MAROON 5
It Won’t Be Soon Before Long
[Universal, 2007]

Os garotos do Maroon 5 tomaram este disco como a principal arma para mostrarem que não eram um truque. Com um leve espírito boy band, estrearam com o divertido Songs About Jane. Depois do sucesso, chegou a hora de mostrar que cresceram musicalmente. Neste novo trabalho, aprofundam ainda mais as influências soul e funk, como em “Back At Your Door”. Mas o pop ainda come solto (pop mesmo, daqueles pra tocar nas rádios e grandes magazines de roupas como “Nothing Last Forever” e “If I Never See Your Face Again”) e isso, por mais pejorativo que pareça, não é algo ruim.

Já tivemos exemplos de bandas que rejeitaram seu passado em paradas de sucesso para se dedicar a um trabalho “sério”, “conceitual”. Maroon 5 consegue fazer um disco bem produzido, com arranjos elegantes, sem precisar se distanciar de seu público. Mais: It Won’t Be Soon Before Long entrou na lista dos mais vendidos, logo após seu lançamento, e consolidou definitivamente a banda entre os primeiros escalões do pop. Para este disco, uma trupe de quatro produtores, Mike Elizondo, Mark “Spike” Stent, Eric Valentine e Mark Endert se uniu ao vocalista Adam Levine e o resultado foi um disco cuidadosamente feito para agradar a todos.

Mesmo sem uma grande idéia, o Maroon 5 soube utilizar com criatividade todos os chavões do pop. Não há uma única música que não seja candidata à hit. Mas o disco deve desagradar aos mau-humorados. O mainstream deveria ter mais exemplos bem-feitos como esse. Recomendo todas as músicas, sem medo ou vergonha. [Paulo Floro]

NOTA: 8,0

Sem mais artigos