]

1. Slam Dunk : Takehiko Inoue
2. Os Supremos : Mark Millar e Brian Hitch
3. Lobo Solitário : Kazuo Koike e Goseki Kojima
4. Invencível : Robert Kirkman e Cory Walker
5. Asterix e a volta às aulas : Goscinny e Uderzo
6. Bone : Jeff Smith
7. Samurai Executor : Kazuo Koike e Goseki Kojima
8. Death Note : Tsugumi Ohba e Takeshi Obata
9. Liberty Meadows (HQM Editora)
10. Guerra Civil : Mark Millar e Steve McNiven


RICARDO MALTA
[Colaborador d’ O Grito! e dono do blog Videodrome]

1. Os Supremos – Edição Definitiva (Panini)
2. A Saga do Monstro do Pântano – Vol. 1 (Pixel)
3. O Mundo é Mágico – As Aventuras de Calvin & Haroldo (Conrad)
4. Sandman – Vidas Breves (Conrad)
5. Sandman – Fim dos Mundos (Conrad)
6. Calvin & Haroldo – E Foi Assim Que Tudo Começou (Conrad)
7. Estórias Gerais (Conrad)
8. Promethea (Pixel)
9. Laertevisão (Conrad)
10. Preacher – Rumo ao Sul (Pixel)


MARCELO SOARES
[Dono do blog Reino do Amanhã]

1. Grandes Astros Superman (Panini)
2. Capitão América (Panini)
3. Planetary (Pixel)
4 – Justiça (Panini)
5. Sete Soldados da Vitória (Panini)
6. Supremos Volume 2 (Panini)
7. Guerra Civil (Panini)
8. Demolidor (Panini)
9. DMZ (Pixel)
10. Nova Onda (Panini)


TÉLIO NAVEGA
[Editor do blog Gibizada]

Epiléptico (Conrad)
Pyongyang (Zarabatana)
Laertevisão (Conrad)
Lost Girls (Devir)
Black Hole (Conrad)
Gerra civil (Devir)
Red rocket 7 (Devir)
A Boa Sorte de Solano Dominguez (Desiderata)
O Mundo É Mágico – As Aventuras de Calvin e Haroldo (Devir)
As Tiras Clássicas da Turma da Mônica (Panini)


ZÉ OLIBONI [Editor do site Pop Balões]

1. O Mundo É Mágico – As Aventuras de Calvin e Haroldo (Conrad)
2. Invencível vol. 3 (HQM)
3. Talvez Isso… (Casa 21)
4. Liberty Meadows (HQM Editora)
5. X-Men Anual 2 (Panini)
6. Batman Ano 100 (Panini)
7. Batman/Planetery – Noite na Terra (Pixel)
8. Usagi Yojimbo (Devir)
9. Persépolis (Cia. das Letras)
10. Estórias Gerais (Conrad)


PAULO FLORO
[Editor d’ O Grito!]

1. Laertevisão (Conrad)
2. Grandes Astros Superman (Panini)
3. Fun Home (Conrad)
4. O Mundo é Mágico – As Aventuras de Calvin e Haroldo (Conrad)
5. Persépolis (Cia. das Letras)
6. Calvin e Haroldo – E Foi Assim QueTudo Começou (Conrad)
7. Batman Ano 100 (Panini)
8. A Serpente Vermelha (Zarabatana)
9. Fetichast – Províncias dos Cruzados (Devir)
10. Guerra Civil (EditoraPanini)

Sem mais artigos